Resenha #404 - O Casamento - Victor Bonini


Título: O Casamento
Autor(a): Victor Bonini
Editora: Faro Editorial
Páginas: 368
Nota: 5/5 
Conrado Bardelli sentiu-se um idiota por ter pensado que haveria algo de errado com eles. Já estava se esquecendo do assunto quando:
- Você também acha que esses dois formam um casal estranhíssimo?
O dia do casamento é uma celebração para todos guardarem na memória, como uma data que simboliza a união, o amor, o começo de uma nova família. As pessoas se emocionam com os votos dos noivos, mulheres suspiram e sonham com o dia que estarão mesmo lugar que a noiva, enquanto outras repudiam a ideia. Homens lamentam pela perca de um parceiro de bar, ou aguardam ansiosos o término do casório para começar a verdadeira festa.

Todos esperam sentir o aroma de champanhe e felicidade.

Mas no casamento de Diana e Plínio, as memórias ficaram presas em morte e em suas narinas se sentirá o cheiro ocre de sangue.

Preparados para a cerimônia?


Conrado Bardelli é contratado para um novo serviço, ele precisa descobrir quem está mandando mensagens para seu cliente - o Gurgel, devido a um relacionamento que ele tem fora do seu casamento. As ameaças são constantes, e Gurgel se vê preso a dar dinheiro para o misterioso chantagista diversas vezes. E em uma tentativa furada de tentar descobrir quem era o oportunista, levou um belo susto, sem sucesso em sua tentativa de descoberta.
Gurgel não conseguia tirar aquilo da cabeça. As unhas. As unhas compridas que lhe furaram as bochechas. Unhas definitivamente femininas. E o perfume... Doce. Um cheiro que conseguia transmitir tanto vida quanto morte. Era o cheiro de rosas. Rosas que são dadas de presente em festas. Rosas que são jogadas sobre túmulos em funerais.
O que Conrado não contava, é que seria convidado por seu amigo e pai da noiva, ao casamento. Diana tem como cunhada, a Vanessa que é a amante do Gurgel.

Se sentindo em uma saia justa, Conrado resolve participar do casamento, e o convite inclui quatro dias hospedados em um hotel em Joanópolis - lugar onde será realizado o matrimônio. Ali com certeza tem muitos suspeitos que se enquadraram no perfil que ele procura, mais precisamente de uma mulher, mas Bardelli não imaginava que dentro do hotel, ocorreria algo pior, um assassinato.

Quem é o assassino? O que motivou o assassinato? Por que no dia de um casamento?

São as perguntas que Conrado Bardelli quer solucionar... e você é o convidado especial para esta festa.

A vitima é Hortência, tia do Gurgel e juíza de paz que irá concretizar o casamento de Diana e Plínio.

É claro que o chantagista logo se torna o suspeito nº1 ao assassinato, mas quem seria capaz de uma atrocidade dessas? Será que o assassinato, foi uma forma encontrada para penalizar o Gurgel por não ter pago ao chantagista uma alta quantia em dinheiro? Ou na verdade o assassino só queria interromper o casamento? E por quais motivos ele iria querer essa interrupção?
O médico e a equipe trabalharam em silêncio, tentando se lembrar de quantas vezes tinham examinado uma cena de crime como aquela. Sangrenta, Violenta...
E o pior de tudo? As mortes não param.

Eu já havia lido outro livro do Victor, Colega de Quarto (Resenha) - no qual o Conrado também é o personagem principal, e gostei mais de O Casamento. Lembrando que são histórias totalmente diferentes e você não precisa ler um ou outro para entender as estórias. Só houve um personagem que apareceu no final de O Casamento, que teve um destino incerto em Colega de Quarto, que posso considerar um pequenino spoiller, em relação à vida amorosa do detetive.

Em relação à escrita do autor, de um livro para o outro, eu particularmente achei que o Victor amadureceu muito, em questões de deixar a estória mais envolvente e fluida. O mistério desse livro foram bem mais desenvolvidos, como também o personagem principal. Em certos momentos foi mencionado o crime que o Conrado trabalhou em Colega de Quarto, mas de uma forma bastante sutil. Outra coisa que eu já havia percebido no livro anterior e que foi reforçado neste livro é que o autor traz outros casos do detetive que ainda não foram abordados, dando uma experiência ao personagem, e um gancho até mesmo para o autor aproveitar em outros livros. Como também personagens e estórias paralelas. Inclusive em O Casamento, ocorreram crimes dentro da polícia brasileira, que acabaram não sendo tão abordados neste livro, e que seria bem legal se viesse à tona de uma forma mais abrangente em outra oportunidade.

Sobre o desfecho de O Casamento, novamente o Victor me enganou, ele levou tudo a acreditar que um certo personagem seria o culpado de tudo (e eu estava me sentindo a detetive, mas somente desconfiei do personagem que autor queria que eu desconfiasse, não dá para colocar os olhinhos virados do zap aqui, mas imaginem). 

E no final das contas que fiquei de queixo caído com a resolução do caso.

Eu particularmente gosto muito do Conrado Bardelli, exatamente por ele não ser aquele tipico detetive fodão, que sempre se dá bem em suas investigações. Na verdade muitas das vezes o Conrado parece estar mais perdido que a gente no caso, e quando descobrimos (graças a ele) o mistério, vamos relembrando tudo que lemos e eu pelo menos penso "que filho da mãe".
...havia, em contrapartida aquele sussurro que o instigava com palavra de esperança: Talvez você ainda seja capaz de fazer justiça e evitar que mais gente se machuque...
Em relação à diagramação. O que falar né minha gente? Apenas admirem essas fotos. Não encontrei nenhum erro de revisão, as letras são de um tamanho normal, e as páginas amareladas e bem grossas - e acredito que seja devido a grossura das páginas que o livro acaba sendo um pouco pesado (mas carreguei na mochila com gosto, mesmo assim hahahaha).



Eu fui na noite de autógrafos de O Casamento, e peguei autógrafo com o autor com direito a foto (já me exibi no Colega de Quarto e vou me exibir de novo me deixem !!).



Enfim, espero que vocês se divertam neste casamento, mas cuidado com quem vocês trocam olhares, não se esqueçam de trancar a porta do quarto, não fiquem sozinhos na companhia de estranhos, fiquem alertas sobre seus copos e caso peguem o buquê, não deixem suas mãos ficarem sujas de sangue.

Uma ótima festa a todos.
Não era por se tratar de um casamento, que as coisas tinham que parecer um sonho.

8 comentários

  1. Oi Verônica, adoro quando o livro de investigação e mistérios nos engana, nada como ser surpreendido! O casamento já está na minha lista de leituras e a edição tá um arraso!

    BJs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi, Verônica!
    Menina, não sabia que os livros tinham um personagem em comum. Adorei!
    Eu sempre sou feita de trouxa nesses livros de suspense e investigação hahhhah
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie

      Lu, os livro do Victor giram em torno das investigações do Conrado, então alguns personagens coadjuvantes aparecem sim.

      Bjoss

      Excluir
  3. Oi, Verônica. Eu nunca li nada do autor mas vi sua resenha do outro livro dele. Eu simplesmente amei! Apesar de não curtir suspense policial, eu adorei a ideia da trama, tenho certeza que me surpreenderia e muito.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Mi

      Eu amo suspense policiais então sou suspeita para falar hahaha, fico feliz que tenha tido vontade de ler o livro.

      Bjoss

      Excluir
  4. Oii Verônica, tudo bem? Conheci o blog hoje e já estou apaixonada por tudo, tá um amor <3 e já estou te seguindo é claro hahahahaha Menina, eu quero muito ler esse livro, e a sua resenha está ótima, fique mais curiosa ainda pra ler.
    -Beijos, Carol!
    http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee Carol, seja bem vinda !!!

      Fico feliz que tenha gostado da resenha, e farei uma visita em teu blog também !!

      Bjos

      Excluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!