Suas Escrituras - Navegando ao Teu Encontro (Parte 1) - Roby Marx

Olá meus amores, tudo bem com vocês?

Hoje eu estarei no comando da coluna Suas Escrituras, e trarei um texto que na verdade é uma história de amor real, vivenciada por dois grandes amigos meus, o Roby Marx e a Ana Paula Marx. Eu já havia lido esse texto há um tempinho, e resolvi divulgá-lo aqui, porque eu o acho lindo e nos mostra o poder que o amor tem nas nossas vidas.

Se realmente existem almas gêmeas, com certeza a Ana e Roby são um do outro.

Como o texto é longo, eu vou dividi-lo em duas partes, então fiquem ligados para acompanhar o desfecho desta linda história de amor semana que vem!



NAVEGANDO AO TEU ENCONTRO
Por Roby Marx


2007.

Havia decidido que a partir daquele ano as coisas seriam diferentes em minha vida. Havia entrado numa espécie de “suspensão emocional ”... havia programado o piloto automático pra “lugar nenhum “...
E tinha que acabar com aquilo.
Então resolvi navegar os mares do Orkut.
Foi minha salvação!
Das várias comunidades onde fiz amizades uma, em especial, me chamou à atenção, porque a mulher mais linda que eu já havia visto na vida havia acabado de responder sim ao meu pedido para adicioná-la!
Na hora eu pensei: “No way! Deve ser fake!”
Nunca ganhei em rifa, bingo, cartela de furar...
Mas naquela hora senti como se houvesse ganhado a própria mega-sena!
Mas, seria verdade?
Então resolvi que iria verificar.
Começamos a nos falar, à princípio pela comunidade mesmo. Percebi então que o papo iria fluir. Arrisquei uns “scraps”. Sempre respondidos prontamente, de forma inteligente e bem-humorada.
À esta altura já conhecia de cor todas as fotos que ela havia deixado como “públicas” para os amigos... e Deus como era linda aquela mulher!
Fui devagar...
Eu em São Paulo, ela em Juiz de fora em Minas.
Alguma chance?
Fora que ela tinha um “zilhão” de pretendentes bombardeando sua página.
Mas eu não desisti. Seguia firme nos recados, até que em determinado momento consegui subir para o nível do “msn”...
Se eu fosse mineiro como ela até diria: “foi aí que o trem ficou doido, sô!”
Estava conseguindo ao menos uma amizade sólida. Nossas opiniões, pensamentos, inclusive o humor era muito parecido.
Obviamente eu fui extremamente sincero com ela, desde o princípio que havia saído de um relacionamento há algum tempo, que era músico e tocava na noite paulistana (eu temia afastá-la mais pela história da música do que pela história da outra... fama de músico não é bem aquela... né?)
Mas não. Ela era corajosa mesmo e me dava corda...
E eu me segurei nessa corda com meus 5 braços e 7 pernas!
Gostava muito do que ela escrevia, de como ela escrevia. Então cerca de alguns meses depois trocamos telefones...
A primeira vez que ouvi sua voz foi...
...num recado de caixa postal!
Você pode até pensar: “Bonita como é, deve ter a voz feia!”
De jeito nenhum! Que voz era aquela meu Deus?
Empostei a minha, tinha que impressioná-la, e deixei um recado naquela caixa postal...
Os telefonemas não pararam desde então!
Amizade e confiança cresciam juntas, até que consegui seu endereço.
Escrevi minha 1º carta! Isso mesmo! A boa e velha carta escrita à mão! Claro, não sem desperdiçar umas 17 páginas de rascunho antes...
Sou músico, compositor e letrista... tinha que ser perfeita!
Ela merecia!
Cartas, telefonemas, conversas pelo msn e por vídeo...
A vontade de “baixar” em Juiz de fora me consumia!
Mas entre nós dois havia alguém sensato: ela!
Sempre me punha de volta em meu lugar quando este assunto se apresentava...
Mas uma das minhas virtudes chama-se paciência e eu sentia que ainda ia conhecer aquela cidade...
Mas as conversas continuavam. Cada vez melhores, instigantes e no segundo semestre de 2008 começaram a esquentar!
Pra mim, ter uma conversa “quente” com uma mulher linda daquela, era mais viciante que acabar com “Zeus” na última fase de God of War III...
Mas então, fiz a bobagem...
Cometi um erro!
Tenho certeza que não é o que você pensou...
Vou explicar: Na ânsia de ficar mais tempo conversando com “Minha Deusa”, sim, ela já estava nesse nível, eu comprei um chip adicional e passei o número pra ela...
Ela ligou pra esse número...
Uma mulher atendeu...
Ficou rindo dela...
Pronto! A “m” estava feita!
Ela achou que era minha esposa, namorada, amante ou sei lá o quê!
Mas não era nada disso!
Ela me ligou furiosa, e eu tentando explicar que não tinha ninguém, que alguma coisa devia ter acontecido. Talvez o número errado?
Perguntei pra qual número ela havia ligado e percebi que havia passado o número errado mesmo!
Tenho um problema de visão e havia confundido um dos números...
Ela não acreditou e desligou na minha cara!
Eu liguei de volta, furioso (é eu também tenho meus rompantes!) e disse: “Não faça isso, por favor, se você desligar de novo eu nunca mais ligo pra você!"
...tum, tum, tum...
Pois é.….
O coração doía muito, mas tinha que manter a postura! Não dizem que “a palavra de um homem é o reflexo de seu caráter?”
Então não liguei mais...
Mas pra minha sorte esse não foi o fim!
Cerca de um mês depois ela me liga...
Pergunta se um determinado número fixo é meu, e vejo ali minha oportunidade de explicação...
Eu merecia!

E recomeçamos...


Curiosos para saber como termina? Semana que vem conto para vocês!

Se você tem um texto, poesia, frases inspiradoras de sua autoria e queira dividir com o blog e os demais leitores, podem me enviar um e-mail, que irei postar com os devidos créditos. E-mail: diana.canaverde30@gmail.com. Assunto: Suas Escrituras.


7 comentários

  1. Oi, Verônica!
    Meu Deus quero sim saber como termina aaaaaaaaa esse final foi malvado.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaahaha, que bom que você gostou Lu, eu amo esse texto que o Roby escreveu e estava ansiosa para trazê-lo aqui. Em breve posto o restante.

      Bjokas

      Excluir
  2. Olá! Tudo bem?
    Adorei os textos, vc escreve muito bem.
    Obrigada por comentar em meu blog.
    Volte sempre!

    Um abraço,
    miiistoquente ~ Thamiris Nunes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thamiris, tudo bem?

      Fico feliz que tenha gostado do texto escrito pelo Roby, em breve postarei o restante.

      Bjos

      Excluir
  3. Desejo muito sucesso Veronica!! Obrigada pela amizade!! Vc é incrível!!

    ResponderExcluir
  4. Olha! Fiquei curiosa para saber esse desfecho hahaha

    www.estante450.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!