Resenha #352 - Ouro, Fogo & Megabytes - Felipe Castilho

Livro cedido pela editora

Título: Ouro, Fogo & Megabytes
Autor(a): Felipe Castilho
Editora: Gutenberg
Páginas: 288
Nota: 5/5

Olá! Tudo bem com vocês?

Trago hoje um livro nacional, que eu queria há alguns meses, mais precisamente desde o ano passado, quando fui em um evento literário aonde o ser que escreveu este livro - também conhecido como Felipe Castilho, foi um dos convidados.

Ouro, Fogo e Megabytes foi escrito há bastante tempo, mais precisamente em 2012 - mais eu nunca tinha ouvido falar dele, até aquele momento, e a Diana está de prova que quando o autor pegou o microfone e falou da história do seu livro por cerca de dois minutos, eu fiquei desesperada me esperneando na cadeira porque dali em diante a minha vida dependia desse livro (a dramática). 

No dia do evento não só ele como os próximos dois livros da saga foram sorteados (e obviamente eu não ganhei), e assim eu ainda participei de mais uns dois ou três sorteios (que obviamente eu não ganhei também - eu sou do tipo que só ganha marcadores em sorteios e só porque eles sobraram - a Diana também está de prova #momentodesabafo).

Mais logo depois eu me tornei resenhista do blog e a Editora Gutenberg é nossa parceira e... adivinha o que eu solicitei para resenhar?

Mais o meu final feliz com esse livro não foi tão rápido assim...

Acabamos descobrindo que meu lindo livrinho havia sido extraviado pelos correios (com certeza Wagner Rios é o culpado - logo vocês entenderam o motivo) mas, depois de algumas semanas com certeza graças aos integrantes da Organização (vocês também entenderam isso daqui a pouco) eu recebi um novo livro.

Ouro, Fogo & Megabytes conta a história de Anderson Coelho, um garoto normal como tantos outros, de doze anos de idade, que vive na pequena cidade de Rastelinho em Minas Gerais, sua vida se resume em estudar e jogar RPG online, junto com seus amigos aonde se torna o incrível segundo colocado no ranking como Shadow Hunter no universo Batttle of Asgord.

Até que um certo dia, um outro player desconhecido tenta se comunicar com ele e após ser ignorado por Anderson, consegue entrar em contato por telefone em sua casa convidando-o a se tornar um hacker em prol de auxiliar uma organização e derrubar a empresa do homem mais rico do Brasil - o Wagner Rios.

Anderson se nega a ajudá-los, porém acaba levando uma suspensão da escola de três dias e ao chegar em casa se borrando de medo de contar aos pais o que tinha acontecido dá de cara com um pequenino homem que ao ouvir sua voz, descobre que era o cara do telefone. Seus pais ficam eufóricos pois para eles é contado a mentira que Anderson irá para São Paulo para participar de um Campeonato de Matemática e ele acaba cedendo a proposta para se livrar da bronca pela suspensão.

E é quando ele chega em São Paulo, que a magia que me deixou tão louca por esse livro acontece... a do Folclore Brasileiro.
-Sente aí e abra esses ouvidos. Hora de aprender um pouco de história oculta do Brasil.
Mas não pense que neste livro, você encontrará uma história 100% infanto-juvenil que mostra o folclore como somos acostumados a ver na escola.

Anderson se vê em uma casa, que é chamada de Organização, comandada pelo Patrão, um sisudo senhor negro, que tem uma perna só e adora fumar um cachimbo. A Organização abriga órfãos, e lhes dá moradia, educação, proteção e alimentação, e tem como uma de suas missões trazer a conscientização da população para a proteção do meio ambiente.
-Bom, o rio ainda não é um esgoto por inteiro - disse Chris (...) Depois da nascente em Salesópolis, ele ainda é limpo por bons quilômetros. Ainda é um rio. Um dia vamos conseguir limpar essa porcaria toda.
E foi um tema super bacana que o autor desenvolveu ao longo da história em diversos momentos, de uma forma simples, com crianças que vão para a rua e abordam pessoas em casos que acontecem e vemos todos os dias, que impactam direta ou indiretamente na natureza e na nossa educação.
-Seria muito se eu pedir pro senhor apagar a brasa no poste, ou até no chão mesmo, mas jogar a bituca no lixo? (...) Anderson se espantou com o tanto de bitucas jogadas por lá. São Paulo era o maior cinzeiro do mundo.
Não vai ser fácil derrubar o sistema da empresa de Wagner Rios, ele é um cara influente e queridinho da população. Se faz de ambientalista e empresário solidário, mas guarda grandes segredos, tudo em prol de se dar bem e está pouco se importando com o mau que pode causar e não demora muito para Anderson sentir na pele o perigo que foi ser notado por esse homem.
Anderson teve um vislumbre da forma transformada dos dois seguranças de Wagner (...) Braços longos e musculosos que terminavam em garras curvas, pescoço troncudo e uma espécie de nariz enorme de tamanduá.(...) Uma espécie de lobisomem com tromba e língua vermelha sibilante.
Eu adorei a leitura, valeu a pena toda a espera para tê-lo. O Felipe trouxe para mim algo que eu só tinha visto na escola e alguns episódios do Sitio do Pica Pau Amarelo (meu pouco conhecimento de folclore se resume a isso). Foi uma fantasia totalmente diferente de todas que eu já li, e esse livro deveria estar em todas as estantes das escolas, pois ele não só fala de folclore - algo que digo de passagem que é perceptível o quanto que o autor pesquisou para escrever, como também fala de temas como bullying, politica, ética, história, amizade e trabalho em equipe. E é claro que isso não deve ser ensinado e aplicado somente em escolas, ou seja é um livro que abrange todas as idades.
Partindo do principio de que foi o homem que poluiu a atmosfera, jogou carbono nos céus e abriu um rombo colossal na camada de ozônio, não existe mais essa de desastre natural. O desastre é a própria humanidade.
Gostei muito também que o protagonista é negro, algo que infelizmente não vejo ainda na maioria dos livros de sucesso por ai, e o personagem em questão é uma criança que tem um enorme desenvolvimento de força, carácter e coragem no decorrer da história, e os últimos capítulos do livro são extremamente eletrizantes, mas em momento algum o autor se esqueceu de deixar a leitura focada para o publico jovem, de uma forma leve, dinâmica e irreverente. Há diversos personagens do folclore brasileiro incluso - não dá pra citar todos porque se não a resenha vai ficar enorme, mais digo de passagem que eles são sensacionais ...
... o caipora nem deu tempo de reação aos brutamontes antes de nocauteá-los. Saltou mais alto que Daiane dos Santos em seu "duplo mortal carpado", acertando chutes calculados em suas nucas.
Em relação a diagramação ... bem ... estava tudo bem até certo momento.

As páginas são grossas e amareladas, as letras são de um tamanho normal, no inicio do livro tem um glossário bem engraçadinho que o autor colocou para auxiliar os leigos com as linguagens utilizadas em jogos e MMORPGs e a cada novo capitulo tem ilustrações que se resumem o que irá acontecer no capitulo.


Como eu disse estava tudo bem... até que ficou mal. Em um momento muito, mais muito bom do livro, eu estava super concentrada fazendo a leitura da página 150, quando me deparei com um buraco em forma de triângulo no livro.


Devido a este defeito, eu perdi uma pequena parte de um dialogo bastante importante e eu fiquei bem brava rs, mais felizmente isso não atrapalhou a minha leitura e vou atribuir a culpa aos capelobos.

Como mencionei no começo da resenha, os próximos dois livros já foram publicados titulados como Prata, Terra & Lua Cheia e o Ferro, Água & Escuridão e todos estão disponíveis para compra e são fáceis de encontrar.
Wagner Rios é um câncer, e nós seremos a cura
Espero que gostem da resenha e até a próxima!
                                                                                                                                   

18 comentários

  1. Oi Verônica, tudo bem?
    Menina que saga heim? Você foi mesmo uma guerreira em sua luta para ler este livro. Adorei sua resenha, e já anotei sua dica, para espalhar entre os adolescentes da minha família.
    Uma linda semana.
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee

      Menina foi uma luta hahahaha, mais felizmente teve um final feliz

      Bjoss

      Excluir
  2. Oi, Verônica!
    Que sufoco, hem?! Pelo menos a leitura valeu a pena.
    Nunca tinha visto um enredo com essa originalidade, isso foi o que mais me chamou atenção. Essa mistura de ficção com o folclore brasileiro é realmente instigante. Dá pra saber o motivo de vc nunca ter desistido. HAHA

    Beijos
    construindoestante.blogspot.com.br || Concorra a um vale presente de R$40,00

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Eliana

      Sim, a batalha foi sofrida mais valeu a pena kkk

      Bjoss

      Excluir
  3. Oi, Veronica!
    Fico feliz que tenha curtido a leitura!
    Já ouvi falar muito dessa série do Felipe, mas apesar da curiosidade que a originalidade da história desperta, eu nunca tive realmente vontade de ler :/

    bjs
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee Bibs

      Que pena, mais mesmo recomendo a leitura para uma posterioridade.

      Bjoss

      Excluir
  4. Oii! Nunca tinha ouvido falar nesse livro.
    Gostei da sua resenha, mas não me interessei em ler. Mas com certeza vou presentear alguém com ele.
    E já aconteceu de um livro meu vim sem uma parte da página. haha é triste. Da um aperto no peito né? rs
    Mas adorei sua resenha e a saga pra conseguir o livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Carine

      Fico feliz que tenha gostado da resenha. Eu fiquei em choque olhando para a pagina por uns minutos, para acreditar no que estava acontecendo kkk

      Bjos

      Excluir
  5. Oi Verônica, tudo bem?

    Acho que o posto de desesperada por esse livro pode ser transferido para mim, pois já o desejo ardentemente. Fui lendo sua resenha e me encantando por cada parte dela. Eu nunca li nada que fosse voltado para o folclore brasileiro e confesso que dou bem leiga nesse assunto (experiência apenas na escola e também do Sítio do PicaPau Amarelo). Saber que o livro ainda engloba o universo de RPG (algo que me fascina) e fala de temas um tanto quanto polêmicos, já me faz querê-lo ainda mais.
    Preciso desse livro!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee Alice

      Venha para o clube das leitoras desesperadas kkkkk

      Recomendo muito a leitura, pois ela é super fluida, tem uma mensagem muito bacana incorporada na leitura e é uma fantasia super original.

      Bjokas

      Excluir
  6. Olá!

    Como assim tinha um buraco no seu livro?? É inadmissível! Ainda mais para uma editora como a Gutemberg. Mas que bom que não atrapalhou sua leitura. Não é meu tipo de leitura mas pra quem gosta é uma boa leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Ka

      Pois é kkk, mais infelizmente defeitos podem ocorrer, deve ter sido algum probleminha na máquina que passou despercebido e felizmente não fez isso com os outros livros. Já pensou?? Mais é sempre bom comunicar a editora, para uma melhoria constante.

      Bjoss

      Excluir
  7. Oii, tudo bom?

    Com certeza esse autor já jogou muito RPG, a história é digna de um. Parece muito interessante e gostaria de ler como colocaram os personagens do Folclore no nosso mundo.
    Quanto a todo o trabalho que teve para ler o livro, CARAMBA! Tinha que querer muito mesmo para não acabar desistindo.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee

      Sou uma leitora persistente hahahaha, a idéia do Felipe foi muito bacana e ele se saiu muito bem, e fiquei sabendo que os próximos são mais originais ainda, então pensa na ansiedade que estou para continuar a leitura? hahahaha

      Bjokas

      Excluir
  8. Oie amore,

    Parabéns pela resenha... mas dessa vez vou passar a dica, não sei se é algo que eu curta muito não.

    Beijoka!

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    É tão bom quando a gente encontra um livro que mexe com a gente assim né? Faz tempo que não leio nada que me empolgue assim e ler sua resenha me animou bastante. Já quero ler, com certeza, só espero ter mais sorte com o meu livro do que vc, kkkkk.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaaha espero que vc goste tanto quanto eu, e realmente tenha mais sorte!!!


      Bjoss

      Excluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!