Resenha #331 - Solteiro Sofre Demais - Bruno Godoi


Título: Solteiro Sofre Demais
Autor(a): Bruno Godoi
Editora: Empíreo
Páginas: 245
Nota: 5/5
Classificação +18

**Por Verônica Nielsen**

Pessoas usam os dedos no celular ao invés de usá-los nos órgãos sexuais alheios.

Olá! Tudo bem com vocês?

A resenha de hoje faz parte do #Desafio12MesesLiterários, aonde o tema proposto do mês de fevereiro, foi ler um livro de um Autor(a) Nacional.

A minha escolha, acabou coincidindo, com o autor que falamos bastante nesse mês, que é o Bruno Godoi (já pode pedir música no Fantástico) hahahaha, e o livro escolhido foi o Solteiro Sofre Demais.

O livro narra a história conturbada da vida de três malucos (bem malucos, aliás e por muitas vezes eu pensei: "Cara, o Bruno é mais doido do que eu imaginava") 

Larry: É o protagonista, trabalha como professor de literatura e sofre de uma doença psicológica (inventada pelo autor), diagnosticada como ESCS - EREÇÃO SÓ COM SAFADAS, só que ele acaba se interessando por uma religiosa virgem chamada Sasha, e desses fatores acabam contribuindo para o Larry não a considerar safada, e seu distúrbio se torna um agravante para a relação.
Caiu no culto é peixe com vinho. (...) Foi pra agenda : "Menina da Igreja". Lá tem "Menina da Padaria", "Ninfeta da Academia", "Coroa do Pastel", "Moça do Açougue."
Leo: Um engenheiro maluco, que fica na Nossa República, o dia inteiro construindo a mulher ideal - ele tira fotos de partes do corpo de mulheres que ele acha gostosas, e vai colando no teto do quarto, (é tipo um Frankenstein menos evoluído kkkk). O Leo tem várias manias esquisitas citadas ao longo da história, e dos três rapazes ele acabou se tomando o meu favorito, pois ao mesmo tempo que ele é muito estranho, é esperto e engraçado também.
Detalhe: Leo usa luvas pra cozinhar. Luvas do Lanterna Verde. Outro detalhe: são as mesmas usadas para se masturbar.
Freddie: É um guru que abre uma seita de Ioga Astral, posso dizer que é o mais "tranquilo" (se algum deles pode ser considerado assim), pois é o mais "paz e amor", devido a sua ideologia de vida, mais é outro doido também.
Freddie sussurra: "Vou pegar o Sopro Divino e misturar o chá. Façam um monte de areia e deitem igual aos outros. Se quiserem, podem cavar na região da cabeça e enterrá-la, simulando um avestruz, a ave mitológica."
E pensando bem, eles não são um trio e sim um quarteto, porém diferente dos demais é o único ser centrado, fofo, charmoso e equilibrado desse livro: A Ritinha 5, uma pinscher pequenina e pretinha, que não pode comer abacate e vômitos regurgitados.
Ritinha não deixou que falassem mais da sua morte pelas costas do cadáver. Ficou gritando até entenderem: "Au! Au,au". Leo entendeu: "Gente, Ritinha disse que ele tá vivo", se abaixou e conferiu o punho, "tá mesmo. Vivo. Tem sangue nas veias."


Eu gostei muito da leitura, foi uma forma bem diferente de ler, pois o autor utilizou o chamado Base 10, para compor a narrativa, sendo assim a história foi dividida em 77 capítulos e 770 parágrafos (quem acompanha os livros do autor já deve ter percebido que ele adora o número 7 - já que em outros dois livros do autor, foi utilizado esse número - Sete Cabeças e o Batalha dos Sete Reinos (que ainda não foi lançado - mais em breve será), e aliás ele foi sutilmente mencionado no Solteiro e eu captei a referência hahahahaha.
O Super-Homem pegaria a Lois, voaria e faria sexo voando (tem que ser muito maldito para fazer sexo voando).
E em breve essa referência ficará bem clara para vocês.

O livro traz também muitos momentos hilários, aonde esses rapazes passam por situações bem vergonhosas - de causar vergonha alheia.

"Procura a caixa de camisinha do tio-avô(...) Cadê, Leo?, você não encontra a caixa de Condom Látex." Leo explica "Acabou" Você apela: "Acabou como se ninguém transou aqui em casa?" "Fizemos balões(...) fizemos balões na praia com as camisinhas. Semana passada na lua cheia. Foi lindo." 


Em relação a diagramação, a capa é muito bonita e chamativa, as páginas são amareladas, a narrativa foi uma estréia para mim, pois são em aspas e itálico - algo que no primeiro capítulo eu estranhei um pouco, mais logo me adaptei e não encontrei nenhum erro de revisão.

Espero que gostem da leitura e até a próxima resenha.
"É tudo real, porém grande mentira."

33 comentários

  1. Verônica, miga sua louca! Amei a resenha! (Diana, contrata essa menina de vez!)
    Eu fiquei muuuuuito curiosa depois de ler essa resenha, porque já ri demais com as citações que você colocou, imagine com o livro todo? kkkkkkk
    Fora isso, sempre vejo vocês falando desse autor, então tô num nível hard de curiosidade! HAHAHAHAHA
    Curti demais a resenha Vê, acho que você me enganou e resenha tem bastante tempo escondido da gente! hahahahahaha

    Ansiosa pela próxima resenha ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk logo logo vc vira fã-girl dele Pri

      Bjossss

      Excluir
  2. Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado da resenha

      Bjosss

      Excluir

  3. Oie amore,
    Kkkk que título mais engraçado!
    Só por isso já leria... porque não sei o que é solteira (Graças a Deus rsrsrs).
    Parece um livro um tanto polêmico – só por isso já anotei a dica por aqui.
    Beijoka!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Grazi

      Na verdade ele não chega a ser polemico não, é mais para dar risadas mesmo rs

      bjuss

      Excluir
  4. Achei o título instigante, no entanto a resenha me fez ver que eu não gostaria da leitura. Não gosto quando o sexo é banalizado dessa forma, já de cara não gostei desse cara com a doença psicológica criada por ele mesmo, então creio que a leitura não fluiria para mim. Mas que bom que você gostou!

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kemmy,a doença não foi criada pelo personagem e sim pelo autor. Eu sinceramente não achei que o sexo foi banalizado no decorrer da história, pois não ocorre desrespeito e as situações são leves e engraçadas. Mais gosto é gosto.

      Bjosss

      Excluir
  5. kkkk Pior que estou aqui morrendo de rir desse livro tosco. Ain desculpa! Mas é tosco! Parabéns pela parceria!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eliziane, tudo bem?

      Você já leu o livro para ter uma ideia tão negativa assim? Pq aqui o que vi foi somente um comentário mal educado e desnecessário. Mais enfim, espero que você seja mais feliz nos próximas visitas.

      Beijinhos

      Excluir
  6. Ooi!
    O livro parece ter alguns pontos divertidos, mas parece também que transborda de coisas que não gosto. :( Por isso, não sei se leria. Talvez, se tivesse a chance, me arriscaria. Mas, no momento, o livro não chamou minha atenção positivamente.
    Beijoos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma questão de gosto mesmo Catrine, mais caso vc venha a ler espero que goste.

      Bjoss

      Excluir
  7. Caracaaa, esse autor parece ser incrível!!!
    Que personagens malucos, mas ao mesmo tempo ótimos!
    Fiquei super curiosa em relação a esse livro, sem contar que sua resenha está ótima.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Barbara tudo bem?

      Fico feliz que tenha gostado da resenha e espero que goste do livro.

      Bjoss

      Excluir
  8. COM CERTEZA TEM QUE SER MUITO MALDITO PARA FAZER SEXO VOANDO, kkk se em uma moto ja e tenso, imagine em voando hahhahahahhaa. com certeza irei comprar este livro, uma leitura calma e divertida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse trecho é referência para um outro livro do autor que será lançado, aonde realmente o personagem faz sexo no ar (sorry migo te dei um mini spoller hahahaha)e essa observação sobre a moto foi bem (huuuuuuuummmmmm) kkkkk

      Bjos

      Excluir
  9. Oi Diana, tudo bem?

    Eu já quero esse livro para ontem. Necessito! Já gargalhei com a primeira frase que você citou. Os três parecem serem bem loucos mesmo e esta doença é muito hilária. Fiquei muito curiosa para ler o livro, pois me parece ter uma grande carga de comédia, assemelhando-se aos vários filmes norte americanos que assistimos, como American Pie. Você me deioxu muito curiosa! Amei a resenha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Alice

      Vc captou exatamente umas das influências, que seria os filmes norte americanos como o que você citou ou por exemplo o Se Beber não Case. Ele é realmente um livro para se divertir.

      Bjoss

      Excluir
  10. Olá!

    Meu Deus, preciso dele logo!!! hahaha adorei essa premissa muito louca, com personagens que podem ser qualquer um de nós haha to apaixonada e parabéns pela resenha, aliás, já pode contratar o Bruno pra ser colunista do blog!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha Compre Ka

      É sobre ele ser colunista, o bichinho mal da conta dos contos dele, quem dirá ser colunista hahahaha

      Bjos

      Excluir
  11. Olá!
    Nossa eu super preciso/quero esse livro há muito tempo, acho a premissa muito interessante, e o autor é pura simpatia.
    Não vejo a hora de mergulhar nessa história maluca haha
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ray

      O livro é doido que nem o autor kkkk, espero que goste

      Bjoss

      Excluir
  12. oi Dih! Nossa, eu ri lendo sua resenha, principalmente no quote que fizeram balões com as camisinhas rsrsrs Parece ser um livro bem divertido e gostoso de ler. Fiquei curiosa para conhecer a história de todos eles, deve ser uma ótima leitura, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A parte do balão é uma das melhores kkkk

      Espero que goste

      Bjoss

      Excluir
  13. Oie!
    Esse livro parece ser bem safadinho, hein?
    Gostei de conhecer suas impressões sobre a obra e confesso que fiquei meio chocada com os personagens, principalmente, o que faz mulheres Frankensteins, achei isso hilário, de certa forma. Parece ser um livro que faz o leitor dar muita risada e agrada.
    Apesar do choque inicial vou anotar a dica.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna

      Sinceramente não achei ele safadinho não, tem uma cena ou outra mais o autor não detalhou,ele focou na comédia

      Bjoss

      Excluir
    2. Oi Bruna

      Na verdade eu não achei ele safadinho não. Tem umas cenas ou outras mais o autor não detalhou, focando mais na comédia mesmo.

      Bjos

      Excluir
  14. Olá! Que bom que gostou da leitura. Não conhecia essa base 10, deve ter dado um trabalho seguir o padrão que ele estabeleceu. Realmente a capa está chamativa. Dica anotada. Beijos'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não teria paciência para escrever na base 10, tbm não conhecia a técnica e achei bem interessante.

      Bjoss

      Excluir
  15. Deve ser um livro realmente divertido, mas não sou muito fã desse tipo de leitura. Pelas descrições dos personagens eu dificilmente me identificaria com as atitudes de algum deles, e acho que teria um pouco de dificuldade de aceitá-las também. Claro que só é uma impressão, porque não li, mas não acho que curtiria do jeito que você curtiu. Ri do quote dos balões com as camisinhas.. hahahahaha....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju

      Já é um começo gostar do quote kkkk,mais quando não é nosso estilo realmente não adianta forçar, o livro pode ser maravilhoso para alguns e não causar a mesma impressão em outros.

      Bjoss

      Excluir
  16. Oi, tudo bem?
    Nunca ouvi falar do livro e nem do autor.
    Confesso que, apesar do livro parecer ser bem engraçado, ele não me chamou muita atenção. Me pareceu meio aqueles filmes comédias dos Estados Unidos qie não têm nada com nada.. Enfim.
    A Batalha dos Sete Reinos já me chamou mais atenção pelo título. Quem sabe eu leia quando lançar.. Haha
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee Nathalie

      Ele lembra mesmo os filmes de comédia americana e é bem doido, mais é divertido kkk, não é um tipo de livro para reflexão, ensinamentos e afins, é para se distrair e dar risadas. O Batalha tá quase ai e espero que você goste dele realmente.

      Bjosss

      Excluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!