Resenha #329 - A Rainha Vermelha - Victoria Aveyard


Título: A Rainha Vermelha
Autor(a): Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Páginas: 422
Nota: 5/5

Ele põe as mãos nos meus ombros e me segura firme à distância de um braço. Não dói, mas fico chocada como se doesse.
-Não faça isso comigo, Mare. Não me faça acreditar que existe uma saída. Não me dê esperanças.
Mare está com seus quase 18 anos, mas ela já sabe de sua sina, ela vai lutar na guerra, porque não tem uma profissão e nunca quis ir em busca de uma. Ao contrário de sua irmã, que aprendeu o ofício de costureira e está indo muito bem com isso.

A multidão se move e eu me deixo ser arrastada pela corrente humana. Minhas mãos entram e saem num só gesto, sempre toques rápidos. Umas notas do bolso de um homem, a pulseira de uma mulher, nada muito grande.

Mare e sua família são vermelhos, destinados a servir uma elite preteada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mesmo que não esteja muito contente com esta situação, Mare tenta ajudar a sua família como pode, depois que seus irmãos foram convocados para a guerra.

O povo de Norta não conheciam muito bem a paz. Os vermelhos estão acostumados a trabalhar arduamente e a servir os prateados, mesmo contrariados. Os prateados são os beneficiados de um bom conforto em cima de todo o trabalho árduo dos vermelhos. 

Mas o que os vermelhos podem fazer diante dos prateados? Pois eles tem poderes especiais como manipular fogo, controlar o clima e ler a mente dos outros. Diante disso eles ficam impotentes para tentar algo, então baixam as suas cabeças e se submetem ao trabalho e vão para a guera.

Todos os prateados são altos, lindos e frios. Caminham com uma elegância sem pressa que nenhum vermelho jamais poderia ter. Simplesmente não possuímos tempo para andar desse jeito.

Quando menos percebe, Mare recebe uma ajuda completamente inesperada e quando dá por si, está trabalhando como criada no palácio de verão do rei. No seu primeiro dia, Mare começa trabalhando na Prova Real. Um evento realizado para a escolha da próxima princesa. Neste evento as moças das casas em que representam, mostram suas habilidades e poderes, afim de conseguir a atenção do príncipe. 

-Quer dizer que sua jornada de trabalho aqui vai ser longa. Não sei quem contratou você ou o que disseram sobre o emprego, mas cedo ou tarde você sente o peso. Não é só trocar lençóis e fronhas e lavar pratos. Você precisa olhar sem ver, ouvir sem escutar. Somos objetos aqui, estátuas vivas feitas para servir.

E é no meio disso tudo em que um acidente acontece e Mare se salva com um poder que ela não conhecia até aquele momento. Mas como? Mare é uma vermelha e isso seria impossível, mas o rei para encobrir esta falha, a obriga assumir um papel de uma nobre prateada de uma casa extinta. Mare fica perdida e sem saída, então ela aceita, porque acredita que com  isso pode proteger as pessoas que ela ama. 

Como com faíscas, meus nervos cantam, reanimados por uma espécie de fogo interior. Ele se agita dentro  de mim, atrás dos olhos, debaixo da pele, até que me sinto mais eu mesma. E, então, emana de mim puro poder e energia.

Neste caminho de "princesa prateada" Mare conhece os dois príncipes, cada um com uma personalidade diferente. Um é obstinado, fiel e perfeito. O outro anda pelas sombras, completamente reservado e observador. Mas ambos tem seus segredos e só lendo esta história para descobrir quais são e os caminhos que leva Mare nesta nova condição de vida.

Eu amei essa história e ainda não consigo entender porque demorei tanto tempo para pegar este livro para ler e o resultado disso? É que eu preciso da sequência para ontem. Cara que leitura maravilhosa, fiquei completamente presa na trama e muitas vezes sem respirar e só percebia isso quando precisava puxar o ar. Victoria conseguiu me surpreender em vários sentidos e embora eu tivesse as minhas desconfianças, eu fui com a Mare e no final fiquei bestificada com a reviravolta que se deu.

Mare conseguiu me fazer gostar dela em todos os momentos. De uma vida miserável e difícil a uma nobre "prateada." E não pensem que conviver naquele palácio era tudo muito fácil, a garota passou por algumas dificuldade e muitas vezes só conseguia pensar na sua família e na vida que tinha. Ela sabia que estava tendo uma chance, mas seus instintos gritavam que ela deveria correr de tudo aquilo o quanto antes.

Aqui nesta história descobrimos que bem sempre as pessoas que estão por cima vivem em perfeita harmonia. A inveja é mais forte e as vezes os colocam em situações onde a confiança em testada a quase todo momento. 

Eu gostei muito da personalidade de nossa protagonistas e mesmo ficando consternada com algumas situações, fiquei muito brava com ela em outras, mas entendi completamente suas ações e muitas vezes mergulhei junto com ela em suas atitudes.

Falar dos príncipes é mais difícil, porque cada um tem a sua personalidade e ambas são bem fortes, a diferença é que o Cal é mais evidente porque ele é o futuro rei e suas responsabilidades são muitas e de alto escalão. Ele é forte, bonito, fiel e a perfeição aos olhos de todos os prateados. Já Marven é bem reservado e mais tímido. Ele fala pouco, mas é muito observador. Ambos tratam Mare super bem, ela se sente até protegida por eles, mas sempre sente que eles escondem algo e não sabe até que ponto pode confiar neles. 



A diagramação do livro está bem bonita, essa capa prateada e a coroa pintada de sangue. Quando você abre o livro tem umas formas em arabesco e galhos desenhados e o brasão dos prateados. A entrada dos capítulos estão bem simples, mas as folhas são amareladas e a fonte em um tamanho médio bem confortável para a leitura. No livro veio marcador embutido que eu consegui recortar sem danificar a orelha e acredito que todos os livros da seguinte vem com os marcadores, o que acho ótimo! 

Eu recomendo demais a leitura para os amantes de distopia, porque o livro é completamente distópico e com todos os elementos necessários para prender o leitor do inicio ao fim. Victoria foi sábia em construir este enredo e ao contrário de algumas resenhas que li que encontrou mais do mesmo, eu vi aqui um diferencial. Todas as distopias tem a essência futurísticas, mas as histórias são diferentes e aqui sangue vermelho e prateados disputam uma guerra entre si.

Viraram-me do avesso, trocaram Mare por Mareena, a ladra pela coroa, trapos pela seda, vermelho por prateado. Esta manhã, eu era uma criada; à noite, sou princesa. O que mais mudará? O que mais perderei?
Xero no coração de todos!!!!!

26 comentários

  1. Olá!
    Também curti muito esse livro. Muita gente critica a continuação dele, então estou com medo do que vou encontrar lá!
    Gostei demais do mundo que foi criado, as batalhas entre eles e do romance que foi desenvolvido <3

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiê... eu também ouvi algumas críticas referente a continuação, mas vou dar minha cara a tapa e ler, vai que eu goste haha.

      Excluir
  2. Oi! Que resenha maravilhosa, me deixou com mais vontade ainda de ler o livro. Eu acho a capa e sinopse bem interessante. Agora fico imaginando se ela vai se envolver com algum príncipe e quais são os segredos por detrás do sangue prateados e vermelhos. Bjos ♥️


    Click Literário 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá... muito obrigada!!! Fico muito feliz por ter gostado. Pois menina, o que posso dizer que o ritmo desta leitura foi frenético rs.

      Excluir
  3. Oi, Di!
    Eu cheguei a curtir esse livro, mas abandonei no segundo. Era muito mimimi dessa Mare pro meu gosto hahhahah
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras
    Sorteio Literário de Carnaval

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Menina! TÕ namorando este livro faz tempo! Ainda não conseguir pegar pra ler sem culpa (leituras atrasadas de parceria) rs
    Sua resenha também me fez sentir culpada por não ter lido ainda. Oh Vida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcia, sei como é... eu passei um ano para ler, quando vi a capa brilhando não resisti haha.

      Excluir
  5. A vida de Mare Barrow não está nada boa, uma vez que ela não faz parte dos que tem o sangue prateado!! Ela tem que roubar para ajudar a sua família!! Porém, apesar de ela não ter o sangue prateado, ela tem poderes? Mas como isto é possível?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Francisca, pois é quando ela pareceu com os poderes essa pergunta ficou matutando na minha cabeça... mas nos finalmente do livro as coisas realmente ficam mais claras. Xero!

      Excluir
  6. Amei sua resenha!!! E que bom que você curtiu o livro! Eu estou louco para ler essa série. Tenho 3 livros e já estou querendo o que será lançado em março! Todos falam muito bem da série e por isso os comprei, estou com mais vontade de lê-los depois de ver sua opinião. Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Wes, pretendo comprar os demais livro logo, porque fiquei muito curiosa com o desfecho e preciso saber logo o que vem a seguir rs. Que bom que de alguma forma eu consegui te incentivar a ler logo rs. Xero!

      Excluir
  7. Olá, tudo bem?
    Olha, eu iniciei esse livro ano passado, mas achei que não estava fluindo muito bem na época, mas depois dessa resenha maravigold, preciso retomar a leitura para ontem!
    Amei os trechos que escolheu.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ray, obrigada!
      Que bom que curtiu a resenha e a escolha dos quotes, eu os achei formidáveis e com um bom encaixe na resenha. xero!

      Excluir
  8. Oi Diana, tudo bem?

    Eu amo distopia, sou simplesmente fascinada pelo gênero, pois gosto de ver como os autores imaginam o futuro e sua sociedade. Eu tenho um certo receio com esta obra, pois todas as pessoas elogiam e tenho medo de não gostar. Pela sua resenha, acho que curtiria a história, pois tem muitos elementos que me cativaram. Sua resenha ficou fabulosa e fiquei com muita vontade de ler! Parabéns!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alice,
      Então eu também tinha esse receio, tanto que fiquei um ano sem pegar no livro para ler esperando terminar a febre e não me arrependi, escolhi o melhor momento para ler, talvez ainda não seja o seu, mas tente iniciar a leitura sem tantas expectativas para tentar se surpreender. Xero!

      Excluir
  9. Estou como você esteve, comprei o livro e nem tirei do plástico ainda, está lá, esperando eu terminar as parcerias para poder desfrutar da leitura, mas até hoje... Não teum uma resenha que não fale bem do livro, seja da edição linda, seja da história bem montada. Quero mesmo poder encerrar as aprcerias logo para pegar o livro e as continuações. Tomara que você consiga ler os outros rapidinho tb! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nu, sei bem como é a questão de parcerias, mas sinceramente até estou curtindo ainda não ter passado em algumas seleções, pois esse é o ano crucial da minha faculdade e eu quero ler bastante livro livremente sem esta pressão, que acabamos tendo, mesmo que façamos com prazer. Xero!

      Excluir
  10. Olá!

    Pelo visto, só eu não curti a história... Eu li e achei tão mais do mesmo, e a Mare me deixou muito irritada, que garota sonsa! Tomara que você consiga ler os demais, tenho que admitir que a edição ficou incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que pena Ka que a leitura pra ti não funcionou, para eu não gostar de uma distopia, sei lá ela tem que ser muito ruim mesmo... rs

      Excluir
  11. Olá!!

    Gostei bastante do post me fez querer ler esse livro. Confesso que já ouvi falar muitas coisas desse livro e algumas não são boas, acho que por isso venho adiando a leitura dele, no entanto gosto de ler e ter minha pro´prias impressões e essa resenha de trouxe de novo a vontade de ler. Espero esse ano conseguir ler.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ka,
      Espero que consiga ler e que você tenha uma boa leitura!

      Excluir
  12. Olá Di!
    Gosto muito de livros distópicos e estou curiosa para ler esse, mas tenho um pouco de medo, sabe? Achei bem legal as suas impressões e fiquei só preocupada por você ter achado que algumas atitudes tenham te deixado consternada. Apesar disso, acho que é uma leitura que vale a pena e vou anotar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna.
      A maioria das distopias me deixam consternadas pelos acontecimentos e pela vida que algumas pessoas são obrigadas a viver, é tão complicado e injusto. Mas enfim rs.

      Excluir
  13. Oie amore,
    Tenho visto várias resenhas desse livro, ainda assim não é um livro que eu esteja muito a fim de ler não. Mesmo você mencionando que amou a história, pra mim acho que não vai rolar nesse momento, então, passo a dica!
    Excelente resenha, parabéns!
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  14. Oi Diana!
    Sou fão de carteirinha dessa série e estou louca pelo desfecho, que vai ser publicado esse mês. Adoro a Mare e a maneira como ela cresce ao longo da história. E os príncipes são muito fofo, mas prevejo reviravoltas para os próximos livros.
    Bjs!

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!