Resenha #325 - Magnus Chase e os Deuses de Asgard - Rick Riordan


Título: Magnus Chase e os Deuses de Asgard #1
Autor(a): Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 448
Nota: 5/5

**Por Verônica Nielsen**

Escolhido por engano, não era sua hora
 Um herói que, em Valhala, não pode permanecer agora
 Em nove dias o sol irá para o leste
 Antes que a Espada do Verão a fere liberte.

Olá tudo bem com vocês? 

Hoje vou apresentar a vocês o livro - Magnus Chase e os Deuses de Asgard, do escritor Rick Riodan - autor dos livros das séries Percy Jackson e os olimpianos e os Heróis do Olimpo.

Mas desta vez, ele trouxe um novo personagem chamado Magnus Chase e com ele a mitológia nórdica, e tudo começa quando o Magnus morre... sim o personagem principal MORRE e não... eu não estou dando spoilers.

A não ser que tenham o desejo insano de ver guerreiros mortos-vivos fazendo picadinho um dos outros, espadas enfiadas na narina de gigantes e elfos negros em roupas sofisticadas(...) Meu nome é Magnus Chase. Tenho dezesseis anos. Está é a história de como minha vida seguiu ladeira abaixo depois que eu morri.

A vida de Magnus começou a virar uma loucura, após sua mãe falecer em um incêndio, aonde Magnus presenciou fatos estranhos que ninguém acreditaria, e por não conhecer o pai e não confiar em seus parentes resolve ir morar nas ruas aonde faz amizade com Blitz e Hearth, e eles lhe contam quem são as pessoas que estão procurando por ele. E ele acaba descobrindo que uma destas pessoas é alguém que sua mãe sempre o alertou para ter distância... seu tio Randolph. Porém, a curiosidade o leva a investigar a casa do tio e isso desencadeia revelações malucas e faz a vida de Magnus ficar mais louca ainda. 

Seu tio explica que ele possui uma herança, herdada pelo pai que nada mais é do que a Espada do Verão, uma arma poderosíssima que muitos estão a procura. Porém, como já contei, Magnus morre e após sua morte ele é escolhido para morar em um hotel que na verdade é Valhala (o paraíso para guerreiros a serviço de Odin) e se torna um einherji (soldado do exército de Odin) aonde ele tem como missão treinar para o Ragnarők (dia do Juízo Final) e ai que a história realmente começa. Mas, as coisas não saem exatamente como o esperado.

A questão do destino, Magnus, é a seguinte: mesmo que não possamos mudar o cenário, nossas escolhas podem alterar os detalhes. É assim que nos rebelamos contra o destino, como deixamos nossa marca. Que escolha você vai fazer?

Por mais que eu tenha adorado a leitura - tanto que dei cinco estrelas, foi um livro muito difícil de ler, tanto que eu iniciei a leitura por volta de Novembro do ano passado, parei de ler, pois me perdi toda, voltei a ler na metade de Janeiro e só terminei agora. Os capítulos são super curtos, mais é um livro de 439 páginas aonde acontece MUITA coisa, a leitura é gostosa e em nenhum momento fica parada, mas se você não se atentar, a leitura acaba se perdendo. Os deuses nórdicos mais conhecidos da Mitologia aparecem no decorrer da história (Loki e Thor), principalmente o Loki (que eu adoro kkk).

Eu gostei muito da personalidade do Magnus, ele é muito irônico e engraçado.

Sou nerd, sim, e dai? Me processe. Pois é, até os garotos de rua vêem TV às vezes...

E se eu fosse escolher somente quotes das falas desse personagem a resenha não teria fim.

Depois pensei melhor: Não Satanás seria considerado desleixado perto dele. Esse cara é tipo o consultor de moda do Satanás.

É... realmente não teria fim: 

Quando digo que a serpente abriu os olhos, na verdade quis dizer que ligou faróis verdes do tamanho de camas elásticas. As íris brilhavam com tanta intensidade que tive certeza de que veria tudo tingido da cor de gelatina sabor limão pelo resto da vida.



Em relação a diagramação, a capa é muito bonita e totalmente condizente com a história, as páginas são amareladas, as letras são de um tamanho normal e confortáveis para a leitura e não encontrei erros de revisão.

O livro possui no início um sumário, e me chamou muito atenção os nomes dos capítulos como por exemplo: "Eu sempre quis destruir uma ponte", "Venha para o lado negro da força, temos jujubas", "Um lindo cruzeiro homicida ao pôr do sol" entre outros e também dispõe no final do livro de um glossário, para auxiliar a compreensão sobre os "termos nórdicos".

Oi pessoal. Sou Magnus e sou um einherji. Se não vamos estudar geometria, podemos conversar sobre como vamos encontrar a Espada do Verão?

Bom espero que gostem da leitura também e até a próxima resenha.

24 comentários

  1. Oiii Dih

    Ainda não pude conferir nada publicado pelo Rick Riordan, embora sou fã do Percy por assistir as adaptações com o Logan Lerman.
    Magnus me chama muito a atenção, até porque ja me disseram que é cheio de personalidade, o tipo de protagonista com quem empatizamos rapido. Fica dica anotada pra quando surgir uma oportunidade de conferir.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc vai se apaixonar por ele desde a primeira página. É um personagem muito legal.

      Bjoss

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. Oi, meninas!
    Realmente ele é um livro grande.. O bom é que são capítulos pequenos. Mas a continuação, O Martelo de Thor, já é menor. Ainda bem.
    Eu adorei o Magnus. Cada vez que ele abria boca, eu morria de rir.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom né? Kkk eu me diverti bastante com ele também.

      Bjoss

      Excluir
  3. Olá, tudo bom? Eu li a série Percy Jackson e os olimpianos desse autor e gostei muito, eu já tenho Magnus Chase na minha lista para ler, e espero pode ler em breve e gostar tanto quanto você gostou. Adorei a resenha <3

    Beijos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda não tinha lido nada do autor e em contra partida não vi os filmes pq ainda quero ler os livros (por mais que eu saiba que a história do filme foi pouco baseado no livro), gostei muito da escrita do autor e pretendo ler outros livros dele brevemente.
      Bjoss

      Excluir
  4. Oi, eu tenho esse livro em casa e ela faz parte da minha TBR desse ano. Meu marido ama os livros do Tio Rick e lógico que acabei me envolvendo nisso também, kkk. A história parece mega legal, estou ansiosa para ler.

    ResponderExcluir
  5. Oiii
    Acho que o Rick gosta mesmo de mitologias heim.. rsrs
    Esse livro me lembra muito o Percy Jackson. Eu gosto de uma boa fantasia, bem feita e estruturada e com muito história. Esse livro tem um ar meio juvenil que não rola pra mim.. rsrs
    Valeu pela dica.
    Bjoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thamires

      Ele realmente é bem juvenil (o que diferente de você, eu amo) e sim o autor ama mitologias e manda muito bem na pesquisa.

      Bjos

      Excluir
  6. Amo livros que traz sumário 😍😍
    Apesar do tempo que você levou para ler, imagino que a leitura realmente tenha sido gratificante. No momento, o livro não me chama tanta atenção. Quem sabe mais para frente.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. O glossário desse livro é ótimo kkk

      Bjos

      Excluir
  7. Oi Veronica, tudo bem?

    Vejo muitas pessoas elogiando esse livro, mas nunca tinha parado para ler uma resenha do mesmo. Não sei se a leitura me prenderia (nunca li algo que envolvesse mitologia), mas pretendo ler primeiro PJ e me adaptar a este universo e quem sabe leio este mais para frente né?! Acho que a quantidade de informações me atrapalharia também, sou de ficar meio perdida haha Ótima resenha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alice tudo bem?

      Eu curto mitologia, mais a Nórdica eu só conhecia dos filmes da Marvel (que é bem irrelevante) kkk fico feliz que tenha gostado da resenha.

      Bjos

      Excluir
  8. Olá, tudo bem?
    Nunca tive vontade de ler nada do autor, sei lá, achei a resenha muito boa e bem detalhada, mas vou passar a dica dessa vez.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Olá!!!
    Essa capa é lindíssima, sou apaixonada por ela. Bom eu já tendei ler Percy Jackson, mas por não ter gostado tanto da escrita eu acabei desistindo, porém estou com vontade de voltar a ler e quem sabe incluir mais esse na lista!!! Adorei o post.



    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já gostei da escrita, foi o que me chamou mais atenção.

      Fico feliz que tenha gostado da resenha

      Bjosss

      Excluir
  10. Nunca tive oportunidade de ler algo do autor, mas tenho a série Percy Jackson aqui e pretendo começar meu contato com ele por ela. Não sabia que Magnus Chase tratava da mitologia nórdica, é uma mitologia que tem me interessado cada vez mais e isso só me deixou com mais vontade de ler a obra.

    ResponderExcluir
  11. Olá Veronica,
    Ainda não li esse livro, mas tenho muita vontade, pois gosto demais da escrita do Tio Rick, principalmente, após ler Percy Jackson.
    É uma pena que a leitura tenha sido difícil, pois eu sempre pensei que esse livro seria mais rápido, como outros do autor.
    Estou bem curiosa para saber como a estória acontece e vou anotar a dica.
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna

      Acredito que a escrita dele não tenha sido o empecilho e sim o meu momento de leitura rs

      Bjosss

      Excluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!