Resenha #319 - Estrela da Manhã - André Vianco


Título: Estrela da Manhã
Autor(a): André Vianco
Editora: Calíope
Páginas: 280
Nota: 5/5

Rafael olhava incrédulo para o copo sobre a toalha de mesa branca. A casa dormia e ele, sozinho com o barulho da geladeira, rasgava a madrugada em busca de ajuda do outro lado. O lado onde os vivos não podiam ir enquanto estivessem vivos, mas de onde os espíritos bravos e aventureiros podiam voltar se fossem corretamente evocados. Inclusive o seu pai.

Olá pessoas, tudo bem??

Hoje eu venho com mais uma resenha nacional e estou a cada dia mais feliz de ler livros nacionais, pois temos muita gente boa por ai, vão vendo só as resenhas que sairão este ano rs.

Nem sei por onde começar esta resenha. Para ser bem sincera, quando comprei este livro, parti da premissa que era do meu autor favorito: André Vianco. Também porque, o acompanhei nas postagens em suas redes sociais e um pouco do seu processo de escrita, mas não tinha a menor ideia do que esperar do enredo e o do desenvolvimento da história.

Rafael é um menino de 11 anos, que mora com a mãe e o irmão. Ele é um menino de bom coração, mas vive muito solitário. Só tem uma melhor amiga: a Renata, e mesmo com toda essa amizade, ele ainda se sente só com relação a família. Pois o irmão não conversa com ele e o maltrata, não lhe dá atenção e nem conselhos. Sua mãe só pensa no status do trabalho, não dá a menor importância para os sentimentos dele. Nunca faz nada ao seu favor e sempre acha que as coisas que acontecem com ele não é suficiente para ser levado em consideração.

Rafael também sofria bullying na escola. Ele era perseguido por Maguila e seus amigos. Sofria de tudo, desde de xingamentos até apanhar deles. Ele era dito como covarde, que não tomava atitude, mas na realidade Rafael, não curtia brigas, não gostava de violência, mas o sentimento de medo e solidão, estava fazendo seu pequeno coração endurecer e ficar raivoso. Ele queria se livrar de todo mundo que causava esse tipo de coisa pra ele, na verdade ele só queria paz.

Rafael de verdade (apesar de muitas vezes desejar e até sonhar com isso), não acreditava que a violência resolveria seus problemas.

Depois do falecimento de seu pai, a coisas ficaram piores em casa e o que ele mais queria era falar com ele. Por esse motivo, Rafael começou a estudar o oculto. Aos mexer com isso, ele queria só enviar ao seu pai um pedido de socorro. Rafael lia muitos livros, fazia muitas pesquisas na internet, tudo para ser ouvido pelo pai do outro lado.

Rafael sentia-se frustrado e sozinho. Até quando conseguia chamar a atenção do além, era ignorado. Estava numa cela onde não via as trancas, mas sentia-se cada vez mais sufocado.
-Pai, me escuta. É seu filho, Rafael. Eu preciso de você. Eu preciso de sua ajuda.

Nessas suas pesquisas, finalmente Rafael conseguiu achar um site que iria ajudá-lo, pelo menos a primeiro momento com relação as pessoas com as quais ele não estava indo muito bem. Ele precisava de um guardião para protegê-lo principalmente de Maguila e sua gangue. Neste site, Rafael, conseguiu comprar o Estrela da Manhã, ele iria protegê-lo por sete dias, das pessoas que causavam mau para ele. Antes disso ele precisava dar ao seu novo guardão sete nomes. 

Estrela da manhã parecia mesmo uma criatura das trevas mais obscuras. Tinha dentes imensos que escapavam de seus lábios e um par de chifres de dar inveja em qualquer diabo. Seu corpo era alto e curvo, parecia coberto por um couro grosso. Seus olhos eram fundos e escuros, como se a noite de escondesse dentro deles.

Rafael ficou encantado com a promessa de que tinha um guardião, que agora ele estava protegido e poderia ficar em paz. Estrela da Manhã estava ao seu lado e cuidaria dele contra tudo e contra todos, até quando a primeira morte aconteceu.

Precisei de um pouco de ar após a leitura desde livro... eu vinha de uma resenha não muito positiva... e precisava saber porque aquele leitor não tinha curtido tanto. Mas como cada leitor tem uma percepção diferente sobre uma obra, ainda bem que resolvi ler, porque eu simplesmente amei.

Vianco construiu personagens maravilhosos, bem desenvolvidos e críveis. Eu fiquei completamente apaixonada pelo Rafael. Ele é uma criança incrível e tudo que ele queria era atenção e amor, como toda criança nesta idade, ainda mais por ter perdido o pai e sua única referência masculina era seu irmão, que o tratava que nem lixo e isso me deixou extremamente irritada. 

Encontrei um pouco de horror pelo fato de Rafael mexer com o ocultismo, mas nada muito pesado que cause pesadelos e tire uma noite de sono, muito pelo contrário, a leitura flui de uma maneira natural e quando você percebe, está lendo em um frenesi de acontecimentos só querendo que as coisas se ajeitem pra ele. 

Os personagens secundários foram extremamente importantes para que a história se desenvolvesse melhor, eles foram cruciais. Vianco está de parabéns. Eu sou suspeita em falar por gostar muito de seu jeito de escrever e ainda bem que até agora, não encontrei nada que dissesse ao contrário, tenho curtido muito o que ele tem escrito.



A diagramação do livro está simples, a capa completamente condizente com o enredo, as folhas são amareladas e a fonte em tamanho médio, confortável a leitura. 

A moral da história é: cuidado com o que você deseja! Mas toda a criança por mais esperta que seja e por mais conhecimento que adquira ainda é uma criança, portanto ainda tem o seu lado inocente das coisas. Rafael, só queria paz e proteção daqueles que lhe causavam dor, o que veio não foi exatamente o que ele pediu e o desenrolar disso tudo, se deu em uma história dinâmica, cheia de adrenalina, medo, angústia, horror e principalmente coragem, uma coragem que ele não conhecia que tinha, uma coragem movida pelo desespero. Eu recomendo demais essa leitura para quem gosta de todos os quesitos que compuseram esta resenha. 

Tentou levantar a cabeça, mas ela parecia pesar cem quilos. O que estava acontecendo? Aquele teto não era do seu quarto. Aquele cheiro não era de sua casa. Vozes vinham de longe, distantes, sem fazer sentido. Seu corpo todo estava dolorido, como se estivesse sido atropelado.
Xero!!!!

28 comentários

  1. Oi, Di. Eu fico tão feliz quando vejo que os autores nacionais estão evoluindo cada vez mais. Não conhecia o autor mas tenho a impressão que já ouvi falar do livro. Tenho amigo que mexem com misticismo e não sou muito fã dessas coisas, então não sei bem se essa leitura seria a melhor para mim. Claro que a forma como o autor aborda isso torna tudo mais agradável mas ainda não sei se o gênero é minha praia. Mesmo assim, fico feliz que tenha gostado.
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi, tudo bem??
      Eu te entendo... tem assuntos e temas que realmente temos mais afinidades do que outros... eu sou muito fã do André... e sempre que dá estou em um evento dele... mas eu acho que ele tem medo de mim porque eu persegui ele na bienal mas enfim hahahaha é normal... Xero!

      Excluir
  2. Oi, Di!
    Eu vi algumas resenhas negativas sobre o livro, mas ainda assim quero dar uma conferida porque curti a premissa.
    Realmente temos de ter cuidado com o que desejamos.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu... eu resolvi lê-lo exatamente por causa das resenhas negativas que li... eu já o tinha, inclusive autografado... mas estava esperando uma oportunidade certa, mas diante daquelas resenhas passei ele na frente e me surpreendi e no fim me arrependi por ter demorado tanto... Xero!

      Excluir
  3. Eu aqui :)

    Já li esse livro e AMEI a história. E sua resenha está perfeita. O livro fala de ocultismo sim, mais nada assustador realmente e é cheio de ação. Para variar o André acertou em cheio !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Miga sua linda..
      Verdade o cultismo não é tão pesado e para quem tem medo de horror, pode ficar tranquilo que a leitura é muito boa... mas eu sou suspeita em falar né... quando se fala de Vianco... mas a sinceridade é tudo... e eu continuo com a premissa de que deve ser falado o que se sente e eu amei ler... Xero!

      Excluir
  4. Gosto muito de ver resenhas de nacionais em blogs! A maneira que você escreve é ótima, coloca citações do livro e isso desperta mais o interesse do leitor.
    Esse livro parece ser interessante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Débora... Obrigada pelos elogios... eu amo resenhar... adoro colocar quotes... esse livro é maravilhoso recomendo demais a leitura dele. Xero!

      Excluir
  5. Confesso que esse gênero não me atrai muito mas esse livro tem uma premissa incrível, e sua resenha me deixou ainda mais curiosa. Esses nacionais nos surpreendem cada vez mais rsrs
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá... Bárbara... eu acho que esse livro é um ótimo começo para quem não está acostumado com algo mais pesado. Se tiver a oportunidade de ler... pode ir sem medo rs. Xero!

      Excluir
  6. Oi, Diana.
    O livro parece ter uma história com grandes aventuras vividas por uma criança; O livro não é o que eu costumo ler mas fico feliz em ver em muitos blogs resenhas de livros nacionais e mais feliz em saber da grande diversidade que esses novos autores têm nos apresentado.
    Parabéns pela resenha.
    Bjoo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá... Thamires, muito obrigada... é verdade cada vez que visito um blog e que tem uma resenha nacional... fico super feliz por esse incentivo... Xero!

      Excluir
  7. Olá! Livros do André Vianco parecem ser super interessantes, eu tenho alguns aqui em casa, mas ainda não li! Mas agora fiquei com vontade de ler <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá... Natali, menina começa a ler algo logo... ele tem uma escrita viciante xero!!!!

      Excluir
  8. Olá.
    Eu nunca tinha ouvido falar deste livro, mas agora que você me falou dele, com certeza vou procurar para comprar e ler. O livro me interessou e fiquei curiosa para sabre o que vai acontecer. Eu nunca li nada do André Vianco, mas acho que vou começar por esse. Espero amar tanto quanto você.
    Adorei a resenha.
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá... Mychelle.... ótima escolha em começar com este... a leitura flui rapidamente... e você vai curtir, porque o livro não é parado. Xero!

      Excluir
  9. Li alguns livros do Vianco, os dos vampiros, e até gostei da leitura, apesar de ter me sido um pouco estranho vampiros com sotaque português (mas era pq somos bombardeados com cultura norte-americana). Não sei pq não li mais nada do autor, pura falta de tempo mesmo, mas gostei muito da premissa desse livro. Adoro enredos que mexem com ocultismo (sabe, sou fá de Stephen King, já viu) Vou dar uma chance a esta leitura que te cativou tanto! Valeu a dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nu... olha que li Os Sete e amei... pretendo reler pra ver se trago a resenha aqui no blog... eu gosto muito do André Vianco... ele é sempre muito atencioso com os leitores... se puder ler esse você vai gostar muito... Xero!

      Excluir
  10. Oie amore,
    Nossa li André Vianco uma única vez na adolescência na casa da minha tia, mais não consegui terminar o livro, confesso e lembro que até que estava gostando, mais não deu pra terminar.
    O legal e diferencial nesse livro que eu já gostei é o bullying – assunto muito pertinente para os dias atuais.
    Dica anotada aqui pra quem sabe ler futuramente!
    Beijokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Grazi... Eu gosto muito da escrita do André Vianco... eu sou suspeita em falar... Espero que você tenha a oportunidade de retomar a leitura ou começar por este. Xero!

      Excluir
  11. Olá
    Sempre que leio uma resenha do livro do André Vianco é assim ou 8 ou 80. Ou o leitor amou ou odiou; não sei porque mas acredito mais em que amou a história, a obra dele é bem algo que eu leria sem medo.
    Ótima resenha
    Beijuh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Renata!
      As obras dele são ótimas, todas que li gostei muito não é atoa que sou mega fã dele rs... Xero!

      Excluir
  12. Ainda não conheço a escrita do autor, mas só vejo opiniões positivas a respeito de suas obras. Ainda bem que você seguiu a leitura para ter sua própria opinião. Eu também acho que cada leitor age por identificação, cada leitura é uma experiência, então, se gosto do enredo, corro o risco.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tammy...
      Concordo plenamente com você... quando você lê várias opiniões sobre um livro e ele está dentro da temática que você curte... então deve ler... para tirar suas próprias conclusões... Xero!

      Excluir
  13. Esse genero não me chama atenção, porem como nunca lê livro do André Vianco, talvez eu leia esse livro dele para conhecer a escrita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thais, se tiver a oportunidade leia... as vezes é bom arriscar em uma temática nova... foi assim que passei a amar os romances de época... Xero!

      Excluir
  14. Olá Diana, tenho uma amiga que sempre me recomenda as obras do autor, mas infelizmente ainda não consegui ler nenhum de seus títulos. Eu não conhecia esse, pois ela nunca citou. Gostei do enredo e da forma como você expôs aqui.

    Abraços

    ResponderExcluir
  15. Oi Diana!
    Li Os Sete do André Vianco e amei!!! Mas não tive oportunidade de ler outros título dele apesar de morrer de curiosidade. Quando comecei a ler sua resenha, achei que vc ia criticar o livro, que não tinha curtido muito o enredo e chegou a me dar medo de perceber o autor que sempre imaginei como ícone não fosse nada do que imaginei. Ainda bem que me enganei né? Ufa!!!
    Fiquei muito curiosa para conhecer essa história, apesar de morrer de medo, tenho muita curiosidade com o ocultismo e li bem pouca coisa a respeito.
    Bjs!

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!