Resenha #318 - Brutal - Luke Delaney


Título: Brutal
Autor(a): Luke Delaney
Editora: Rocco (Selo Fábrica 231)
Páginas: 416
Nota: 4/5

**Resenha por Verônica Nielsen**
Olhem só vocês. Nenhum de vocês tem a mais remota ideia do que eu sou. Vocês me olham e veem um reflexo de si mesmos. Este é um disfarce necessário. Cheguem mais perto e lhes mostrarei quem realmente sou.

Oiê gente tudo bem com vocês? Espero que sim. Hoje trago a vocês a resenha deste livro que faz jus ao nome... BRUTAL.

Eu fiquei extremamente interessada neste livro, desde a primeira vez que o vi, devido a capa super chamativa que ele tem, tanto na frente como no verso e também por sua sinopse. Sabe aquele livro que você não precisa saber muito sobre, para querer tê-lo loucamente em sua estante? Foi assim que aconteceu comigo. (Imaginem coraçãozinhos voando kkk).

Ao começar a lê-lo, fiquei mais empolgada ainda. O primeiro capitulo é narrado em primeira pessoa, na visão do psicopata, que logo de cara mostra como é ardiloso, cruel e frio, ou seja o "charme mórbido", que a maioria deles tem. É um personagem de personalidade forte, que consegue até mesmo intimidar o leitor, porque parece que ele está conversando com você.

Mas violência é vida. Sem violência, não haveria vida. A violência é a força motriz da vida. Representa a beleza definitiva da vida. Evolução é violência. As espécies evoluem por competição violenta. Os fortes matam os fracos e assim uma espécie se desenvolve. Sem violência, ainda viveríamos em árvores. Não. Menos do que isso.  Ainda seriamos organismos celulares. Entretanto, você trata a violência como sua inimiga, quando é sua maior aliada. Eu compreendo a violência. Adoto-a. Canalizo-a. Pela violência, estou evoluindo para algo além da imaginação.

Após o primeiro assassinato, a narrativa fica em terceira pessoa, que é quando o Detetive Sean Corrigan, entra em cena é o responsável principal para desvendar a série de assassinatos, no decorrer da história. Intercalando a narrativa então ora em primeira pessoa (quando é o psicopata), e ora em terceira pessoa (quando se trata do detetive), algo que eu gostei bastante, porém confesso que no meio do livro, eu fiquei um pouco decepcionada com a leitura, talvez porque estava com muitas expectativas. 

Estava tudo muito óbvio, e a maior parte do livro estava sendo voltada para as investigações do Sean, e por mais que o assassino em questão, seja um cara complicado de ser interpretado - já que seu modus operandi, não é padrão. O assassino praticamente sempre muda a sua forma de matar. Mas tudo indica (e vocês vão perceber isto facilmente), para uma pessoa ser a culpada. 

Começo a acelerar o passo. A excitação cresce a ponto de quase explodir. Quero devastar essa mulher. Quero dilacerá-la. Abri-la com minhas unhas e dentes. Mais não o farei. Mostrarei minha forma. Meu controle. Não sou como os outros. Aprendi a controlar o poder que tenho.

Porém mesmo assim, pelo menos eu, fiquei desconfiada que a leitura estava fácil demais, e realmente ocorreu uma mudança repentina no final do livro. Não querendo se achar "a detetive", mais já me achando"... eu já desconfiava do que ia acontecer e acertei, e eu adoro quando isso acontece e tenho uma vontade insana de mandar meu currículo para o FBI (a louca kkk).

Eu não achei o Detetive Sean Corrigan fodástico como o autor tentou transmitir no decorrer da história, e como sei que já há outro livro lançado como o mesmo personagem (Sombrio), espero que o autor tenha melhorado a personalidade deste personagem. E os motivos pelos quais ele se tornou um detetive tão especial assim não me convenceu.

Mas Sean era diferente porque podia controlar seus demônios e sua fúria, usando a sua infância despedaçada para descobrir coisas com que outros policiais só poderiam sonhar nos crimes que investigava.

Ao contrário o vilão, foi simplesmente sensacional!!  Inteligente, esperto e perspicaz, e espero que o autor permaneça neste ritmo.

Não ouço vozes em minha cabeça. Não alegaria que Deus ordenou que eu matasse. Não sou um discípulo de Satã. Não acredito em nenhum dos dois. Não odeio vocês. Vocês simplesmente não são nada para mim.

Mesmo com alguns pontos negativos, eu gostei bastante da leitura e pretendo acompanhar os próximos livros do autor, e o recomendo para quem gosta de livros com esta temática.


Em relação a diagramação do livro, eu a achei perfeita. Como citei no começo da resenha a capa é perfeita, como puderam ver aqui. As folhas são amareladas, as letras são de um tamanho que considero normal e não localizei nenhum erro na revisão.

Esse livro faz parte do #Desafio12MesesLiterários
Item 1: Um livro do seu gênero favorito;

Obrigada a todos que leram esta resenha e até a próxima!

36 comentários

  1. Oi, Verônica!
    Geralmente nesse gênero, eu sempre encontro livros que os autores acertam na mão em criar um serial killer...
    Que bom que você vai continuar a leitura, mesmo com os aspectos negativos. Significa que algo te marcou o suficiente para isso acontecer.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu tudo bem?

      Realmente mesmo com os pontos negativos, a história é boa e pode ser continuada sim.

      Bjuss

      Excluir
  2. Oi Miga....
    Sua loka... adorei a sua resenha... eu sempre falo que tu nasceu com o dom de resenhar haha... fiquei extremamente curiosa com a narrativa tu bens sabes disso... eu particularmente adorei esse quote: Não ouço vozes em minha cabeça. Não alegaria que Deus ordenou que eu matasse. Não sou um discípulo de Satã. Não acredito em nenhum dos dois. Não odeio vocês. Vocês simplesmente não são nada para mim.
    Dá para ter uma ideia da mente do psicopata e como ele é frio e bem cruel... o livro parece ser mesmo brutal... e apesar das ressalvas ainda bem que curtiu a leitura... Xero!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeee mais uma resenha, de muitas que estão por vir !!

      Excluir
  3. Oláá! tudo bem??
    Eu gosto bastante desse gênero! Andei até me arriscando a escrever sobre psicopatas, por isso me interessei mais ainda pelo livro!!
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Tamara tudo bem?

      Também adoro esse gênero e esses seres de mentes perturbadas, caso você queira escrever sobre o assunto, esse livro é uma pedida, já que o autor foi policial investigado especializado em psicopatas.

      Bjos

      Excluir
  4. Olá!
    Adorei sua resenha!
    Fiquei super curiosa pra ler esse livro, confesso que ainda não conhecia!
    Espero ter a oportunidade de ler! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natali, tudo bem?

      Fico contente que tenha gostado da resenha, e que ela tenha estimulado a sua leitura

      Bjoss

      Excluir
  5. Oii Dii
    Bom, sua resenha ficou muito boa, mas infelizmente esse gênero não me atrai muito... Dessa vez vou deixar a dica passar.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bárbara, tudo bem?

      Dessa vez não foi a Di que resenhou, e sim a resenhista que vus fala kkk, fico contente em você ter gostado da resenha, e caso queira ler algo exatamente que não faz o seu gênero (quem sabe uma fugida da zona de conforto), eis ai uma dica.

      Bjuss

      Excluir
  6. Adoro quando colocam algumas citações do livro nas resenhas. A história parece ser bem interessante, gostei muito da sua resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Débora, tudo bem?

      Os capítulos, aonde a narrativa era realizada pelo assassino são sensacionais e renderam essas pelas citações ( tive vontade de colocar os capítulos inteiros) kkk

      Fico contente que a resenha tenha lhe agradado

      Bjuss

      Excluir
  7. Não conhecia a obra, este é um gênero que não me interessa muito. Mas adorei a capa e os quotes! Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee

      Realmente a capa desse livro é linda e tem quotes maravilhosos que podem ser trabalhados.

      Bjoss

      Excluir
  8. Oi Dii
    Nossa que capa e verso mesmo, estão lindo se eu tivesse visto ele na livraria compraria mesmo. Olha realmente não conhecia a obra e nem o autor mas já quero conhecer, eu curto muito esse gênero então sua dica hoje foi para mim.
    Vou adicioná-lo a minha listinha que só cresce
    Beijuh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá

      Fico contente que tenha gostado gostado da resenha e que ela tenha estimulado sua leitura.

      Bjoss

      Excluir
  9. a arte conceitual do livro e belíssima como um convite a leitura, pela resenha pude perceber que me interessei bastante pelo titulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é? Impossível quem gosta do gênero não gostar.

      Tenha uma ótima leitura ;)

      Excluir
  10. Gosto muito do Gênero também e achei a capa tão intrigante quanto a sinopse. Já não gosto muito quando tenho minhas suspeitas e elas são óbvias no final, gosto de receber o impacto, quando o autor me estapeia dizendo "como você não viu isso antes?". E eu realmente não poderia mandar meu curriculo pro FBI rsrs... Mesmo assim, por conta do ponto de vista do assassino, acho que valeria a leitura. Vou tentar! beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiimmm kkk sem sombras de duvidas a narrativa em primeira pessoa do assassino e a melhor parte do livro.

      Espero que goste

      Bjosss

      Excluir
  11. Olá, tudo bem?
    Que capa sinistra! Adorei saber que a visão do psicopata é em primeira pessoa, adoro.
    Mesmo com os defeitos citados me pareceu uma boa leitura de suspense policial e com certeza leria.
    Vou catar mais do autor que ainda não conhecia.
    beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é uma ótima leitura.

      Espero que goste

      Bjos

      Excluir
  12. Olá!

    Premissa interessante. Não sei se o leria, mas acho que daria uma chance só pra conhecer esse protagonista, que de foda não tem tanta coisa assim rs Adorei esse desafio, logo menos sai a minha resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkk o protagonista não é, mais o vilão é fodástico.

      Espero que goste

      Bjos

      Excluir
  13. OOi!
    Até eu, que estou começando a ler livros do gênero recentemente, gostei bastante da premissa.
    Realmente, a edição está linda. Também amei as quotes! :)
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  14. Oi Di, sua linda, tudo bem?
    Eu conheci o livro em um evento da editora e fiquei super animada, pois adoro tramas policiais. Achei que o autor poderia ter criado um padrão na forma como assassino agia, essa é a parte que eu mais gosto da investigação, seguir as pistas, tentar entender o que ele está fazendo para conseguir capturá-lo. Eu adoro ser enganada pelo autor, na verdade. Mas confesso que nas raras vezes que descobri o assassino, fiquei muito feliz, risos.. Não pensei no FBI, mas pensei em tirar licença para detetive particular, vale??? Risos...mesmo com esses pontos a serem trabalhados, gostei muito do livro. Não vejo a hora de ler!!! Adorei sua resenha Di!!!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Cila tudo bem?
      Conforme citado no início antes de iniciar a resenha, ela foi feita por mim e não pela Di rs!

      Fico contente que tenha gostado da resenha!

      Bjos

      Excluir
  15. Oii!

    Menina! Que livro é esse?? Primeiro, preciso dizer que deixaria a leitura de lado por puro preconceito e com isso, perderia uma ótima leitura, o que seria uma pena não é?
    A sua resenha está bem escrita e envolvente, tanto que me consquitou a ler! Espero que os próximos desafios sejam tão bons assim!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom! Fico contente que tenha gostado!! E vamos com tudo para o próximo desafio!!

      Bjos

      Excluir
  16. Olá,

    Confesso que esse genero não me chama atenção, porem fiquei curiosa para ler esse livro depois de ler sua resenha.

    rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia e se vicie como eu kkk. Fico contente que tenha gostado da resenha!

      Bjos

      Excluir
  17. Adorei sua resenha, fiquei bem curiosa para ler o livro, mesmo com os pontos negativos que você citou, porque eu acho que a narrativa - pelo que você falou e pelos quotes - me chamou bastante atenção.
    Beijos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii

      Sim, sem sombra de duvidas o livro vale a pena por esse motivo. Espero que goste.

      Bjos

      Excluir
  18. Oie amore, parabéns pela resenha.
    No entanto confesso que não curti muito o livro.
    Beijokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee Grazi, fico contente que tenha gostado da resenha.

      Bjos

      Excluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!