Resenha #302 - Achados & Perdidos - Broke Davis

Obra cedida pela editora
Título: Achados & Perdidos
Título Original: Lost & Found
Autora: Broke Davis
Editora: Record
Páginas: 252
Formato: livro
Classificação: 3.0
No Primeiro Dia de Espera, Millie está de pé exatamente onde sua mãe indicou. Bem ao lado das Calcinhas Gigantes e em frente ao manequim de camisa havaiana. Volto daqui a pouquinho, diz a mãe, e Millie acredita.


O que Millie não sabe, é que sua amada mamãe a abandonou naquela loja de departamentos ou tudo que estava por vir, todos os obstáculos a serem superados na busca por sua mãezinha.
Todo mundo sabe tudo sobre o nascimento, mas ninguém sabe nada sobre a morte.
Isso sempre surpreendeu Millie. A escola está cheia de livros com fotos de mães com barrigas transparentes [...]
Os adultos querem que ela saiba dessas coisas, senão não lhe dariam aqueles livros. Mas ninguém, nunca, nunca mesmo, lhe deu um livro sobre Coisas Mortas. Qual é o grande mistério?
Millie é uma criança diferente de outras da mesma idade; com apenas sete anos, ela possui um caderno no qual anota tudo o que viu morrer, inclusive seu pai. Ela sabe que todos vão morrer algum dia.
Por que sua mãe a abandonaria embaixo das calcinhas a noite toda?
Millie fica de barriga para baixo e espia pela fresta entre as calcinhas. Sabe por que a mãe a abandonaria ali, mas não quer pensar nisso, por isso não pensa.
Enquanto espera por sua mãe, ela conhece três figuras:

  • Manny - o manequim que encontra na loja de departamentos e que a ajudou nos momentos de necessidade, salvando-a do guarda e lhe fazendo companhia.
  • Karl - o velhinho viúvo que fugiu do asilo para viver a vida intensamente. Ele tem uma peculiaridade: "digitar" no ar tudo o que fala.
Tudo bem com o senhor? O rapaz coloca o corpo para fora da janela do carro e tenta olhar para Karl, agachado no meio-fio. [...]
Sim, obrigado, diz ele, ainda agachado, espiando pela lateral do carro enquanto a viatura de polícia se afasta. Só me desequilibrei. De repente, Karl adora ser velho, adora o fato e ninguém imaginar que ele seja capaz de mentir. É um preconceito contra os idosos, pensar que são tão inocentes quanto as crianças, mas ele não se importa.

  • Agatha - é uma viúva maluquete, rabugenta, que só fala gritando e com uma rotina bem peculiar.
[...] Mas é brincadeira! Atira um dos braços para cima, e o chá respinga ao redor da xícara.
A menininha sai correndo atrás dela. Meu pai morreu.
Ora grande coisa! Agatha se vira para encarar a menina. O meu também! Bebe o chá de um jeito forçado.
Quando foi que ele morreu?
Há sessenta anos!
O meu faz três meses.
Isso aqui não é uma competição! E mesmo que fosse, então eu vivi mais tempo sem meu pai do que você!

A capa representa a Mille de sete anos, preenchida com a frase que a acompanha por toda a trama "Estou aqui,  mamãe." Isso foi uma sacada e tanto, pois a ilustração demonstra os pensamentos e sentimentos que a Millie tem e as coloca em uma única frase.

Não concordo muito com o testo na mala: não tive vontade de chorar, em alguns momentos até achei engraçado o livro, mas pude me sentir mais sábia, pois Mille traz alguns pontos para refletirmos.

O papel é off-white (amarelado), a fonte e o espaçamento entre as linhas são médios. As falas são representadas pela formatação em itálico. Infelizmente, encontrei alguns erros: 
  • página 57 "secretaria" sem acento;
  • página 211 "É do tipo reservado, dá pra ver. Bom, vá em frente . Pode comer" - primeiramente a conversa é entre mulheres, então o correto é reservada e é uma fala que não está em itálico.;
  • página 223 "É o que eu acho". - é uma fala está sem itálico.
Para quem recomendo? Para todos que curtem histórias tranquilas, mas profundas.


Pessoal, o que acharam? Deixem seus comentários.



0 comentários:

Postar um comentário

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!