Resenha # 264 - Freud, me segura nessa! - Laura Conrado

Livro adquirido pela resenhista
Título: Freud, me segura nessa!
Autora: Laura Conrado
Editora: Novo Século
Páginas: 272
Formato: Livro
Classificação: 3.0


Esse livro faz parte da Maratona Literária 2016 Minhas Escrituras de maio: ler um livro escrito por uma mulher.

Abandonar as paixões platônicas e tornar-se adulto não é fácil. Mas para todas as neuroses desta vida há Freud. Cat que o diga!

Ela é uma jovem de 23 anos que após passar por uma fase problemática (levou um fora do seu antigo analista, foi demitida, perdeu um novo emprego incrível na Califórnia após ter vendido o apartamento e o carro) está indo para Nova York a trabalho.

Sabe Sorte no jogo, azar no amor? No caso de Cat é Sucesso no trabalho e fiasco no amor! Sempre se mantendo em relações frágeis nas quais quem acaba sozinho e sofrendo é ela. Mas isso está para mudar quando ela conhece Nick, um bofe lindo e super meigo que está caidinho por ela. Mas como alegria de Cat dura pouco, logo ela se vê passando por outro “inferno astral” e sua única saída é voltar para a terapia.
A maior felicidade é quando a pessoa sabe por que é que é infeliz.
Fiodor Dostoievski


A Felicidade é um problema individual. Aqui, nenhum conselho é válido. Cada um deve procurar, por si, tornar-se feliz.
Sigmund Freud
Nessa obra Cat terá que descobrir o que ela quer para seu futuro e como fará para chegar até lá, além de ter que batalhar ferozmente para superar diversos problemas que estão por vir.
— E como chego lá? – perguntou Dorothy.
— Caminhando. É uma longa viagem, atravessando, às vezes, regiões agradáveis e, às vezes, regiões horríveis e escuras.
L. Frank Baun, em O Mágico de Oz

A leitura fluiu bem, mal percebi as páginas passando, quando finalmente reparei, mais de 100 páginas haviam passado logo no primeiro dia de leitura. Identifiquei-me muito com a Cat em suas neuroses, ansiedades, inseguranças, em sua mania de afogar todos os problemas com açúcar e principalmente em seus momentos de “ira módulo turbo”. Fora isso, a personagem é absurdamente diferente de mim, pois além de ser chorona, ela é muito determinada, sabe lidar bem com o dinheiro e sabe seguir a risca seus planejamentos.
Bebo para afogar as mágoas. Mas as danadas aprenderam a nadar.
Frida Kahlo

Financeiramente falando, me senti conectada com a Emma, uma jovem que sonha em ser uma atriz famosa, tudo que ela ganha é torrado quase que imediatamente e ela nem sabe como, mal sobra para ela pagar as contas do mês.
De modo geral, eu curti a história, consegui me diverti um pouco, mas não há nada que se sobressaia além das citações contidas no início de cada capítulo, pois elas incentivam a refletir na vida como um todo. Profundo? Acho que vai depender mais de quem lê e do momento em que a pessoa se encontra, para mim essa leitura apertou um botãozinho e percebi que preciso de terapia urgentemente (risos). E por isso, selecionei alguns para vocês...

Porque cometer erros antigos se há tantos erros novos a escolher?
Bertrand Russel
De tudo ficaram três coisas.
A certeza de que estamos começando.
A certeza de que é preciso continuar.
A certeza de que podemos ser interrompidos antes de terminar.
Façamos da interrupção um caminho novo.
Da queda um passo de dança.
Do medo uma escada. Do sonho uma ponte.
Da procura um encontro.
Fernando Sabino
As páginas são amareladas, a fonte e o espaçamento entre as linhas são de tamanho médio e a capa é simples, mas bacana. Encontrei vários erros, desde palavras digitadas erradas a palavras perdidas nas frases que não tinham nexo com o trecho.


Apesar de esse livro ser continuação de Freud, me tira dessa! conseguimos entender bem a história da Cat sem ter lido o primeiro volume, pois ela faz umas recapitulações durante a trama.


Esse é um livro interessante para quem gosta de literatura nacional, romance, superação, problemas amorosos e psicanálise. Não sou machista nem nada do gênero, mas acredito que a probabilidade de um homem gostar da história é baixa, mesmo tendo elementos bem bacanas na história que fariam a leitura valer a pena, pois a protagonista chora MUITO. 


Pessoal, o que acharam? Deixem seus comentários.

                                                               Dizeres Noturnos 

14 comentários

  1. Oi, Ninah!
    Esse livro tem cara de ser engraçadinho e leve. Anotei aqui pra quando eu quiser sair de uma ressaca.
    Financeiramente, também me identifiquei com Emma. Meu salário cai e vai logo embora. Triste vida essa viu
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi, que resenha maravilhosa! Eu nunca ouvi falar do livro mas quero muito ler ele agora, adoro um chick-lit, parece ser muito legal.
    Beijinhos!
    O Reino Encantado de uma Leitora

    ResponderExcluir
  3. Ola Ninha lindona li dois livros da autora o Freud me tira dessa trouxe uma protagonista muito chorona rss , o segundo livro que dela gostei muito. Nesse livro da resenha gostei que ele flui bem mesmo sem um ápice. Dica anotada. beijos

    Joyce
    www.livroseencantos.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Me identifiquei também com a personagem que gasta todo o seu dinheiro sem saber como hahaha
    O fato de ter citações no começo de cada capítulo é muito legal, elas têm a ver com o assunto abordado ali?
    Beijos!
    https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. É um livro wue me parece com clichês, mas eu gosto de clichês e acho que autora usou algo bacana no livro, o consumismo feminino hehehehehe
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?

    Curti a premissa, principalmente pela parte da "psicanálise" (um tema que me chama a atenção), dependendo da forma com que tiver sido abordado, claro. Me pareceu ser um livro fofo, não é o que costumo ler normalmente, mas me chamou a atenção. A parada de "sorte no jogo, azar no amor" costuma trazer histórias aue gerambumas risadas. RS

    Anotando a dica.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Oie! Tudo bem?

    A premissa me parece bem interessante, e meio clichê, mas eu amo clichês. Adorei a resenha e fiquei muito curiosa para conhecer a história de Cat.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá, Ninah!
    Esse livro parece ser bem leve e divertido. Gostei bastante da sua resenha e espero lê-lo entre uma ressaca literária e outra haha
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Dih! Gostei bastante da premissa, parece ser uma leitura bem divertida. Gosto de livros assim e gostei bastante das citações que o livro mostra. Fiquei curiosa para ler, beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Di
    Essa historia parece ser um clichê, sabe eu amo um!!! Tem momentos que precisamos de história assim, para distrair a mente e só aproveitar o momento.
    Obrigada pela dica, pois não conhecia
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi, esse livro tem cara de chick lit e eu amo chick lit e me identifiquei muito com ela, tipo, ela sou eu, só pode,kkkkkkk.
    Amo livros com essa pegada e além disso parece ser leve e tranquilo, uma leitura gostosa e descontraída. Vou anotar a dica e lê-lo em breve. Amei a resenha.
    bjus

    ResponderExcluir
  12. Oiii!
    Adoro esse estilo de livros, divertidos mas trazem também uma história de superação e otimismo, e o fato de ser nacional só contribui para aumentar minha vontade. Não conheço o trabalho da Laura Conrado, mas só vejo elogios à ela pela internet e, pela sua resenha, ele é mesmo muito talentosa.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Olá Ninah sempre vi esses livros mas ainda não tinha lido a premissa dele, um bom chick-lit para passar o tempo, coitada da personagem só maré de azar, vou deixar anotado a dica. Bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá flor, adorei essa dica, nesses meses li alguns Chick-lits que curti bastante. Não conhecia essa obra, mas já anotei a dica aqui. Acho bacana esse gênero, pois alem de uma leitura leve e descontraída você é agraciado com bom humor.

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!