Resenha #254 - Elo - Imogen Howson

Livro cedido pela editora.

Título: Elo
Autor(a): Imogen Howson
Editora: Farol Literário
Páginas: 379
Nota: 4/5


Ela se encostou na parede, pressionando os olhos com as mãos para mantê-los fechados, tentando pensar. Seus pensamentos eram como tinta dentro d'água. Quando sua cabeça pesou, percebeu que não eram pensamentos, e sim sonhos. Ela tremia de frio, mesmo com a corrente de ar quente que entrava pela janela.

Assim que esse livro foi lançado eu me apaixonei por essa capa e pensei comigo: Quero ele. Assim que tive a oportunidade, solicitei para a editora que tão prontamente me enviou. Comecei a ler com uma vontade muito grande, afinal de contas falamos de um elo e como isso seria. Pela capa imaginei algo e quis tirar a minha certeza. 

Não li a sinopse do livro, então não sabia muito o que esperar, mas imaginei que tivesse algo de ficção científica e não me enganei.

Neste livro conhecemos Elissa. Uma menina que sempre teve de tudo. Atenção de todos, era popular e tinha um futuro promissor, mas  os últimos 3 anos sua vida desandou. Ela começou a sentir fortes dores de cabeça, visões e misteriosos hematomas que apareciam do nada em seu corpo. Elissa já estava cansada e desanimada com suas idas e vindas a especialistas e nada adiantava. Seguia os inúmeros tratamentos e eles não estavam adiantando.

Elissa foi até a janela, tentando ignorar o aperto no peito e o fato de a palma das mãos estarem tão úmidas que até deixavam impressões na borda de vidro do peitoril.

Só que sua mãe resolveu ir pelo lado da esperança e ir em uma ultima tentativa. E foi ai que apareceu a chance de uma possível cura. O Médico parecia saber exatamente o que Elissa sentia. Parecia saber decifrar seus sonhos e dizer realmente o que acontecia com ela. E ai vem a pergunta: onde estava esse médico, que não surgiu do nada durante os últimos 3 anos de sofrimento de Elissa? Enfim, são perguntas que só poderão serem  respondidas se você ler.

O que importa é que Elissa finalmente iria voltar a ser uma adolescente normal. Foi prometido uma cirurgia, que mesmo sendo complicada iria curar todas essas dores de cabeça e principalmente essas visões que a incomodava muito. 

Elissa contou ao médico tudo o que lhe ocorreu que ele talvez precisasse saber. Contou que suas notas haviam despencado e faltava pouco para ser reprovada. Que vivia desmaiado na escola. Que às vezes a dor acabava com sua noção de equilíbrio e ela caía, acrescentando machucados totalmente explicáveis aos misteriosos hematomas.

Só que algo aconteceu. Elissa estava super animada com a possibilidade de cura, na verdade a certeza dela, mas ao passo que essa certeza se estendeu ela descobriu que isso não era uma doença, que essas visões eram verdadeiras, que aquilo realmente aconteceu e que ela foi atingida também através de um elo que tinha com uma outra pessoa. Isso mesmo. Um elo forte, a ponto de causar hematomas em seu corpo, a ponto de causar dores fortes e deixa-la perdida e desorientada. Elissa alcançou seu elo, ela a conheceu, ela a tocou e soube que não precisava mais de nenhuma cirurgia.

A partir desse momento, ela sabia o que tinha que fazer, só não sabia se iria conseguir, ela iria pedir ajuda de seus pais. Ela iria contar que não precisava mais passar pela cirurgia, por mais maluca que a história parecesse, as coisas não precisava tomar aquele rumo. Aquela esperança a tocou de uma maneira tão forte, que sua inocência falou mais alto. Ela não pensou nas consequências disso, por mais que tenha sido avisada por seu elo que não poderia contar a ninguém sobre ela. 

Respirando fundo, porque depois daí tivemos muita adrenalina no corpo e em vários momentos do livro. Senti uma angústia forte e uma empatia imensa por Elissa. Por mais frágil que ela parecia, ela foi uma menina forte e sensata, mesmo metendo os pés pelas mãos em alguns momentos. Entendi seu lado, porque ela foi julgada, desacreditada e foi a única que lutou pelo que acreditava junto ao seu elo.

A história foi bem desenvolvida, gostei da ambientação criada por Howson, porque a história não acontece na terra e sim em um planeta chamado Secoia.  As coisas são bem tecnológicas e muito desenvolvidos. Tem uma riqueza de detalhes, mas nada cansativo, e mesmo o livro sendo apresentado a ideia do elo, temos uma história e podemos entender muitas coisas nesse primeiro livro, pelo menos eu não senti tanta falta de algumas explicações. 

Como a Farol está seguindo a linha da capa original, encontrei na internet a capa do segundo livro e gostei muito. Eu gosto muito dessas capas elas dizem muito sobre o elo. 

A Farol sempre traz histórias maravilhosas para os leitores. Eu tenho gostado muito dos livros que tenho lido nessa parceria. E confesso que estou bem ansiosa para a leitura desse segundo livro, porque ele teve seu final fechadinho, mas claro que ficou uma pontinha para você ter o que esperar neste segundo livro.

Espero que a Farol não demore muito a trazer esta sequência, porque para ser bem sincera, estou ansiosa para desvendar esse mundo. #ficaadica

Aqui temos personagens bem construídos, pessoas que podem nos surpreender, temos um pouco de romance, mas garanto que este não é o foco. Temos aventura e uma grau de adrenalina muito bom. Temos a confiança colocada a prova e conquistada também. Eu curti demais conhecer essa história e esse mundo de ficção onde Howson nos trouxe um pouco de distopia, ficção científica e aventura. Então mais uma vez uma mistura de temas que deixou a leitura deliciosa.



A diagramação do livro, está simples, mas a capa é muito linda e bem feita. Ela tem uma blindagem onde tem a imagem  que causa um efeito de brilho. O formato do livro é um pouco menor do que os normais e com isso dá uma mobilidade melhor para a leitura na rua por exemplo, quando não tem lugar para sentar no ônibus rs. Não encontrei erro de revisão, mas também não consegui me desprender  da leitura. 

Então recomendo demais o livro, porque eu adorei a leitura e acredito que quem gosta da mistura que citei acima de distopia, ficção e aventura, irá gostar da leitura também. Venham para o mundo de elo e descobrir os segredos que contem nele. 

Não era com a gente. Não estavam atrás da gente. É só um chamado de emergência. Talvez nem fosse a polícia, só uma ambulância.

Espero que tenham curtido... desejo a todos um ótimo inicio de semana...  Xero no coração de todos!!! 


18 comentários

  1. Oi, Di!
    Essas capas são realmente divosas e ainda bem que a história é boa.
    Fiquei bastante intrigada sobre essas visões da Elissa.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi, como vai? Eu nunca havia ouvido falar desse livro mas a capa é realmente muito bonita. Eu estou ansiosa para ler, gosto muito de livros de ficção e tem muito tempo que não leio algum. A resenha está ótima, mas estou louca para ler mais sobre o livro porque você não revela muita coisa :c Haha. beijos!
    http://oreinoencantadodeumaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gostei da postagem, parabéns.

    http://www.vestigiodelivros.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu entendo bem o que é se apaixonar por uma capa e querer o livro hahaha Eu sei que não se deve julgar um livro pela capa, mas de vez em quando é incontrolável, né?
    Eu já não curti muito essa capa, mas gostei da história do livro. <3
    Beijos,
    Déia
    Own Mine

    ResponderExcluir
  5. Também me apaixonei por essa capa à primeira vista, Di. Fiquei feliz por você ter gostado e por ter achado a história bem desenvolvida, porque com certeza pretendo conhecê-la. Fiquei feliz pelo final desse primeiro volume ser bem fechado, embora deixe uma pontinha para o desenvolvimento do segundo. Odeio ficar desesperada esperando um lançamento. Amo distopia, ficção científica e aventura; estou curiosa para conferir essa mistura.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Olá, não conhecia a obra muito menos a série.
    Achei a capa intrigante e sua resenha muito boa, parabéns! Vou anotar a dica ;)

    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Ola Dai lindona essa capa é muito linda mesmo, gostei da premissa do livro esse elo entre a protagonista e outro personagem pelo visto é bem forte a ponto de causar hematomas muito interessante. Não conhecia o livro e fico feliz em saber que a escrita fluiu muito bem. Vou ler com certeza. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, Diana. Bem interessante a proposta deste livro. Fiquei curiosa para saber mais a respeito deste elo e de Elissa, e claro, desse planeta diferente.

    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Dih
    Ainda não conhecia a obra, mas diferente de você não me sentiria atraída pela capa, já sua descrição me chamou mais atenção. Gostei também de ver os elogios e que a obra vale a pena. Gosto de livros com bastante adrenalina e aventura. ESpero que você não espere muito pela próximo volume. Adorei a dica, futuramente lerei, quem sabe.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá Dih! A capa realmente é linda!E gostei bastante da premissa dele. Amo ficção e parece que a história é bem emocionante, fiquei curiosa para saber o que é/quem é o Elo e o por que dela não poder falar nada sobre, amei sua resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi Di, tudo bem?
    Já tinha visto essa capa e me apaixonado, agora conhecendo um pouco mais a história fiquei curiosa, gostei da doença misteriosa ter ligação com outra pessoa misteriosa. Acho os livros da farol bem interessantes, apesar de ainda não ter tido prazer de ler nenhum.
    Foi para a lista de interesse!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi Diana!
    Como você eu nunca li a sinopse desse livro e imaginava se tratar de uma ficção científica. Sempre achei essa capa linda e pela sua resenha, o livro todo é muito bom, e fiquei mega curiosa com essa coisa de elo, rsrsrs. Acho que esse livro vai ser minha próxima solicitação para a Farol.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Diana antes de mais nada quero lhe dar os parabéns, você realmente apostou e acreditou no livro, solicitou sem nem ler a sinopses!!!??? Que bom que suas expectativas formam alcançadas. Lendo sua resenha fiquei tensa bolando umas teorias.
    Geralmente essas distopias com ficção científica e aventura costumam prender minha atenção e me empolgar. Amei a dica, ainda não conhecia. Beijos

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  14. oi, tudo bem?
    a capa desse livro é mesmo lindíssima! Eu tenho curiosidade de ler esse livro, mas ando numa fase de romances fofos, rs, Então deixei para depois.
    Porém, nesse tipo de livro, acho legal a abordagem sem foco demasiado no romance. acho que funciona melhor assim, e fico feliz de saber que Elo segue esse linha
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, Diana!
    A capa desse livro é mesmo bonita e a estória intrigante. Fiquei muito curiosa para saber mais dessa habilidade da Elisa. Adorei sua resenha e espero que o próximo livro seja lançado logo!
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.wordpress.com

    ResponderExcluir
  16. Olá! A capa realmente está de arrasar, linda mesmo! Ficção científica não é muito o meu gênero, mas imagino a esperança dessa personagem e de sua mãe quando encontram esse médico que parece saber tudo o que ela sente! Que bom que conseguiu sentir empatia por Elissa e que o livro traz doses de aventura e angústia de maneira que o leitor possa gostar da história.
    Beijos!

    Karla Samira
    https://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Ola Di tudo bem, eu li esse livro, apesar de ter gostado da ideia da história, eu achei que autora foi bem prolixa no desenvolvimento dela, demorei para finalizar a leitura, simplesmente por que ela não me prendeu. Bjs

    ResponderExcluir
  18. Oi Di, sua linda, tudo bem?
    Que saudades de você e de vir aqui ler suas resenhas!!! Que sorte a minha, comprei esse livro em uma promoção sem ler nenhuma resenha, foi só pela sinopse mesmo. Sabe que adoro ficção científica como você e distopia. Achei incrível esse enredo de elo, e estou bem curiosa para saber como ele foi formado e o motivo. Se pararmos para pensar é perigoso, pois ela sofre com o que o elo dela sofre. Então, se o elo dela morrer, ela morreria também? Já estou aqui criando minhas teorias, não adianta, tenho um detetive muito curioso dentro de mim, risos... Adorei a história, não vejo a hora de ler. Dessa vez você só não me levou a falência, porque já tinha o livro, mas viu como nossos gostos são parecidos, risos.. Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!