Resenha #235 - Guardião - Mari Scotti

Livro cedido pela editora.

Título: Guardião - livro 2
Série Neblina e Escuridão
Autora: Mari Scotti
Editora: Novo Século
Página: 366
Nota: 4/5

*Esta resenha não tem spoiler do livro anterior*

-Ela está sozinha... Precisa de nós e não tem culpa que o destino a trouxe para cá. Ellene faz arte do bando. Faz parte de cada um de nós e não podemos abandoná-la.

Eu estava super ansiosa com a leitura deste livro, tanto que li até mais rápido do que eu imaginei... a espera foi satisfatória e eu fiquei completamente apaixonada pela continuação do enredo criado pela Mari e assim como ela me disse no face, realmente eu iria dar uma enlouquecida com alguns acontecimentos.

Pelo que me lembro em Híbrida eu disse que não havia gostado muito de Ellene e devo confessar que isso não mudou muito, mas achei que ela cresceu um pouco, mas somente um pouco, achei que as coisas fossem mudar depois de algumas revelações, mas a garota ficou ainda mais confusa. Ora ela achava que era um monstro, ora ela achava incrível a sua descoberta. E apesar disso ter me irritado um pouco, acreditei que isso era aceitável uma vez que a criação dela foi completamente diferente e ela acreditava ser algo que não era.

Começou a andar para longe dela, perdido em seus pensamentos. Ellene permaneceu no lugar, observando-o atônita, ainda sentindo-se impedida de se mover devido ao pavor que lhe alcançou de repente.
Ele é o inimigo. Lembrou.

Milosh me encantou mais do que já havia me encantado no livro um, apesar de sua confusão de sentimentos, acredito que isso foi apenas um charme a mais e por ser esse homem antigo, seu tratamento e sua forma de falar me deixa completamente viciada nele. Ele me pareceu mais forte do que já é e nada o abalou, por mais que parecesse isso, ele pensava sempre em sua rainha, mesmo que de vez em quando as coisas fugissem de seu controle e seu instinto falava mais rápido. E digo a vocês que instinto, se é que me entendem.

Um coisa que gostei muito, foi que os lobisomens apareceram mais e a aldeia que Ellene cresceu ficou mais em evidência, fazendo com que eu ficasse completamente animada em conhecer um pouco mais da cultura deles e me apegasse mais aos seus amigos e familiares.

Neste livro eu encontrei mais ação e mais evolução da escrita da autora... fiquei completamente vidrada em todo o enredo e nas mensagens que ela tentava passar. As descobertas de Ellene, a forma como ela começou a encarar aquela nova vida, a amizade colocada a prova, os sentimentos gritando alto de maneira quase palpável. Mari conseguiu me deixar mais viciada em sua escrita e desenvolvimento das cenas e a ambientação ficaram maravilhosas... e claro que eu fui em alguns lugares citados no livro para reviver a cena... consegui sentir como se eu estivesse ali. Mas uma coisa podem ter certeza, a minha visão dos vagões de metrô nunca serão as mesmas. Entendedores entenderão.



Nesta sequência, podemos ver a amizade e a confiança colocadas a prova. Uma família unida permanece unida. Gostas de lágrimas com a perda de alguém que mesmo que não tenha aparecido tanto, mexeu com meus sentimentos e fiquei paralisada. Uma rainha é soberana não importa se ela está fraca, uma vez rainha sempre rainha. Uma ajuda pode vir dos lugares menos prováveis. As coisas acontecem de forma inesperada e decisões precisam ser tomadas. Consequências podem ser doloridas, mas podem trazer muito ensinamento e confie sempre no instinto.

Isso tudo que falei foram os sentimentos que a leitura me causou, as coisas que vi, que pude viver como se estivesse lá com eles e sim ainda ficou um mistério e eu só peço a Mari que não demore a trazer o terceiro livro, porque assim como Milosh já sabe ou quase sabe quem está por trás de tudo de ruim que está na guerrilha dos vampiros, eu quero saber também e minhas suposições estão quase nulas tamanho mistério que a Mari fez e isso foi muita maldade rs.



A diagramação do livro está bem simples. Quase não encontrei erros de revisão, talvez somente um erro de tempo, mas nada que tenha atrapalhado a minha leitura. A fonte está em um tamanho confortável para leitura e o espaçamento também. A narrativa está em terceira pessoa, onde dá uma dimensão e detalhe melhor sobre todo o contexto da história. As folhas são amareladas e a leitura de fácil entendimento, para um leitor que ama história sobrenatural, com ação, mistério, sentimentos de intensidade, ambientação nacional, esse livro é uma ótima dica. Na verdade recomendo a série e fico muito feliz por cada livro que leio da Mari ela me conquista como leitora. 

Uma imagem pairou como uma lembrança: uma criança ruiva sentada ao chão da floresta, cercada de sangue. Chorava, mas não sabia o porquê. Seus traços não eram claros, mas embaçados, como de uma pintura.

Esse livro participa da Maratona Literária 2016. Leitura realizada em Fevereiro: Uma leitura nacional. 


16 comentários

  1. Ahhhhhh Diiii, estou muito feliz que gostou do livro e que sentiu melhorias na minha escrita, isso é super gratificante pra mim! O último livro está pronto, agora é torcer pra editora decidir lançar logo!! Fica orando ai também!
    Ameiii de paixão as suas impressões! Realmente foi tudo o que tentei passar, ou melhor, o que os personagens tentaram passar e fico imensamente feliz de perceber quando alguém lê e aprende ou percebe o aprendizado deles. Obrigada de novo!

    Esse último quote!! Guarda ele! Ele é a chave de tudo!!! Vai por mim hahaha.
    Beijooo, Mari

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, eu gostei muito... de verdade... e fico feliz porque você curtiu a resenha... claro que quando falou do quote... eu corri pra ler de novo e claro que comecei a fazer as minhas suposições.... xero!

      Excluir
  2. A Mari e uma escritora bem popular entre os blogueiros ♥
    Legal perceber que a continuação do livro trouxe crescimento na história e na própria escrita da autora.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. Oi, não conhecia a obra, nem a autora. Fiquei bem interessada, tanto o enredo quanto a capa chamara minha atenção.

    Super beijo

    ResponderExcluir
  4. Oi Diana!
    Eu adoro livros assim, a capa já havia me chamado a atenção e quando li sobre a história, me cativou mais ainda. Livros com sobrenaturais sempre requer cuidados para escrever, para não passar do ponto. Me parece que a autora soube exatamente o que estava fazendo. Fiquei bem cativada e induzida a ler ainda este ano. Só preciso me organizar.

    Parabéns por mais uma incrível resenha. <3

    ResponderExcluir
  5. Ei, Diana!!
    Eu li o livro Híbrida e posso dizer que é realmente uma história sobrenatural pra lá de interessante!!... Estou aguardando meu ano ficar menos estressante para poder ler obras que não sejam de parceiros e Guardião é uma delas!... Gostei de saber que Milosh continua gato sarado e que Elene cresceu um pouco... As escolhas dela era terríveis! rs..
    Aguardemos o próximo livro! bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi Diana, nossa que resenha apaixonada, até eu fiquei aqui com vontade de conhecer o Milosh e a Ellene, na verdade eu conheço a autora das redes sociais, mas ainda não li nenhum livro dela infelizmente. Um livro tão repleto de sentimentos tem que estar na minha lista de desejados, e ainda mais foco ser os lobisomens ao invés dos sangue sugas hahahaha.
    Beijocas.

    ResponderExcluir
  7. Oiee Diana ^^
    Já li algumas resenhas dos livros da Mari, e mesmo não sendo bem um dos meus gêneros favoritos, eu tenho muita curiosidade de conhecer as histórias, pois só vejo o pessoal elogiando...hehe' Saber que o livro te causou tantos sentimentos me deixou ainda mais animada para ler, mesmo que ainda não tenha lido o primeiro...hehe'
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Conheço a Mari e os livros dela e quero muito ler! E esse, de tão bem falado, virou uma das minhas prioridades. E que autógrafo, hein, bem legal! Quanto a história, como eu ainda não li o outro então não vou opinar sobre esse, mas acredito que vou gostar sim da série.

    ResponderExcluir
  9. Sou apaixonada pelos livros da Mari, esse série é meu amorzinho!!! minha queridinha <3 eu também achei esse livro com mais ação, também achei com mais sensualidade e com tons mais picantes do que no anterior. Os personagens são maravilhosos, eu sei que toda vez que termino de ler um livro da Mari eu fico sentindo saudade da leitura.

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?

    Eu ainda não tive oportunidade de conhecer a escrita desta autora, mas já li resenhas tão lindas de seus livros, assim como a sua, que me deixam curiosa para conhecer suas histórias. A premissa me agrada muito, tenho certeza de que iria curtir a leitura.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Eu ainda não li nada desta autora, mas já ouvi falar bastante do livro um. Legal que o dois veio ainda melhor que o primeiro, apresentando evolução na escrita da autora. Eu acho muito gostoso quando os leitores acompanham e notam essas questões.

    ResponderExcluir
  12. MEU DEUS, MEU DEUS, MEU DEUS!!!!!! Eu li Hibrida e tive o prazer de resenha-lo no Clube, quando terminei eu fiquei tipo: Eu preciso da continuação agora!!! Passaram se os dias e eu acabei deixando o livro esquecido na minha lista de desejados,agora, lendo a sua resenha toda a minha empolgação voltou, eu preciso muito ler o Guardião rsrs.
    Parabéns pela resenha e obrigada por trazer a minha empolgação de meses atras a tona rsrs

    ResponderExcluir
  13. Oieeee,
    Hibrida é um dos livros que estão na minha lista de desejados, e agora saber que já tem o segundo? Vou ali morrer e já volto hahahahahah
    Gostei muito da sua resenha e estou louca para engatar nessa trilogia e tirar minhas próprias conclusões.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  14. Não li nada da autora, mas sempre vejo elogios em vários blogs, e depois dessa resenha confesso que fiquei super curiosa para ler os livros dela... Parabéns pela resenha e boa sorte para a autora no próximo lançamento. beijo

    ResponderExcluir
  15. Oi Di, sua linda, tudo bem?
    OMG!!!! Para tudo!!!! Di, eu amei Híbrida e não vejo a hora de ler Guardião. A Mari sabe como ninguém deixar o leitor louco com tanto suspense e uma narrativa super envolvente. Não tem como não se apaixonar pelos personagens. Di, Milosh é lindooooo e pode parar com essa história de que está viciada nele, vamos disputá-lo, risos... Fiquei super feliz por saber que o livro tem mais ação e que você gostou tanto assim. Lembro de que ficava gritando "não acredito" enquanto lia Híbrida, risos...Que bom saber que teremos mais da vila dela, estou torcendo muito para que Tom seja feliz, gostei tanto dele, ah...... Adorei sua resenha!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!