Resenha #233 - Onde Deixarei meu Coração - Sarra Manning


Título: Onde Deixarei meu Coração
Autora: Sarra Manning
Editora: Galera
Páginas: 336
Nota: 5/5

**Resenha Especial por Evelise Ciriraco**

Mas meio que tudo bem porque antes deste verão as histórias e fantasias na minha cabeça eram muito melhores que a tediosa vida real; até eu dormir no trem e, quando acordei, lá estava você. Foi como se tivesse acordado de um sono profundo e eu vi o mundo de uma nova maneira. Que eu não precisava mais sonhar porque a vida que estava vivendo era melhor que qualquer coisa que pudesse inventar.

Bea tem 17 anos e acredita ser a adolescente mais sem graça do mundo. Ela nunca desobedece a mãe controladora, tira boas notas, se dá bem com o padrasto e fica de babá para os irmãos quase todos os dias. Além disso, tem amigas certinhas como ela, e nada populares. Quando uma antiga amiga tenta enturmá-la com as garotas mais estilosas do colégio, ela fica tímida, mas resolve participar da experiência e viajar para a ensolarada Málaga com seu novo grupinho parece ser um verdadeiro sonho.

Às vezes discutir com a mamãe não era como discutir com um adulto. Era como discutir com alguém que não era muito mais velha que eu no geral. Ela realmente não tinha os talentos de adulto que as avós tinham, o que significava que jogava sujo, e, neste momento, estava me irritando muito, enormemente.

Depois de poucos dias na Espanha, ela vai perceber que fez uma enorme burrada quando decidiu viajar, mas também não quer dar o braço a torcer e voltar para a casa, ainda mais estando tão perto de Paris, a cidade de seu desaparecido pai. Bea não tem um nome ou endereço, só sabe que o pai voltou para a Cidade Luz assim que soube que a mãe da garota estava grávida, mas a oportunidade imperdível faz com que ela embarque em um trem com destino as suas origens. 

A aventura fica ainda melhor quando Bea encontra um grupo de americanos que está mochilando pela Europa, com destino final exatamente em Paris, entre eles está Toph, que mexe com suas fantasias mais românticas. Uma oportunidade única para descobrir seu passado, ou a si própria?

Perfeito para quem gosta de romances, Onde deixarei meu coração é sobre amizades autodescoberta, amor e sobre uma das cidades mais lindas do mundo: Paris!



Bea mora em Londres com a mãe, o padastro e seus meio-irmãos gêmeos, ela é uma garota sonhadora, vive criando estórias, mas só em sua mente, já que sempre foi tímida demais para sequer tentar realizá-las. Ela é ingênua e isso faz com que se meta em uma enorme confusão ao ir para Málaga, mas é quando ela decide ir à Paris no lugar de voltar para casa que a verdadeira aventura começa.

Esse é o ponto de partida de uma estória que me encantou completamente, ela os amigos mochileiros visitam vários lugares da Europa, alguns imprevistos acontecem e Bea se sente pela primeira vez realmente necessária em um grupo, além de se ver parte encantada e parte revoltada com Toph. Ele é americano e terminou há pouco tempo com a namorada, mas se vê cada vez mais envolvido com Bea, mesmo tentando se afastar.

O amadurecimento de Bea é um dos pontos chave da estória, durante a viagem, ela faz novas amizades, se apaixona de verdade pela primeira vez e se sente finalmente corajosa e livre. No decorrer da estória as mudanças na personagem ficam claras, a começar por ir até Paris sem permissão da mãe, mesmo assim sua essência sonhadora continua forte, mostrando como a narrativa da autora é bem planejada.

As relações familiares também foram exploradas, Bea sempre se sentiu presa pela mãe, mesmo que essa só quisesse o melhor, a relação delas muda com a viagem e a mãe tem que aprender que a filha cresceu, mas continua a amando. Também há o amor pelos outros familiares, as avós da Bea são incríveis, dão todo o apoio que ela precisa e acreditam que ela fará o melhor. Além disso, há o pai, o motivo da viagem e um ponto bem delicado da estória.



O romance é uma fofura sem tamanho, Toph chama a atenção de Bea logo que os dois se conhecem, mas a forma com os dois se aproximam é lenta, natural. Gostei muito da forma como ele cuida dela, foi o primeiro mocinho do ano a me deixar suspirando. É claro que os cenários por onde eles passam ajudam, eles conhecem Paris de uma forma diferente de outros livros, lugares poucos conhecidos e referências a filmes como O curioso destino de Amelie  Poulain, que a personagem é fã.

A narrativa em primeira pessoa, toda feita pela Bea, faz com que o leitor se identifique com a personagem, além de deixar clara a evolução dela. A leitura é leve, perfeita para um final de semana de descanso. 

Essa capa foi a primeira coisa que chamou minha atenção no livro, as cores clarinhas e a Torre Eiffel no fundo têm tudo a ver com o enredo, sem contar que gosto muito do acabamento fosco.  A diagramação é ótima, com páginas amareladas e fonte bem confortável para a leitura. A revisão também está impecável.

Era a lembrança parisiense perfeita, porque independentemente do que mais acontecesse, meu primeiro beijo sempre teria acontecido na Pont Neuf com um lindo garoto americano que podia me fazer rir até eu tossir Coca Diet pela minha camiseta favorita toda e fazer meus joelhos se dobrarem quando me beijava.

Por: Evelise Ciriraco!!!


10 comentários

  1. Sempre achei a capa muito fofa, meu sonho é conhecer a França. Não sabia do que se tratava o livro, mas já estou ansiosa pra ler. Adoro um romance e esse parece ser bem fofo.
    Adorei a primeira citação que você colocou.

    http://simplesmentelivs.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Essa narrativa tem a fórmula para ser perfeita: Paris,amadurecimento e romance. Fiquei encantada com a maneira doce como vc realizou suas impressões em relação a obra. Um grande abraço! http://www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Romance passado em Paris, parece uma graça, mas ando preconceituosa demais, e romance adolescente não anda me pegando não.... Quando a Bea ficar mais velha, tipo uns 29/30 anos, eu leio a história dela! Brincadeira. rsrsrs

    Gostei demais da construção da resenha e a maneira como você colocou suas impressões.

    Bel Góes
    - conchego das letras -

    ResponderExcluir
  4. Oi Diana,
    Ai que livro mais fofo. Eu ainda não o conhecia e já me encantei com a capa dele, muito cute!!! quanto a história, me apaixonei. Achei bem bacana e um romance que tem tudo o que me faz gostar de um livro, espero poder ler em breve. Adorei a dica e está super anotada para as próximas compras, toma que eu compre mesmo

    ResponderExcluir
  5. Oie, o livro já parece ser ótimo apenas pela capa, já vi ele desfilando por ai, mas nunca tentei ler :(
    Jovens que por algum motivo começam a mudar e correr atrás dos seus objetivos são livros bons de ler.
    Uma hora dessas me aventura em Bea também.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?

    Estou doida pra ler esse livro e, a cada resenha lida, essa vontade só aumenta!

    Parece ser uma história fofa e encantadora. E essa capa é um amor! <3

    Eu também quero me apaixonar pelo Toph!


    Beijos e até!

    dreamsandbooks.com

    ResponderExcluir
  7. Essa capa é linda demaaaais! O romance é todo fofo. Adoro a timidez e a coragem da Bea, é incrível terminar a história e ver o quanto ela amadureceu!

    ResponderExcluir
  8. Que capa bonita! E o título transmite uma certa nostalgia. E, convenhamos, uma história de amor que se passa em Paris, não dá para desprezar! A capa é simplesmente magnífica!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  9. Oi, não conhecia o livro, achei a capa linda e ele parece ser uma estória um pouco leve e engraçada. Vou anotar a dica, assim que possível vou lê-lo.


    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oiiie
    eu tenho o livro e quero ler em breve com certeza e é ótimo ler uma resenha sobre ele haha essa capa é linda demais e espero com certeza adorar

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!