Resenha #221 - Shazam! - Geoff Johns e Gary Frank

HQ doado por Fernando Martins
Olá, pessoal. Tudo bem com vocês? Espero que sim.

Título: Shazam!
Roteiro: Geoff Johns
Arte: Gary Frank
Cores: Brad Anderson
Editora: Panini Books
Editora Original: DC Comics
Páginas: 194
Formato: HQ de capa dura
Classificação: 4.0

Na mente de alguns de vocês deve estar rolando uma pergunta: Shazam de novo?!? Sim, de novo e ao mesmo tempo não e já explico porquê.

Em 2012 a DC Comics resolveu pegar todas as suas histórias e relançá-las com um marco-zero, reescrevendo todo os começos de seus personagens (exceto Batman) que ficou conhecido como "Os Novos 52!" - para mais detalhes confira a entrevista que o site Omelete fez com a Panini (editora que lança a DC no Brasil) em junho/2012 aqui.

Em fevereiro de 2015 a DC anunciou o fim dessas edições do 'marco-zero' e informou que as histórias continuarão, mas que agora será a partir do nº 1 e que o lançamento será diferente, mais acessível e inclusiva para novos leitores - se quiserem mais detalhes vejam o que a Legião dos Heróis escreveu sobre a notícia aqui.

O que tudo isso tem a ver com essa resenha? Bem, a HQ de hoje é a versão do Shazam de Os Novos 52!, então algumas mudanças aconteceram em sua história original. Como fui apresentada diretamente ao Shazam! & A Sociedade dos Monstros do Jeff Smith (resenha aqui), não tenho muita propriedade para falar das mudanças históricas que envolveram o Universo DC como um todo. Entretanto, encontrei uma análise (não é resenha e por isso contém spoilers) muito bacana sobre a obra feita pela Splash Pages (clique aqui).

Billy é uma criança órfã que acaba de ser adotada por uma família nada convencional: todos os seus irmãos também são adotados, sendo que um deles tem a mão "super leve" (larápio). Mas Billy é um garoto tão doce, simpático, prestativo, enfim, uma criança de coração puro...



Só que não ... (risos)



Contudo, algo muda sua vida drasticamente quando entra no metrô e desembarca em um lugar estranho com um velho pirado na batata e caindo aos pedaços que se diz mago. E ao contrário do que o mago pensa, ele ainda tem muito a aprender apesar da idade, pois o tempo passou e a humanidade mudou.


Bem, logo se vê que de puro Billy não tem muita coisa e o que será que ele fará agora que é o Mortal Mais Poderoso da Terra? O que o Shazam e um larápio serão capazes de fazer? Venha dar muitas risadas com essas e outras descobertas nessa HQ maravilhosa! Mas não pensem que essa é uma história só para se dar risada: ela trata de assuntos muito sérios e irá lhe mostrar o quanto uma HQ pode mexer com tuas emoções!

A edição: está magnífica! Capa dura contendo duas folhas plásticas para proteger as capas internas, papel couché de fundo branco e a fonte, apesar de ser pequena (comparado com livros), ainda está em um tamanho agradável para a leitura. Não encontrei erros na diagramação e a arte está divina. O único ponto negativo é que não há numeração em todas as páginas.

Particularmente, ainda prefiro o conceito original do personagem. Essa reconstrução contemporânea não me agradou tanto quanto a recontada por Jeff Smith, que manteve a sutileza de C.C. Beck e Bill Parker dos anos 1940.

Tomo a liberdade de separar as pessoas para as quais recomendo as duas versões de Shazam:

Shazam! & A Sociedade dos Monstros de Jeff Smith (Bone) - é um quadrinho perfeito para crianças e adultos; o super herói tem uma inocência ao mesmo tempo que vive uma realidade difícil, a arte representa um lado mais cômico e aprofunda a percepção da vida cruel que Billy vive, fazendo com que assim certos aspectos da história ficassem "ocultos" para as crianças. Inclusive, o autor está concorrendo na categoria Desenhista Estrangeiro do Troféu HQMIX 2015 com essa obra (aqui).

Shazam! de Geoff Johns (Lanterna Verde, Superman) e Gary Frank (Hulk) - já tem uma abordagem mais para adultos; sai toda a inocência e vem a violência, o bullying e uma realidade mais pesada, os traços e a arte em si é para ser apreciada com mais cuidado e atenção, as "piadas" são sarcásticas e próprias para os adultos.

Recomendo para quem goste de: HQ, dramas, comédias e super-heróis.

Não recomendo para quem não goste de: histórias envolvendo bullying, magia e ação.

Pessoal, gostaram? Deixem seus comentários, se já leram essa obra e o que acharam dele, etc.


22 comentários

  1. Não costumo ler HQ, mas essa história parece ser bem legal.

    Beijos,
    http://www.gemeasescritoras.com/

    ResponderExcluir
  2. Amo HQ's e esse parece ser uma ótima HQ!
    Beijos,
    Luana Agra - Sector 12 - http://sector-12.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Estou voltando a ler quadrinhos esse ano e Shazan é um heroi que gostaria de conhecer. Dos Shazans que você apresentou acho que vou gostar do que se parece com o da década de 40, esse negócio de bulling já deu o que tinha que dar para mim.
    Beijos.

    Venha nos conhecer quando puder ^^
    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Amo os novos 52! Achei bem legal essa reviravolta/recomeço dos personagens, heheh. Ah, nao lembrava de Shazam, acredita?! O.O
    Opa, agora quero lerrrr mais sobre. ^^
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Como eu não acompanho esse mundo, então não tenho embasamento pra opinar. Mas gostei da sua análise. As ilustrações são maravilhosas!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Muito bacana, Ninah. Eu sou mais dos filmes do que dos HQs, mas adoro as histórias e os personagens. Lá no blog quem ama uma HQ é a Grazi. ^^
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  7. Saudações literárias! Sinceramente não curto HQ mas achei super irado sua resenha e gostei de um todo da HQ. Mas ler eu passo rs.

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Não tenho costume de ler HQ, mas as ilustrações são linda e uma hist que fala bullying é mt interessante.
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  9. Oi Ninah.
    Praticamente não sigo o mundos dos HQ, li poucos e mesmo assim foi digital ano passado. Eles foram até bons e até tive vontade de adquirir eles em físico. essa que você mostrou na postagem eu não conhecia, mas infelizmente no momento não é minha prioridade de leitura. Deixarei sua dica guardada para o momento certo.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Ninah adorei essa ilustrações que trabalho bem feito, adoro HQ mas faz algum tempo que não leio nada e lembrar do protagonista nos remete a infância, eu já leria somente pelas ilustrações lendo sua ótima resenha serei obrigada a ler. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  11. Oi,tudo bem?
    Eu ainda não li nenhum HQ,mas tenho vontade (devo começar com o de Orgulho e Preconceito que a Nemo está lançando), porém gostei desse que você indicou, principalmente porque gosto de dramas e super-heróis e a premissa parece ser bem interessante.
    Por isso dica anotada e quem sabe eu leia futuramente. Ótima resenha.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  12. Oiee!

    Eu adoro HQ e esse parece ser show!
    Adorei as ilustrações.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Hi baby, tudo bem? adoro ler quadrinhos mas tenho lido poucos ultimamente, desse já tinha ouvido falar, pretendo muito ler! parabéns pela resenha e pelo lindo blog <3

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Oi, geralmente não leio HQ, mas essa obra parece ser bem interessante.

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Gostei muito das imagens do seu post! Embora eu achei os HQs muito interessantes, não tenho o hábito de ler esses de super heróis. Mas sempre compro para o meu sobrinho, pois ele adora, e eu considero uma excelente leitura. O problema é que alguns são bem carinhos, mas ainda assim, vale a pena! Excelente post!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Leio muita HQ e o Shazam é muito bom!
    Adorei o seu post ficou muito bom, parabéns.

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?

    Menina, as únicas HQs que li e leio quando consigo são Turma da Mônica, Chico Bento e companhia, essas de super heróis e etc, não me agradam muito,mas para quem curte com certeza é um prato cheio.

    bjs

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Nina, esse negócio de ficar relançando as coisas me incomoda muito pq eu não sei o que acompanhar e como acompanhar. Acaba ficando confuso demais.
    Gostei de saber um pouco mais da história e ver as fotos. Mas não me interessei.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  19. Oi,

    Nossa, que legal!!!

    Adorei a resenha e as imagens estão muito legais!!!
    Não leio HQ, mas nem sei porque sabia? sempre gosto das resenhas!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  20. Olá,
    Não curto muito HQ's, mas meus amigos adoram então com certeza a dica vai para eles! Vou perguntar se eles já leram e dar o link da resenha para eles lerem!

    ResponderExcluir
  21. Olá!!

    Amo HQ's, quadrinhos, mangás etc..... adore a história desta e sua resenha!!! Com certeza vou adiciona-la a lista de próximas leituras!!!


    Bjinhos!
    Keyla Vilela - Blog Leituraterapia (http://blogleituraterapia.blogspot.com.br/)

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Eu não sou muito de ler histórias em quadrinhos. Mas adorei a histórias. As ilustrações estão perfeitas e muito vivas. Pra quem curte esse tipo de história parece ser maravilhoso.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.com.br/

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!