Resenha Coletiva #11 - Vampiros do Rio Douro - André Vianco

Obras adquiridas pela resenhista

Olá, pessoal. Tudo bem com vocês?

Título: Vampiros do Rio Douro Vol. 1 e Vol. 2

Autor: André Vianco
Desenho e arte final: Rodrigo Santana
Cores: Fernando Caratti
Editora: Novo Século
Páginas: Vol. 1 – 64 e Vol. 2 – 72
Formato: História em Quadrinhos com capa dura
Edição: 2007
Classificação: 2.5


Sou mega fã desse monstro do terror e suspense, que me cativa com uma história mais incrível que a anterior e pelo exemplo de ser humano que ele é. Só quem teve a oportunidade de ter um bate-papo com ele ou que acompanha suas redes sociais é que entende o quanto ele é um bom professor, como ele não tem medo de contar seus “segredos”, que na verdade são técnicas que ele utiliza de forma magnífica.

Tudo começou em 1999 quando ele lançou 1.000 cópias de Os Sete tudo bancado por ele mesmo, pois ele acreditava no seu trabalho e a Novo Século também viu o trabalho maravilhoso que ele fez (o que, infelizmente, demorou dois anos para acontecer). Hoje temos a Saga Os Sete composta por:
Os Sete, Sétimo, O Senhor da Chuva e O Turno da Noite vol. 1, 2 e 3 (em ordem de leitura). Na qual, Vampiros do Rio Douro viriam antes de Os Sete, contando como surgiu os sete vampiros lusitanos (Inverno, Tempestade, Lobo, Espelho, Acordador, Gentil e Sétimo). Entretanto, não temos lançado no mercado essa história completa, pois o HQ foi cancelado no 2° volume.

Sinopse Vol. 1
Os Vampiros do Rio Douro conquistaram o coração e capturaram a imaginação dos leitores de norte a sul do Brasil, primeiro na forma de livro, e agora, uma nova aventura começa transposta para o fascinante mundo dos quadrinhos.
Em Vampiros do Rio Douro o autor e roteirista André Vianco conta como surgiram os protagonistas de Os Sete e Sétimo em meados do século XIV, numa Portugal medieval, conturbada e cheia de misticismo. Vilas isoladas, personagens insólitos, tocaias, tramas e traições formam o cenário por onde transitam Dom Guilherme, o senhor feudal da vila Castelo Douro, os pescadores Miguel e Sétimo, bem como tantos outros personagens ora temíveis, ora estranhamente cativantes.
Produzidas em alta qualidade, as páginas de Vampiros do Rio Douro hão de agradar tanto os fãs de quadrinhos quanto os fãs dos livros de horror e fantasia de André Vianco.


Infelizmente, não posso concordar com esse último parágrafo, para ser mais honesta, é impossível concordar 100% quanto à qualidade... A história é de alta qualidade, o colorista fez um ótimo trabalho, já o desenhista, não posso dizer o mesmo.

Essa obra era para ser composta por 12 volumes, todas em capa dura, com páginas trabalhadas em fundo preto e o papel é couché com pouco brilho. Devido ao fundo escuro fica mais nítido as marcas de digitais devido à oleosidade natural da pele. Por que 'era para ser composta'? Porque a obra foi cancelada no seu 2° volume. 


Tobia acaba de receber grandes notícias, nem todas são agradáveis: seu pai está muito mal de saúde e por isso ele receberá o livro dos Tobias, que foi passado de geração a geração. Nele é possível encontrar todo tipo de informação sobre vampiros e agora o jovenzinho terá que assumir o lugar de seu pai como guerreiro da luz.

Sinopse Vol. 2
A Vila Castelo Douro teve a maior parte de sua população dizimada por uma estranha doença. Os primeiros boatos a correrem pelas ruas foram os de que seus moradores haviam sido pegos pela peste negra. No entanto, assim que padre Justino e seus coroinhas chegam, percebem que não são enfermos comuns que flagelam aquele vilarejo. Uma suspeita ainda mais sombria que a terrível peste negra se desenha diante de seus olhos e põe em alerta os homens da igreja que envidarão esforços e ações inimagináveis tentando deter o avanço das forças das Trevas sobre Portugal.

Não encontro palavras para me expressar sobre minha experiência com essa obra... Os trabalhos de André Vianco deixam qualquer um arrepiado, ele é um gênio do terror e do suspense. Por isso digo, com grande pesar, que o trabalho magnífico dele foi ofuscado pela qualidade bem abaixo da média do desenhista e da edição da Novo Século!

Os quadros estão com perspectivas incorretas, a elaboração das cenas são fracas a ponto de não acompanharem toda a carga dramática do texto e a arte final estar grotesca. A Novo Século pecou em lançar no mercado uma obra com a pixelização toda estourada e com espaços a menos no texto, faltou uma revisão. Encontrei várias palavras juntas que precisavam de espaço entre si, principalmente depois do ponto final. Ficou nítido que o colorista fez o melhor que pode, inclusive, ele salvou alguns quadros, infelizmente, não foram todos que deu para salvar.























Entrevista feita com o André Vianco durante o lançamento de Estrela da Manhã, na FNAC Paulista dia 12/12/15.

Minhas Escrituras (ME): André, o que houve com Os Vampiros do Rio Douro?
André Vianco (AV): O HQ?
ME: Sim.
AV: Bem, a Novo Século queria lançar essa história no formato HQ e eu fiz a história para os 12 volumes que iriam lançar. Contudo, foi cancelado no 2° volume devido às vendas não terem sido como imaginaram, mesmo sabendo que o público de HQ* é diferente. E esse foi um dos motivos pelos quais sai da Novo Século.
ME: O roteiro estava, como sempre, muito bom, o colorista fez bem seu trabalho, mas o desenhista...
AV: É a Novo Século não escolheu bem a técnica.
ME: Você pensa em relançar a história Os Vampiros do Rio Douro?
AV: Sim, mas será lançado no formato de romance (livro).

* Principais diferenças entre o público de HQ e o de livro:
  • O público de HQ é menor do que o público de livros;
  • Quem compra uma HQ costuma avaliar mais a obra antes de comprar, suas vendas demoram a acontecer; e
  • Quando eles vão comprar uma HQ, eles levam em consideração o autor, o desenhista, o colorista, o formato da edição, enfim, avaliam o conteúdo como um todo, eles prestam muito atenção às críticas e às levam em consideração na hora de comprar ou não. Enquanto o público de livros leva em consideração o autor e se há erros de revisão.


Recomendo? Não e Sim?!?!

Não - uma vez que não foi e nem será lançado todos os volumes, você não terá o restante dessa coleção, principalmente, se você gosta de desenhos bem trabalhados.

Sim - aguardem o livro que o André irá lançar. A história vale muito a pena!!!

 Pessoal, o que acharam da resenha? Já leram essa obra? Adoro saber a opinião de vocês.




3 comentários

  1. Oi Ninah!!!!

    Eu tenho o segundo livro e gente, preciso achar o primeiro, mas não encontro em lugar nenhum!!!!
    Adorei sua resenha e fiquei feliz em saber que será relançado como romance. Apesar do HQ tbm ser uma boa ideia!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Adorei essas HQs... eu compraria, mas agora que vai ser lançado em livro, também compraria hahhaha
    Beijos
    Balaio de Babados | Participe da promoção Natal do Babado

    ResponderExcluir
  3. Oiii =DD
    Nossa que vergonha, nunca li nada do Vianco!
    Mas nossa, pelo que eu vi das HQs eu curti bastante...e adorei que vc tbm colocou a diferença de mercado de livros e hq, que é o motivo da dificuldade da chegada de alguns hqs aqui!
    Mas eu adoro, tenho algumas aqui em casa!
    BJoos <33
    http://chacombolacha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!