Ação Literária: Resenha #163 - As Batidas Perdidas do Coração - Bianca Briones

Olá leitores!! Tudo bem??



Eu sei que as resenhas que faço, não falo antes, somente depois, porém nessa é algo diferente. Faz parte da Ação Literária em que participo e nesse mês de Julho o projeto consiste em alguém que faz parte da ação indicar um livro para o outro participante ler. Para saber um pouco mais de como funciona o projeto, é só clicar Aqui.

Teve um sorteio como se fosse amigo secreto e eu tirei a Anya Carvalho do blog Entre um Livro e Outro que é uma fofura, os convido a dar uma passadinha por lá e indiquei a leitura de Mentirosos. Quem me tirou foi a Bruna Souza do blog Meu Mundinho Fictício outro blog super legal que eu recomento. Ela me indicou a leitura de As Batidas Perdidas do Coração que já fazia um tempinho que estava na minha estante doido para ser lido e eu simplesmente não conseguia, então a ação me ajudou com isso e eu adorei a indicação.



Título: As Batidas Perdidas do Coração
Autora: Bianca Briones
Editora: Verus
Páginas: 402
+16


Eu queria que você soubesse/Que adoro o jeito como você ri/Eu quero te abraçar forte/E levar a sua dor para longe. (trecho de Broken - Seether feat. Amy Lee.)

Tive que respirar muitas vezes para tentar resenhar esse livro e já peço desculpas se algo sair fora do contexto, da ordem, porque a leitura foi linda, intensa, cheia de significados, reflexão, amor, amizade, carinho, cumplicidade e não sei mais o que dizer. Tudo reunido em uma única leitura.

Viviane, uma garota de 18 anos que estava sendo marcada pela morte familiar, ela perdeu um de seus portos seguros, aquele a quem ela admirava e respeitava acima de tudo, Viviane e seu irmão Rodrigo perderam o pai. Aquele que sempre tinha uma frase de ensinamento para passar, aquele que era paciente e sempre lhe ensinou valores essenciais para que ela levasse para toda a sua vida e agora a sua vida estava resumida a dor da partida e por mais que ela esperasse por isso, quando acontece, percebe-se que jamais se está preparado para a morte de alguém que se ama demais.

Meu pai não deixou de acreditar nem quando a vida lhe sentenciou à morte. "O que tiver de ser será... Vou ficar bem. A vitória pertence a quem acredita nela por mais tempo." (Viviane) 

Rafael, um cara todo tatuado, com seus 23 anos, que mora com seu primo Lucas e que cuida dele da melhor maneira que pode. Infelizmente não só perdeu o pai, como recentemente perdeu sua irmã mais nova e mais alguns membros da família em um acidente trágico. Ele estava perdido, estava dentro de um mundo obscuro, estava fugindo em drogas e bebidas, aquilo para ele não era a sua salvação, mas era pelo menos uma anestesia para a sua dor.

Não sei o que dizer a ele, porque odiava qualquer frase bonitinha sobre a morte quando meu pai morreu e sigo odiando. Não tem o que dizer. As pessoas se iludem pensando que, se disserem algo certo, vão proporcionar algum conforto. Eis uma verdade sobre o luto: não existe conforto. (Rafael)

Sobre os acontecimentos de perdas, não é spoiler, porque está na parte de trás do livro, então é algo que você já sabe de cara. Os dois são opostos, jamais seus mundos se cruzariam, mas a morte é certeira e ela simplesmente faz com que esse caminho improvável se cruze de uma maneira que somente a dor, podem os unir.

Viviane é uma patricinha, que adora a cor rosa e se veste como tal. Rafael é um bad boy, tatuado, de olhos azuis, que trabalha em um bar e tem uma guitarra. Eles não poderiam ser tão diferentes, mas seus caminhos se cruzaram e a história começou a desenrolar. Viviane é de uma família extremamente rica. Com a  morte de seu pai, sua mãe fica ausente e quem toma de conta deles é o avô. Falo deles, porque Viviane se sente responsável pelo seu irmão mais novo Rodrigo. Com a morte dos pais de seu primo Lucas, Rafael o deixa morar com ele, pois se sente meio que responsável, já que o garoto ficou órfão.

Em primeiro momento, Rafael tratou Viviane, como a patricinha que era, mas ela demonstrou ser muito mais que isso. A atração dos dois foi inevitável e a partir daí começamos a história e conhecemos esse casal que tem tudo para dar errado, será??

Tocar mexe com a minha adrenalina. As batidas da música invadem meu sangue e, de repente, nada mais importa. É como se a bateria fosse uma extensão minha. (Rafael)

Confesso que estava com expectativas altíssimas com a leitura desse livro. Muitas amigas blogueiras leram e amaram, falaram super bem, viviam me indicando e eu me sentindo indicada todas as vezes que lia algo sobre e estava com muito medo de me decepcionar e ainda bem que isso não aconteceu. Eu fiquei com as minhas expectativas mantidas e fiquei completamente presa e dentro do mundo criado por Bianca. 

Gente eu comecei a ler numa Quinta-feira e durante a semana eu não consigo ler muito, mas no sábado a tarde finalizei quase 300 páginas em uma sentada só. E olha que foi a tarde de sábado que mais chorei... depois da página 260, as lágrimas não pararam de rolar, me senti consternada com os acontecimentos e acho que por ter passado por isso com um familiar, isso me deixou mais sensível a ponto de as lágrimas apenas saírem. Achei que até ficaria deprimida após a leitura, porque sim a história tem seus pontos tristes e achei que fosse querer passar um bom tempo chorando (sou dramática e exagerada, relevem rs). Só que isso não aconteceu, simplesmente estou tentada e viciada na escrita de Bianca, já quero o segundo livro!

Meu pai sempre dizia que, quando o coração quer uma coisa e a mente quer outra, devemos pesar o que é mais importante para nós: a razão ou a emoção. E, se não conseguirmos chegar a uma conclusão satisfatória, o coração é o melhor caminho. A mente não vai esquecer, ma o coração é capaz de superar, caso tudo dê errado.

Bianca tem uma escrita extremamente viciante. Ela colocou uma riqueza de detalhes necessários na trama que eu simplesmente não conseguia me desviar da leitura. Os personagens bem desenvolvidos, cada um com a sua complexidade. Sem deixar nada a desejar. Eu queria mais, cada vez mais. A ambientação foi aqui em São Paulo, mas não tivemos muitos detalhes sobre os pontos em que os personagens passavam, até mesmo porque o foco não era exatamente esse, achei a abordagem superficial dela em alguns locais totalmente pertinentes. Rafael, por mais raiva que em alguns momentos eu senti dele, terminei me apaixonando pelo seu jeito de ser. O modo como ele trata Viviane e o medo que ele tem de perdê-la é bem palpável, mesmo com todo o seu lado turbulento. Viviane, foi uma personagem que me conquistou, ela é uma patricinha diferente. Não é chata, é forte, corajosa e quando quer algo luta para conseguir. Ela é extremamente altruísta e não é qualquer pessoa que faz coisas que ela fez para lutar por esse amor. 

Os personagens secundários são muito importantes para que a história se desenrole bem. Eles são participantes ativos na vida dos protagonistas, principalmente Rodrigo e Lucas que são garotos divertidos e que renderam boas risadas para descontrair alguns momentos de tensão no enredo.

Esse livro me trouxe ensinamentos importantes e o principal de tudo é que devemos dar valor a vida acima de qualquer coisa. Por mais que as coisas estejam difíceis e complicadas, devemos valorizar cada segundo que respiramos. Os valores de amizade são um ponto alto da história e o amor acima de qualquer coisa. A família também tem seu destaque e ficou evidente os valores que uma boa criação não significa para onde você vai e que caminho quer seguir. As vezes os nossos pais nos criam com muito amor e tomamos um rumo completamente diferente do planejado ou as coisas saem, como tinham que ser. 

Posso dizer que a dor é um elemento muito traiçoeiro e ela fez eu sentir na pele as sensações que os personagens tiveram. Chorei muitas vezes querendo pegar o Rafael no colo e dizer que as coisas iriam melhorar e que ele poderia confiar em mim. Quis pegar na mão de Viviane e encorajá-la a seguir em frente porque ela era uma menina forte. Me senti completamente conectada ao enredo, aos personagens como se fizesse parte de tudo e não só como observadora, é como se eu os conhecesse, é como se eu tivesse vivenciando com eles.

Imagens da blogueira


A diagramação do livro é bem simples, com suas folhas amareladas, fonte de tamanho médio e confortável. O livro tem seu lado musical. A narrativa é intercalada entre Viviane e Rafael a cada capitulo, assim podemos saber o que eles sentem e o que se passa na mente sofrida deles. Os capítulos sempre começam com trechos de músicas e muitas delas, que eu amo, ai eu pergunto como não me sentir cativada diante de todo esse cuidado? Fora que esses trechos tem tudo haver com os acontecimentos dos capítulos. Temos desenhos de guitarra em algumas passagens de tempo e ai a autora conseguiu me conquistar de vez. Eu amo guitarras desde que me entendo por gente e adoro o som que ela produz, tenho uma desenho de guitarra tatuado no meu anti braço, então gente é muito amor e eu adoro demais a capa desse livro!!!!

Imagens da blogueira

No fim, depois de toda a mina empolgação e carinho excessivo por essa leitura, já quero tão logo começar a leitura do próximo livro que falará de outro personagem, que não vou falar, porque eu não cheguei a citar ele aqui. Eu indico a leitura para quem ama romance, com pitadas de erotismo, mas nada exagerado. Para quem gosta de dramas familiares e perdas. Para quem gosta de refletir as mensagens que o livro pode trazer e as lições de vida, que só demonstra que quando você quer, você aceita, decide e você corre atrás e consegue.

[...] o destino é como uma flecha atirada por um exímio arqueiro. Às vezes você está ali, sorrindo, cantando, amando, e a flecha te atinge  de forma certeira, no coração. Exatamente no lugar mais frágil.

Espero que tenham gostado, Deixem seus comentários. Pretendem ler o livro? Já o conheciam?
Xero no coração de todos!



34 comentários

  1. adorei a resenha, sempre leio elogios a respeito desse livro, pretendo ler muito em breve e espero gostar.

    ResponderExcluir
  2. Oi Dih..
    Vi a pouco no blog da Bruna a indicação dela para você. Que bom que gostou tanto do livro. Estou ficando mais do que ansiosa de tanto que todos falam desse livro.
    Esse livro parece passar inúmeras lições. Preciso ler!!

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Aaaaaahhhhh, tudo bom?
    Eu sou louca para ler o livro, amei a resenha, que bom que o livro te agradou, e eu espero que ele venha a me agradar também, pois tenho muitas expectativas quanto a ele, e sua continuação.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  4. Oi! Percebi que essa história pode envolver um pouco a música, já que o principal é guitarrista e pelo próprio título e eu amo histórias assim. Percebi que aborda um tema bastante doloroso: a perda. Ninguém está pronto para ela e já sinto dó dos personagem. Não gosto muito de mocinhas patricinhas, mas essa me agradou, não parece nada com uma. Amo romances e quando mistura superação e amizade já me conquistam.

    ResponderExcluir
  5. Olaaaa
    Ainda bem que o livro supriu as suas expectativas! eu costumo gostar desses romances new adults, mas nao sei pq :/ embora vc tenha amado o livro, narrado com a maior empolgaçao... eu nao senti a quimica com a premissa do livro!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Adorei sua resenha!
    To querendo muito ler esse livo, fiquei mais ansiosa ainda depois de ler sua resenha super positiva sobre ele, adoro livros de romance, adicionei em minha lista de leitura e pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
  7. Adorei essa capa, já tinha visto varias resenhas positivas sobre esse livro e a cada uma que eu leio, mais a vontade de ler aumenta, achei interessante porque o livro envolve musica, e isso foi o que mais me chamou atenção nesse livro

    ResponderExcluir
  8. Oi Dih!!!!

    Ha!!!! To amando essa ação! rsrsrsrs
    Todo mundo fala super bem deste livro, e claro, eu quero lê-lo tbm!
    Ótima resenha! Mega curosa aqui, quero o meu tbm! rsrsrsrsrs

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  9. As batidas perdidas do coração <3 é muito amor envolvido , quando li finalmente entendi os motivos para tantos elogios a respeito dele
    Adorei sua resenha
    bjoss

    ResponderExcluir
  10. Olá, Di. Depois de sua resenha eu necessito ler esse livro, me identifiquei bastante com Viviane, tirando a parte que ela é patricinha. Com certeza é um livro que eu irei gostar bastante!
    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  11. Sempre ouço as pessoas falarem muito bem desse livro e agora que o livro 3 está para sair vou ver se começo a ler logo. Amei sua resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Pela sua resenha percebemos o quanto você gostou e ficou encantada com o que leu. Eu nunca tive a oportunidade de ler nada da Bianca, o que me deixa feliz é que ela anda fazendo bastante sucesso e que talvez a literatura atual brasileira esteja decolando.

    Amei sua resenha, beijos!
    http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?

    Apesar de ter adorado a capa do livro e de já ter ouvido vários elogios sobre a obra, inclusive os seus, essa leitura não é para mim. Acho essa história de patricinha que ama rosa se relaciona com o o bad boy tatuado o ápice dos clichês e eu estou correndo desse tipo de livro. Confesso que ri com você falando que queria pegar o Rafael no colo e falar que ia ficar tudo bem, eu imaginei a cena, você segurando um marmanjo no colo e balançando de um lado para o outro falando que ia ficar tudo bem HAHAHAHAHA. Gostei da resenha, mas vou passar a dica.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Essa é uma autora que desejo muito conhecer! Todo mundo fala bem dos livros dela, assim como os da Carina Rissi, então acho que irei me arriscar e ver se esses romances são tão bons quantos os que eu leio! Sucesso para seu blog! Abraços,

    Tony

    ResponderExcluir
  15. Então ,a história até parece legalzinha, mas eu cansei de livros em que o cara é bad boy com um lado sensível e a menina é uma patricinha nada fútil. Sei lá, parece que já li vários e que alguns autores não conseguem mudar a fórmula... Apesar disso, adorei os quotes e a forma como escreveu a sua resenha.
    Bjs, Isa
    http://pausaparaconversa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá!!

    Já conhecia, mas não sabia que era tão profundo assim, achei que só tivesse erotismo. Gostei da premissa, por se tratar de perdas, que é um tema tão delicado e ao mesmo tempo recorrente em nossas vidas.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Oi, Diana, minha quase xará! kkkk

    Esse livro é super lindo, e seua resenha está muito bacana, gostei bastante.
    O blog é muito fofo! *---*

    Beijos,
    Blog Cheiro de Livro Nacional

    ResponderExcluir
  18. Oii Diana.
    Adorei a sua resenha e toda a emoção que conseguiu passar através dela. Eu estou com o livro aqui assim como você parado na minha estante, mas ainda não tive a oportunidade de ler. Espero fazer isso em breve.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  19. Eu acredito muito no poder da música. Ela nos influencia e muito. Amo livros que falam sobre isso. Assim que eu puder (financeiramente falando mesmo) vou dar uma chance ao livro
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Eu li esse livro ano passado e ele é realmente tudo isso que vc disse, intenso e apaixonante. Eu amei cada pagina do livro e ja te digo que o segundo é ainda melhor.

    ResponderExcluir
  21. Oi Di, tudo bem?

    Eu já li esse livro e comigo foi diferente, não sentir uma conexão com a trama e não gostei tanto, pode ser que li num momento errado e pretendo reler um dia, porém sei que o livro tem mesmo uma mensagem importante. Parabéns pela resenha, ela ficou maravilhosa.

    Beijos
    Leitora sempre

    ResponderExcluir
  22. Di <3

    Comprei esse livro e muitas pessoas me indicam, mas ainda não tive tempo para lê-lo. Gostei muito da sua resenha e espero gostar tanto quanto você. Parabéns pela resenha. Quando eu ler volto para comentar. Adorei as fotos! Achei linda essa tatuagem *o*

    Beijos, Rob
    www.estantedarob.com.br

    ResponderExcluir
  23. Diana, você acaba de me dar uma ideia super legal para um amigo secreto literário no final do ano! Adorei essa ideia de cada um tirar o papelzinho e ter que sugerir um livro para o outro! Deve ser uma maneira super divertida de conhecer novos livros e novas pessoas!
    Adorei a sugestão da Bruna! :D

    Beijos,
    Fernanda
    www.oprazerdaliteratura.com.br

    ResponderExcluir
  24. Aiii meu Deus. Sobre essas perdas eu fiquei com medo. As vezes eles soltam spoilers nas sinopses que ficam atras dos livros sim kkkkkk
    Mas confio em você.
    Eu sou louca para ler esse livro e sua resenha só me deixou mais curiosa.
    Amei a resenha

    ResponderExcluir
  25. Oi Di, sua linda, tudo bem
    A Taty foi a primeira a me destruir com essa história, por causa dela eu comprei o livro. Agora vem você e vou te dizer, eu não escutei as batidas do meu coração, eu escutei as batidas dos corações dos personagens. Você me fez sentir a dor, o sofrimento, as perdas, os obstáculos. O livro está tão perto de mim, e agora, por sua culpa, quero pegá-lo e não largá-lo mais!!!! Fiquei emocionada com suas palavras, adorei a resenha!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Diana-linda,
    ADOREI sua resenha. Eu preciso te dizer que, como você, procrastino a leitura desse livro há um tempão. Ainda não o comprei, mas não foi por falta de boas oportunidades. A verdade é que não teria tempo para dedicar a ele, mas lendo sua resenha percebo que não vou me arrepender. Eu tenho altas expectativas e espero que, como você, elas sejam mantidas e atendidas no decorrer da leitura. O casal parece enfrentar muitos obstáculos, mas gostei do modo como a autora trouxe valores importantes no enredo. Acho que é um livro com conteúdo, sabe? Isso me atrai muito.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Oi Diana!
    Há um tempinho li resenha desse livro em um outro blog, e logo adicionei à minha lista de quero ler. A história parece ser ótima e sua resenha aumentou minha curiosidade.
    Beijos

    http://tudoqueeuli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Olá, Diana! Tudo bem?

    Adorei sua resenha! Adorei a premissa do livro! Adoro livro que trazem reflexões em suas entrelinhas. Vou colocá-lo na lista.

    Beijos

    @rhadijapraia
    http://amoremprosaecia.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/amoremprosaecia

    ResponderExcluir
  29. Olá!
    A resenha já começa com a música linda que é Broken do Seether e da Amy Lee e eu já cresci o olho. Adoro livros que mexem com nossas mentes e nos fazem refletir sobre a vida, vou colocar essa obra na minha lista de desejados.

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Oiee ^^
    Eu também não consegui largar o livro até terminar de ler, e chorei horrores...haha' estou adiando a leitura do segundo até hoje *-* Esse livro é simplesmente incrível, e uma das coisas que eu mais gostei nele foram as citações musicais ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  31. Oi Diana, este é um livro que estou doida pra ler. Achei muito legal você ter recebido esta indicação e principalmente, por ter gostado da leitura.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  32. Olá, tudo bom?
    Preciso dizer que adorei sua resenha, mas confesso que acho que não leria o livro, porque pelo que você disse e eu entendi, a autora forçou um pouco demais nos esteriótipos, e odeio isso.
    Mas entendo o porque de você ter gostado e fico feliz que a leitura tenha sido bem proveitosa.
    Beijos,
    http://www.entreleitores.com/

    ResponderExcluir
  33. Vejo ótimas resenha a respeito da obra e estou bem curiosa e espero gostar muito. Uma amiga jámleu e me indicou, pois amou demais

    Beijos
    http://www.amorliterariooriginal.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  34. OI, tudo bem?
    Adorei a sua resenha. Vejo comentários maravilhosos acerca desse livro, e quando uma blogueira que gosto muito recomendou, eu comprei os dois primeiros volumes. Ainda não tive oportunidade de ler, me falta aquele empurrãozinho que você teve, rs. Mas espero que a obra me toque e que me faça apaixonar pela história tanto quando você.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!