Editora Empíreo: Olho de Boto

Olá pessoal, tudo bem com vocês?
Andei sumida não é mesmo? A minha internet que resolveu me deixar na mão por esses dias e como não pude deixar nada programado, fiquei sem postagem e sumida. Me desculpem ok. Mas o técnico veio aqui e tudo resolvido. Agora vamos falar da postagem?

Temos um lançamento nacional hoje interessante e que com muita história a ser contada. A vidas as vezes nos prega peças e nos leva a vários tipos de caminhos, até onde a gente acredita que chegou e que encontrou quem a gente realmente procurava. Independente de quem seja. Independente da forma de encontrar o amor. Falaremos aqui de um casamento que foi bem repercutido e que teve várias notícias em jornais locais. Bora conhecer um pouco sobre o livro Olho de Boto?


Inacha é um povoado pacato e ordeiro da floresta amazônica, onde ninguém contesta o poder do regime militar recentemente implantado no Brasil. Porém, tudo muda quando um acontecimento grandioso é agendado: dois homens decidem se casar, décadas antes do mundo discutir os relacionamentos homoafetivos.
Inspirado em fatos reais, Salomão Larêdo apresenta um romance contestador, que deseja disseminar o amor livre por todos os lugares e criticar a incompreensão e a violência comuns numa terra tão afastada da civilização.
O romance nos romances contém muitas passagens, histórias, numa narrativa em que os personagens vivem situações as mais inusitadas e difíceis para conseguir realizar o sonho de contrair núpcias em que os pajés são convocados para realizar a metamorfose e transformar em mulher a noiva que, junto com o noivo passam por inúmeras dificuldades, incitamentos, provações e provocações dos curiosos que enchem as ruas do lugar para prosseguir no sarro, na gozação meio escárnio homofóbico coletivo ao casal submetido ao vexatório e incômodo exame médico comprovativo do gênero.

Salomão Larêdo - Escritor de Olho de Boto

Salomão Larêdo nasceu na Vila do Carmo, município de Cametá, no Pará, região Amazônica, na madrugada do dia 23 de abril de 1949. É autor de diversas obras, incluindo romances, contos e poesias. Com seu estilo, o paraense envolve o leitor no imaginário amazônico, revelando todas as suas belezas e idiossincrasias. “Olho de boto” é a quadragésima obra publicada pelo autor, que já recebeu prêmios por todo o país, incluindo o Monteiro Lobato da União Brasileira de Escritores, pelo livro “Sarrabulho”.

Salomão Larêdo é Advogado, Escritor e Jornalista. É editor e produtor cultural. Intimorato e intemerato defensor do  cultura e do homem da Amazônia. Estudou em Vila do Carmo, Mocajuba, Baião, Tucuruí, Cametá, Belém-PA e Garanhuns (Pernambuco). Provindo de lar feliz, mas de parcos recursos financeiros, Salomão Larêdo ainda garoto, para ajudar seus pais no sustento da casa, vendeu sonhos e arroz doce com canela nas ruas de Vila do Carmo; munguzá, canjica e pão de trigo nas ruas de Tucuruí e café puro na feira de São Braz, em Belém do Pará. Como jornalista foi repórter no jornal “Folha do Norte”, onde, após ser promovido a noticiarista, chegou a ser sub-secretário desse jornal, editando seu “Segundo Caderno”, trabalhou no jornal “O Liberal”, como repórter e redator em agências de publicidade.

O romance nos romances contém muitas passagens, histórias, numa narrativa em que os personagens vivem situações as mais inusitadas e difíceis para conseguir realizar o sonho de contrair núpcias em que os pajés são convocados para realizar a metamorfose e transformar em mulher a noiva que, junto com o noivo passam por inúmeras dificuldades, incitamentos, provações e provocações dos curiosos que enchem as ruas do lugar para prosseguir no sarro, na gozação meio escárnio homofóbico coletivo ao casal submetido ao vexatório e incômodo exame médico comprovativo do gênero.

“Este novo romance aborda não apenas o tema da homo afetividade, mas todas as nossas questões sócio-políticas, de tudo que precisamos saber, discutir, estudar e nos posicionar como cidadãos culturais, cidadãos sexuais, democráticos, como leitor que pensa, que tem senso crítico, consciência política, que  não é intolerante, intransigente, que sabe e procura   amar o outro, respeitar o outro, que é preocupado com o bem comum, com a igualdade como bem coletivo”, defende Salomão.

O que posso dizer desse autor é que ele é praticamente um gênio. Tentei resumir seus feitos que são muitos, se eu fosse colocar aqui tudo que ele já fez ao longo de sua vida e carreira, teria que escrever em capítulos ou a postagem ficaria imensa. Eu já li vários currículos de autores, eu acho isso bem legal, mas desse escritor nossa!!! É de tirar o fôlego. Eu não sei como ele encontrou tanto tempo e disponibilidade para tantos feitos. Confesso que estou bem admirada.

Pelo que podemos observar o autor construiu uma história a partir de um acontecimento e ai vou colocar para vocês duas notas que saíram nos noticiários locais da época.




Sobre o livro e o autor:


Redes Sociais da Editora:

Site | Fanpage | Twitter | Instagram |

Espero que tenha gostado, queridos (as).
Sei que estou atrasada em algumas visitinhas. Quero agradecer a todos que passaram por aqui e deixaram suas marquinhas. Ao longo da semana vou retribuir prometo. Ficar quase 4 dias sem internet foi difícil, porém aprendi a lição e já deixei várias postagens programadas, para não deixar vocês na mão. Xero no coração de todos!!



23 comentários

  1. Oi, Diana!
    Nossa, esse autor já estudou e trabalhou em vários lugares mesmo, hein? O.o
    Achei interessante esse livro dele, Olho de Boto, por tratar da homossexualidade.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Oiii Di, tudo bem??? Já tinha visto esse lançamento no blog desbravadores e eu achei bem interessante. Gosto muito desse tema e acho muito importante que seja inserido em livros. Mas esse em questão eu não sei se leria. Mesmo assim, achei bem interessante e espero que agrade a muitas pessoas.
    Ahhh e nem me fale em internet :P
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Dih!

    Bem interessante o lançamento, fiquei curiosa! Ansiosa pela tua resenha!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  4. O enredo do livro realmente é bem interessante! Dois homens se casarem há dez décadas atrás deve ter sido uma coisa bem maluca, por conta dos homofóbicos. Esse livro serve como base para que nós, leitores, podemos ver como era tratada as pessoas há um certo tempo atrás. Adorei o livro!

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bom?
    Apesar de não ser meu estilo de leitura, o livro parece ser bem interessante ^^
    espero que seja uma boa leitura.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  6. Olá Diana!
    Não conhecia a obra e nem o autor, mas o tema abordado é bem atual e polêmico. E o fato da história se passar décadas antes de tudo ficar "mais público" deixa o livro mais interessante. É um tema importante para ser debatido.
    Não sei se o leria, mas fico agradecida pela dica de leitura!

    Abraços,
    Andresa Dias
    http://leiturasefofuras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    O livro parece ser bem interessante e aborda um tema nada comum nos livros de literatura.
    Não sei se leria, pois minha praia é mais fantasia e tals, mas acho importante dar destaque a esse tipo de leitura, ainda mais nos dias de hoje.
    Parabéns pelo post e pelo blog. To seguindo. ;)

    Academia Literária DF

    ResponderExcluir
  8. Oi Dih, não conhecia o livro e achei o enredo bastante instigante, principalmente por conter história. Porém acho que não leria tenho a impressão de que deve ser arrastado e não gosto de livros assim

    ResponderExcluir
  9. Olá Dih!
    O enredo do livro é bem polêmico. E a temática não me agradou muito.
    Mas pra quem curte deve ser muito bom.
    A capa é bem simples, mas bonita.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Di, tudo bem?

    Também estou enfrentado essa mesma questão na internet. Sobre o livro não conhecia, mas parece ser interessante. Depois vou procurar resenhas para saber mais detalhes.

    Beijos
    Leitora sempre

    ResponderExcluir
  11. Ola lindona o enredo do livro se torna tema polêmico ainda mais em cidades pequenas, mas gosto muito de ver livros em temas assim para deixar de lado o preconceito que ainda existe. Vou colocar em minha lista de leitura. beijos

    Joyce

    ResponderExcluir
  12. Oi, Diana!
    O livro aborda um tema polêmico, infelizmente ainda nos dias de hoje.
    Imagino naquela época e pelo local o quanto não deve ter sido mesmo muito difícil pra eles assumirem esse amor. Parece ser um livro muito interessante, principalmente por ser baseado numa história real. Vou anotar a dica.

    Beijinhos!
    Jaque.
    Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  13. Oi Di, sua linda, tudo bem?
    Somos duas, fiquei mais do que 4 dias sem internet. Não conhecia o autor, mas também fico impressionada quando vejo uma pessoa com uma história tão talentosa e fico torcendo por seu sucesso. Parabéns pelo lançamento, tenho certeza de que seu livro deve ser muito bom.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Ei Diana, tudo bem?

    O livro parece bem interessante e até polêmico pelo assunto e pela época em que se passa. Se hoje já é complicado a aceitação e o preconceito é grande, imagine nessa época.

    Bjin
    Jéssica Brenda
    Mundo B - Paixão, Amor e Outros Vícios

    ResponderExcluir
  15. Oi Diana, tudo bem?
    Essa questão com internet tá geral, um problema sério e irritante.
    Quanto ao livro de assunto polêmico e original, eu gostei porque ele oferece uma proposta diferenciada,essas questões que ajudam o leitor a ser mais crítico e pensante são super válidas.
    Ótima dica.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  16. Oiee, tudo bem?

    Achei legal o livro se passar na Amazonia, mas não sei se é o meu estilo de livro. A premissa do livro, com certeza é super original, mas fiquei na duvida se eu iria gostar

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi Di, não conhecia o livro e nem o autor, mas acho o tema abordado bem interessante. Com certeza irei ler se tiver oportunidade.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  18. Oi Dih,

    Não conhecia o livro e nem o autor, e gostei de saber que ele lida no livro com um tema ainda tabu no Brasil que a relação homoafetiva. Eu, particularmente, sou de opinião que as pessoas merecem ser felizes com suas escolhas e respeitadas pelas demais que não compartilham da mesma escolha. É um livro que pretendo ler.

    Beijos
    Tânia Bueno
    www.facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oii Dih, tudo bem? Não conhecia o livro e nem o autor, mesmo com tantos livros já publicados. Gostei do livro se passar na Amazônia e o tema ainda é polêmico nos dias atuais, na época da ditadura militar devia ser ainda mais. Me interessou bastante, fiquei bem curiosa para ler.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Não conhecia o livro, também, é lançamento kkk, mas a estória parece ser muito boa. O autor é bastante experiente e livros assim tem jeito de sucesso.
    Abraços

    www.estantejovem.com.br

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bem?

    Caraca, se eu chegar na idade desse autor e conseguir fazer metade de tudo que ele já fez, eu tô feliz HAHAHAHA. Apesar da capa do livro não ser muito chamativa e desse tipo de tema não fazer muito meu estilo, achei interessante a abordagem dele e a forma como procura expor um ponto de vista que pode gerar polêmica em muitos meios. Talvez um dia eu anime de ler.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Por essa mini-biografia, já deu pra perceber que o autor é sem comentários. Apesar de já estarmos no Século XXI, a homoafetividade ainda é um tema tabu. Achei bem legal o autor trazer esse tema para discussão em uma época a qual discute-se muito disso. Enfim, fiquei curioso pra conhecer a escrita dele.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  23. Cada vez mais tenho visto livros que abordam o tema, e acho isso o máximo, porque meio que dá um tapa na cara da sociedade preconceituosa. Não conhecia o autor, mas desejo que o livro dele faça muito sucesso. E claro, tenho que parabenizá-lo por tratar de um tema tão polêmico, e por ter tantas conquistas.

    Beijos!
    www.aculpaedosleitores.com

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!