Resenha #128 - Réquiem - Lauren Oliver


Titulo: Réquiem
Autora: Lauren Oliver
Editora: Intrínseca
Páginas: 303

Resenhas:

Essa resenha não possui spoilers dos livros anteriores.

Sinto uma pontada de saudade de casa. Nem sei direito se sinto falta de minha mãe ou apenas da antiga rotina da minha vida, uma vida de limites e fronteiras, de hora do banho e toque de recolher. Uma vida simples.

Eu esperei muito pelo final dessa série que tanto amo e que dei notas máximas e favoritei os dois primeiros. Quando ganhei o livro de presente, pensei em ler imediatamente, mas fiquei com medo rs. Então só li por esses dias para ler com calma. Mas pra mim o final foi frustrante e durante a resenha vou explicar porque. 

Para quem nunca leu a série, vai um breve resumo, só para que vocês possam ficar um pouco situados. Essa série fala que o amor é uma doença chamado Delíria. Então o governo criou uma forma de tirar esse sentimentos das pessoas, que passam por uma pequena intervenção e são "curados" de ter esse tipo de sentimento. Todos os jovens ao completar 18 anos passam por essa intervenção, e também são pareados com uma menina ou menino para se casar e constituir família. Eles buscam em seu banco de dados as pessoas mais compatíveis. Temos também os que vivem na selva que não concordam com esse plano do governo das pessoas não poderem fazer suas escolhas, serem livres para sentirem o que quiserem, então uma guerra está para começar.

Esse último livro vem com uma narrativa em primeira pessoa, mas intercalada entre Lena a protagonista e Hana a sua melhor amiga. Eu achei a ideia bem legal, porque podemos perceber como Lena está nessas reviravoltas da selva e como Hana está se saindo em Portland, afinal ela foi pareada com um homem muito importante que faz parte do governo e vamos vendo os dois lados da história.

Durante a leitura do livro, eu percebi o quanto aquela realidade era cruel e deixava meu coração aos frangalhos. O governo era forte, tinha um batalhão de soldados cruéis, todos a favor da cura. Por outro lado tinha os rebeldes, que lutavam pela sua liberdade de serem livres para viver da maneira que queriam, sem serem comandados como fantoches. A guerra estava declarada dos dois lados. Mas a vida dos "selvagens" como eram chamados era totalmente precária e sofrida e Lena ficava sempre pensando se era essa vida que ela queria, quando resolveu fugir de toda aquela vida programada que teria, para terminar vivendo assim. Ao mesmo tempo em que ela se sentia bem por ser livre e não ter que viver sob a escolha dos outros.

Só quando quase estou nas barracas é que volto a chorar. As lágrimas irrompem todas de uma vez, e preciso parar de andar e me encolher. Quero sangrar os sentimentos para fora do corpo. Por um segundo penso em como seria fácil passar de volta para o outro lado, ir direto até os laboratórios e me oferecer para os cirurgiões.

 Hana, estava na parte da vida que era toda programada, ela iria se casar com o seu par e teria uma vida de luxo e glamour, mas será que era exatamente isso que ela queria? Conforme as coisas iam caminhando Hana ia descobrindo se realmente o governo estava 100% certo e se os selvagens mereciam morrer e serem castigados daquela forma. Só o que ela sabia é que deveria confiar em seu futuro marido e que com ele, ela estaria completamente segura. E porque ela sentia culpa em seu coração? Porque Lena e sua família não saía de seus pensamentos? Depois que Lena fugiu para selva o bairro em que morava ficou completamente desvalorizado, quase ninguém vivia lá. Fora que a casa em que ela morava estava marcada, como a casa de mais uma traidora. Diante de tudo isso fica mais uma pergunta, o que aconteceu com a família dela? Suas primas? Só lendo o livro mesmo para descobrir leitor.

-Quer saber? Acho que a luz em cima é melhor, no quarto de sua mãe. Não acha?
Eu me vejo concordando e, antes que me dê conta, já estou em movimento. Subo a escada na frente dela. Abro caminho até o quarto da minha mãe como se estivesse plainando no ar, ou sonhando, ou morta. (Hana)

Sim eu gostei da história, afinal é uma distopia e nem tudo é tão perfeito ou desastroso demais. Mas acho que as minhas expectativas estavam altas demais e eu achei que encontraria um desfecho digno da série, mas em minha opinião faltou algo e eu senti isso o tempo todo durante a leitura. A Lena forte do segundo livro, corajosa, destemida, simplesmente nesse pareceu submissa, sem voz e totalmente confusa com relação aos seus sentimentos, chegando a ser injusta com quem esteve ao seu lado nos últimos tempos. De verdade acho que ela perdeu toda a admiração que eu tive dela em Pandemônio. Um personagem que eu gostei foi Julian. Ele perdeu tudo indo para selva com Lena e mesmo com a indiferença que muitos rebeldes tinham por ele, sempre Julian tentava se encaixar e conseguir viver naquela nova vida. Porque posso lhes garantir leitores, não era nada fácil. Julian ganhou o meu respeito como uma pessoa que quando quer luta, ele fazia de tudo para ficar bem, mesmo naquelas condições precárias e não pensava somente nele.

Com a narrativa intercalada mesmo em primeira pessoa, dava para perceber os acontecimentos e como as coisas caminhavam, não sei, mas eu acho que a Lauren se perdeu nesse desfecho e eu me desanimei quando cheguei na metade do livro, mesmo com algumas revelações inesperadas. O final do livro não foi fechado, para mim foi totalmente aberto. Eu não espero finais felizes em distopias... se acontece fico feliz é claro, mas se não, também não fico triste, porque já espero por isso. Mas esse final foi tão sem graça, pelo menos na minha opinião, parece que os dois lados se perderam... parece que não serviu de nada tantos sacrifícios e mortes. O motivo pelo qual tirei os dois livrinhos foi exatamente esses. Eu me senti frustrada. Me senti fora do contexto. Não consegui me sentir dentro da história como nos livros anteriores, portanto Pandemônio, foi o melhor livro da série.



A diagramação do livro está ótima. Tão bem feita que o livro é um pouco pesado. A capa continua com a linha metalizada a qual gosto muito. Não encontrei erros de revisão. A editora caprichou bem nisso. As folhas são amareladas e isso dá uma leitura totalmente confortável. 

Leitores quero deixar claro que essa é a minha opinião e que pode divergir de outras, eu posso ter me sentido frustrada com o final da série, mas outras pessoas podem ter gostado, por isso sugiro que vocês leiam para tirarem suas conclusões. Eu indico a série sim, porque amei os dois primeiros livros e acredito que o terceiro não seguiu alguns padrões esperados por mim, mas mesmo assim cumpriu o seu papel distópico.  

Gosto de ver a selva assim: magra, nua, ainda não vestida de vontade e sede pelo sol, sede que é saciada um pouco mais a cada dia. Em pouco tempo a selva vai explodir, embriagada e vibrante.

E ai pessoas, o que acharam? Alguém já leu? O que achou? Deixem seus comentários. Xero no coração e tenham uma excelente semana!!


27 comentários

  1. Oii Di, tudo bem???? Eu li apenas Delírio e confesso que não gostei :P . Achei a Lana chata, o final horrível, o livro arrastadoooooooo. E por isso não me animei a ler os próximos. Mas fico feliz que você tenha gostado da série e triste pelo fim não ter te agradado tanto. isso é meio chato né? Mas faz parte da vida de leitor, heheh. Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Dih!

    Pois é.... tbm fiquei aturdida com esse final tosco... o livro estava tão bom, de repente, tudo começou a desandar... não sei pq a autora inventou um triângulo que não precisava existir.

    Adorei conhecer um pouco mais sobre a Hanna. Fiquei espantada com umas descobertas, mas neh? rsrsrsrsrrsrsrs

    Adorei a resenha flor!
    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Olha eu gostei bastante da sua resenha, mas eu não fui muito de ler distopias para falar a verdade, porque até agora eu só li THE 100 e sinceramente gostei bastante, mas preciso conhecer os outros famosos que todos comentam, porque tenho certeza que irei gostar bastante. Mas eu amei a história desse livro, mesmo lendo a resenha do ultimo. Mas mesmo assim gostaria de conferir, porque deve ser muito bom. Espero gostar =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/03/resenha-as-escolhas-de-nana.html

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li a série, por que os livro estão ou muito caros ou esgotados pelo menos o primeiro volume. Mas eu tenho muita vontade de ler a série, por ser uma distopia, que é o meu gênero favorito.
    Amo de paixão essa capa é muito brilhante e as cores são muito lindas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Dianaa!
    Q pena q vc se decepcionou com o desfecho da série!
    Achei interessante o fato de ser um paralelo a narrativa entre duas amigas, sempre é entre um homem e uma mulher!
    Apesar de achar a história interessante, n animei d ler ainda!!
    Bjos!
    Aline Praça
    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  6. Estou enrolando essa série o máximo que eu posso. Gostei do primeiro livro, mas o segundo me deixou muito na mão e eu larguei na metade, desde então eu não consegui continuar a série.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Diana, tudo joia?
    Então menina, tenho somente o primeiro livro aqui e como já comprei bem depois do lançamento do segundo fui me sentindo desmotivada pra ler. Não li e nem pretendo comprar os dois últimos. Gostei de sua resenha, opiniões honestas são tão difíceis de encontrar.
    Não quero ler mesmo, fico triste, mas não darei uma chance.
    Obrigada pela sua dica.
    Beijocas
    Vivi
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Gosto muito de distopias e confesso que a capa me enganou. Achei que era um livro de romance e fiz uma alta viagem sobre "o que continha no livro", já que ele não me atraiu. E, por mais que seja uma distopia bem avaliada, a história não me prendeu pelo que foi resenhado.

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, Diana.

    Nunca tive interesse em ler essa trilogia, agora sabendo que o desfecho deixou a desejar fiquei bem menos interessada. Odeio quando autores constroem uma ótima história e por fim desmancham tudo. Eu senti isso na trilogia Estilhaça-me. Então eu ando com medo mesmo de começar essas distopias.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR

    ResponderExcluir
  10. Que pena que o final não te agradou. É triste isso né, a gente ama tanto os primeiros livros pra autora fazer um final ruim assim. Odeio quando isso acontece e isso me desanima um pouco a começar a trilogia, tenho que confessar.

    beijos
    http://pobreleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. ola Dianna!Eu não conhecia a serie mas gostei muito mesmo o ultimo não te agradando acho que vou arriscar, achei o enredo bem interessante.
    BEIJOSSsss...

    sonhos de leitor

    ResponderExcluir
  12. Oi Diana, tudo bem?
    Acho as capas desses livros muito lindas!
    Uma pena você não ter gostado desse último livro, mas entendo totalmente seus motivos. Li 2 livros ótimos a pouco tempo, ambos distopias, e apesar de ter uma história bacana e uma boa narrativa, o final de ambos foi totalmente aberto e isso me incomodou demais.
    Não tinha vontade de ler esses livros e agora menos ainda :/.

    Beijão ;*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi Dih!
    Não conhecia a série, e apesar de ser fã de distopias, não me interessei por essa. Sei lá, não me chamou atenção, sabe?
    É muito frustrante quando acompanhamos uma série, gostamos bastante e no último livro nos decepcionamos, já aconteceu comigo e sei como é o sentimento.
    Ótima resenha como sempre!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Eu não li os outros livros da série,então fiquei meio perdida,mas é bom saber que é uma distopia sem muitas tragédias,mas desanima saber que o desfecho deixou a desejar,quem sabe se eu ler a trilogia sem muitas expectativas eu goste de todos eles...

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  15. Oi Dih!
    Eu tenho muita vontade de ler essa distopia, além da história parecer muito boa, as capas são linda! É uma pena que o terceiro livro tenha te decepcionado, isso já aconteceu comigo algumas vezes com finais de séries, principalmente quando as expectativas estão muito altas...
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Olá Diana! Tudo certinho?
    Confesso que sou louca para ler essa série, mas estou meio desanimada com séries no momento, estou com várias na minha estante e não consigo terminar. =/ Essa esta na minha lista e sua resenha me deixou curiosa para me aventurar, mas ainda não vai rolar. Parabéns pela resenha, esta ótima!
    Bjus
    Juh

    ResponderExcluir
  17. Oie Dih, tudo bom?
    Eu sei o que é ter expectativas em relação a uma série distópica e acabar se decepcionando no último livro. Não acho que sejam as altas expectativas, mas muitos autores não conseguem finalizar uma obra de uma forma coerente e interessante. Eu desanimei para investir nessa série justamente por causa do último livro.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Diana-flor, adorei sua resenha. A sua sinceridade não foi grosseira ou sem fundamento. Pelo contrário, entendi completamente por que esse livro a decepcionou. Uma pena que a protagonista pareceu perder aquela postura segura, corajosa e valente. Acho que ficaria irritada com ela durante a leitura. Mas vendo a sua opinião sobre os dois primeiros volumes, sei que valerá a pena lê-los. Aliás, tenho o primeiro aqui, mas adivinha? Não li por falta de tempo, eita.

    Beijos, flor!
    www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Oie, Diana!
    Não li os outros livros e provavelmente não leria porque não são o que eu costumo/gosto de ler, mas fico muito triste por você ter se decepcionado porque sei como é quando isso acontece. Pelo menos quando é comigo, eu fico chateada por estar com aquela sensação de que putz, eu poderia ter lido algo legal durante esse tempo que acabei perdendo...
    Enfim, mas a vida tem disso. Que sua próxima leitura seja tão maravilhosa quanto a dos dois primeiros livros da série!
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando ❤

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?
    Eu curto muito distopias, e tinha curiosidade de ler essa. É uma pena mesmo, que o final tenha te decepcionado. É péssimo, quando isso acontece justamente no final de uma série que amamos. Quando é no segundo livro, ainda temos a esperança do terceiro melhorar.
    Achei triste, que você chegou até a perder o respeito pela protagonistas. Esse é um dos motivos que tenho adiado ler a série O teste, por exemplo, e agora acho que vou dar um tempinho para ler Delírio, também, rs
    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi Dih..
    Sabe, acabei desistindo dessa serie. Desanimar no meio é ruim ein..é sempre preferível continuar gostando de uma serie, e terminar com uma sensação boa.
    Acho que as opiniões sobre esses livros são bem divididas. E como você falou, pode ser que alguém tenha gostado do desfecho.


    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oi Diana! O final dessa trilogia também foi frustrante pra mim, infelizmente... Até gostei das partes da Hanna, mas o final sem final foi uma mancada feia da autora! Ao contrário de vc, Pandemônio não foi meu preferido, mas sim Delírio, e eu não gosto muito do Julian, prefiro mil vezes o Alex! :)

    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/
    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
  23. Após ler "Delírio", coloquei o restante da trilogia na listinha de desejados na mesma hora. Me amarro em distopias, e com essa, não poderia ser diferente. É uma pena que a Lauren Oliver tenha perdido a mão justamente no desfecho dela. Assim como você, também entendo um final feliz ou triste para uma distopia, mas finais em aberto, ou que percebemos que todo o sofrimento não valeu quase nada, é ruim demais. Enfim, como já sei disso, irei sem grandes expectativas.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  24. Oi Diana.
    Essa não é a primeira resenha desanimadora que leio de Requiem.
    Não dei continuidade a série, porque achei o primeiro livro morno, amo distopias mas nessa não encontrei nada marcante e que me impulsionasse a ler o livro seguinte.
    É uma pena que a autora não te agradou com o desfecho da trilogia, é brochante acompanhar uma história e não ter um final agradável.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  25. Oi Dih! Me senti meio assim agora! Uma pena o fim ter feito se sentir assim, odeio quando é final de série e o livro não corresponde as minhas expectativas! Espero mesmo que quando eu ler eu goste da trilogia toda, pq essa série está na minha lista!
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Olá Dih!
    Sempre que vejo esses livros quero comprar. Vi resenhas positivas sobre eles.
    Uma pena o livro não ter fluído com você, mas é assim mesmo. Tem livros que gostamos e outros não.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Olá Diana tudo bem?
    Bom vamos lá, fiquei com medo de pegar algum spoiler na sua resenha, mas mesmo assim a li. Achei bem escrita e explicativa de fato você mostrou porque não gostou do livro, mas eu tenho muita vontade de ler a trilogia e não me desanimei nem um pouco. Acho que você pode ter feito como eu, ter expetativas demais sobre um livro e isso quase sempre reduz a nota final, mas volto a dizer que eu gostaria de ler. Destaque para as capas que são bem bonitas, porém os livros são bem caros rsrsrs.
    Abraços, Carlos.

    http://blogchuvadeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!