Suas Escrituras... Texto... Fantoche... Bruna Elias.

Olá meus lindos e lindas!!!!
Mais uma Quinta-Feira chegou e tem mais uma postagem da coluna Suas Escrituras. Hoje achei que fosse chover aqui em São Paulo, porque estava super quente e muito abafado, mas nada que um belo banho gelado e uma água também gelada não resolvesse.
A autora fofa da vez é uma querida amiga que levo em meu coração. A conheci através do amor pela leitura, ela participa do grupo Minhas Escrituras no facebook, então logo de cara nos demos bem e sempre que dá conversamos, trocamos informações de leitura e nos apoiamos também. Quando eu vi esse texto no grupo fui logo pedindo autorização dela para postar, porque achei lindo e claro que ela disse sim. A Bruna não é blogueira, mas sei que ela acompanha algumas coisas. Bora conferir?


Fantoche
Por: Bruna Elias.

Silêncio, abaixe a cabeça e faça o que eles mandam.
Ninguém vai se importar se não der certo, mas faça
E com um sorriso no rosto, não importa se é falso
Só pode ser o certo, já que é a opinião geral!
Lutam contra, mas será que alguém lutaria a favor com você?
É claro que não!
Sofrimento
Em todo o lado, em cada escolha
Conversa?
É perder saliva, e machucar as pontas dos dedos
O medo e a escuridão não importam mais
Só a garantia da resolução
E que seja rápido!
Os problemas tendem a aumentar
E eles querem sufocar
Concorde!
Balance a cabeça docilmente
Para ninguém te julgar
E só assim vai dar tudo certo
Não questione! Questionar é perder tempo
Assim como argumentar
Eles estão certos, pra que brigar?
Fazendo o que mandam, querem, desejam
Guardando a coragem no fundo
Sendo um fantoche. Um fantoche com defeito.


Eu adorei esse texto da minha amiga Bruna, ela foi muito intensa e mergulhou fundo nos sentimentos, fazendo meus poros soarem.  Porque senti um pouco de raiva, amor, indecisão, questionamentos, transformação... um turbilhão de sentimentos misturados.

E ai pessoas o que acharam??? Deixem seus comentários, além de ser um incentivo a mais para os escritores anônimos ou não, eu adoro saber a opinião de vocês.

Para quem quiser enviar seu texto, poema, pensamentos ou contos, me envie um email para diana.canaverde30@gmail.com porque terei o total prazer em publicar aqui com seus direitos autorais.

Não deixem de aproveitar as promoções que estão rolando no blog, a oportunidade ganhar livros é sempre bom e a esperança é a ultima que morre eu sempre que posso participo rs. 

Xero no coração.

 photo participedotopcomentarista1.png

22 comentários

  1. Lindo texto minha linda e doce prima. Parabens estou orgulhosa. E compreendo as suas palavras.

    ResponderExcluir
  2. Estou tentando te seguir mas está dando erro! =(

    http://poraodaliesel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto,
    Bruna trás questionamentos intensos, reais e atuais...
    É muito comum algumas pessoas adotarem a postura de fantoche querendo evitar questionamentos e conflitos.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto repleto de críticas e metáforas, Bruna!!!!
    Conseguiu se aproximar completamente da sociedade atual, infelizmente!!!!!
    Parabéns e continue assim!!!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  5. Nossa, quão profundo foi esse texto.

    Simplesmente perfeito.

    http://enquantoestavalendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá flor, nossa muito belo esta escrita e bem perfeita. Ela fala exatamente de como é a nossa VIDA. Sim foi exatamente isso que pensei a ler, pois é neste mundo, esta vida em que vivo que me vejo como uma fantoche. Que para muitos temos que ser quem não somos.
    Parabéns a autora em que escreveu este belíssimo poema!

    Beijokas Ana Zuky

    http://www.sanguecomamor.com.br

    ResponderExcluir
  7. Nossa eu adorei, bem profundo, não tem como não sentir nada ao ler esse texto, eu adorei cada linha, tudo, não sei como expressar o que sinto.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  8. Oi Dih! Cara, acho essa coluna maravilhosa! Olha ai qtos autores maravilhosos nós temos! Isso é motivo de alegria!

    Bruna, Parabéns! Tbm fiquei commos sentimentos a flor da pele! Incrível!

    Bjo bjo ^ ^

    ResponderExcluir
  9. Nossa! muito forte o poema...
    Adorei!

    Bjocas

    ResponderExcluir
  10. Nossa, são tantos fantoches nesse mundo... Muita gente acha que isso é jeito de viver a vida, que ser um fantoche facilita tudo. Acho isso deprimente e gostei da Bruna abordar isso no poema.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  11. Amei muito o poema, pode ser loucura minha, mas enquanto eu lia me lembrei da Ditadura Militar.
    Poema muito bem escrito, parabéns para a Bruna.
    Bjokas

    ResponderExcluir
  12. Oi Diana!
    Não sou muito fã de poesias, mas gostei dessa em especifico, surgiram inúmeras possibilidades de interpretá-la em minha mente, mas focando no tema fantoche, realmente se formos viver para agradar a grande maioria das outras pessoas sempre, estaremos deixando de ser nós mesmos e nos tronando simples fantoches que não lutam por seus sonhos!

    Abração
    Claudinei Barbosa
    http://resenhandoecontando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Adorei o texto!
    Retratou bem a imagem de um fantoche, de como acabamos fazendo coisas para agradar os outros, mesmo que não concordemos ou queiramos fazer, tudo pela aceitação.
    Parabéns, Bruna.

    ResponderExcluir
  14. Fiquei imaginado o fantoche como uma pessoa...
    a manipulação é triste... puxa ... o texto me fez pensar.
    Lindo!!

    ResponderExcluir
  15. Adorei o texto. Realmente ele é bem profundo. Reflete a pressão e a indecisão que se apodera de nós quase todos os dias.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista

    ResponderExcluir
  16. Quanta intensidade em um poema! Gostei muito! Parabéns Bruna!
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi Dih!
    Fiquei me perguntando sobre como somos manipulados sem perceber... Gostei do poema!
    Beijos
    http://sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Oi, Adorei o poema. Quantas vezes em nossas vidas somos obrigados a nos calar e seguir em frente sem questionar, como se fossemos marionetes?
    Parabéns, Bruna, que tão bem retratou isso no poema.

    ResponderExcluir
  20. Lindo o texto, eu realmente aprecio as pessoas que tem talento para escrever coisas tão profundas.

    ResponderExcluir
  21. Que coluna show Dih, amo textos assim, antigamente até escrevia algo, mais agora acho que não levo mais jeito, ou estou muito seca, para conseguir escrever algo.

    Bjks

    Patty Santos - Blog Coração de Tinta
    http://www.coracaodetinta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!