Novela Literária - Recomeço - Capitulo 12


Recomeço - Capitulo 12 - Classificação +13

Nayra ia terminar de retocar a maquiagem enquanto isso na mesa Eduardo se abre com seu amigo Leandro após também ter trocado de roupa...

Eduardo: Cara você tinha toda razão por causa do meu orgulho eu não conseguia enxergar, eu realmente estou apaixonado pela filha da minha chefe.
Leandro: E agora? Ela demonstra algum interesse?
Eduardo: Não nenhum, mas porque ela se interessaria por um simples motorista? E outra ela tem um namorado.
Leandro: Que chato cara.
Eduardo: Eu não sei mais o que fazer contra esse sentimento que está insistindo em permanecer no meu coração, eu tentei tirar ela dos meus pensamentos, mas não consigo, daí vim hoje aqui disposto a encontrar uma garota legal e dancei com a dançarina misteriosa e ela simplesmente me deixou falando sozinho, ou seja não estou com sorte.
Leandro: Não leve as coisas a essa maneira cara, as coisas podem mudar e porque você já está desistindo da garota?
Eduardo: Eu sei o meu lugar Leandro.
Leandro: Vocês não vão se casar de um dia pro outro até lá se vocês ainda estiverem juntos você já vai trabalhar profissionalmente como dançarino.
Eduardo: Que seja dessa forma que você está falando ela nem liga pra mim apesar de agora estarmos com uma convivência boa, mas e ainda ela tem o tal namorado e parece estar gostando bastante dele.
Leandro: Bom se você realmente não vê interesse nenhum da parte dela é bom não tocar no assunto por enquanto, mas tente a conquistar de uma maneira mais leve, sei lá a elogiando por alguma coisa, mulher se encanta com pequenos detalhes você sabe disso. Agora mudando um pouco de assunto, que dança foi aquela meu caro?
Eduardo: Você nem sabe, aquela garota é simplesmente demais eu nunca tinha dançado com alguém do jeito que eu dancei com ela, nossa!!! O nosso corpo parecia quimicamente atraído um pelo outro, existia um encaixe, nossa cara estou impressionado.
Leandro: Você não descobriu quem é a misteriosa?
Eduardo: Não, eu até insisti que queria poder conhece – la melhor, mas ela foi irredutível dizendo que foi a melhor dança da vida dela e que iria ficar na lembrança, mas que continuar com isso seria um erro e que não tinha nada a ver comigo e sim com ela e depois ela simplesmente foi embora.
Leandro: Que estranho!!!
Eduardo: Muito estranho mesmo, eu não vou conseguir também esquecer essa garota, mas ela simplesmente sumiu do mesmo jeito que entrou neste baile vai ser impossível encontra – la.
Leandro: Digamos que você a encontre com qual das duas você pretende ficar?
Eduardo: Não sei sinceramente, mas eu sinto como se as duas fossem a mesma pessoa, o olhar é igual da filha da minha patroa agora posso definir melhor, será cara?
Leandro: E se for?
Eduardo: cara preciso descobrir isso se for vou conquista – la o  mínimo que eu posso receber é um não.
Leandro: Você acha que ela desconfia de você?
Eduardo: Acho que não.
Leandro: Uma boa tática de conquista podemos sei lá armar um plano bom para que vocês se encontrem você de máscara é claro, mas eu preciso conhece – la pra poder te ajudar.
Eduardo: Deixa comigo ela veio ao baile daqui a pouco ela aparece e eu te apresento.

Camila e Nayra apareceram de repente na mesa e Débora também chegou em seguida foi quando tudo começou...

Leandro: Oi Nayra, achei que não fosse te ver hoje...
Nayra: desculpe Leandro, eu não estava me sentindo muito bem.

Eduardo ficou olhando para aquilo e mesmo sem querer tirando conclusões precipitadas, viu que Leandro era o namorado de Nayra que por sua vez continuava com Débora que conhecia Nayra e começou a pensar mal dela também e se levantou da cadeira e Leandro olhou e disse...

Leandro: A propósito Nayra quero que conheça meu amigo Eduardo, foi ele que aceitou ser teu parceiro na dança.

Nayra olhou para Eduardo com cara de surpresa e riu...

Nayra: Mas nós já nos conhecemos.
Leandro: Como assim?
Eduardo: Ela é a filha da minha chefe.
Leandro; Que mundo pequeno?
Eduardo: Super pequeno.

Camila viu a cara de tristeza de Eduardo, sem saber muito que fazer deu um estalo e disse....

Camila: Espera um pouco gente!! Deixa que eu faço as apresentações...
Eduardo: Eu não tenho tempo para isso Camila.
Camila: É claro que tem Eduardo...
Camila: Leandro a Nayra é filha da Stefanny, o Eduardo é o motorista dela por isso eles já se conhecem, só que a Nayra não sabia que o Eduardo estudava na academia de dança e que também era seu melhor amigo. Por sua vez Eduardo a Nayra conheceu o Leandro e a namorada dele no parque do Ibirapuera ela e eles ficaram super amigos também e Leandro resolveu dar aulas de dança para ela e conseguir um parceiro para que ela pudesse fazer a audição.
Nayra: Mas porque você está explicando tudo isso?
Eduardo: Porque eu achava que você estivesse com um namorado.
Nayra: E que esse namorado fosse o Leandro?
Eduardo: Sim...
Nayra: E desde quando você cuida da minha vida?
Eduardo: Eu não cuido, mas você não pode impedir meus pensamentos.
Nayra: Imagino as coisas que você imagina de mim.
Eduardo: Para sua surpresa o único mal entendido da gente foi no dia do aeroporto desde então eu não tive piores pensamentos sobre você, mas diante de uma situação dessas, não tinha o que pensar.
Nayra: O Leandro tem namorada e mesmo que não tivesse não senti nenhum tipo de interesse por ele a não ser por amizade, aliás não tenho interesse nenhum em me  relacionar, não estou afim de namorar com ninguém, ficou claro pra você?
Camila: Calma Nayra!!!
Nayra: Calma nada Camila, estou cansada de ser julgada por esse cara, porque que tudo tem incluir namoro, eu não entendo isso.

Todos na mesa ficaram olhando para ela e ela olhou para o Eduardo e disse...

Nayra: Não precisa ser meu parceiro eu consigo muito bem achar outro, eu não quero ter contato com pessoas que julgam as outras sem saber o que aconteceu primeiro, estou cansada disso, eu vou embora.

Eduardo pensou rapidamente no que tinha feito e disse...

Eduardo: Espera!!! Eu... levo você...
Nayra: Hoje é seu dia de folga e eu quero distância de você entendeu?
Eduardo: Não é mais pois já passa da meia noite e eu sou seu motorista a dona Stefanny confia em mim.
Nayra: Só que eu não!!!
Eduardo: Tudo bem, mas mesmo assim eu insisto, não posso deixar você sair assim nesse estado.
Nayra: Crise de consciência pesada?
Eduardo: Talvez seja me enganei e julguei mal...
Nayra: Mais uma vez, você deve viver com a consciência pesada, adora julgar as pessoas.
Eduardo: Desculpe... Mas mesmo assim insisto em te levar, prometo que ficarei calado.
Nayra: Já que insiste...

Eles saíram...

Débora: Nossa o que foi isso?
Leandro: Não sei.
Camila: Eles tiveram um atrito no dia em que se conheceram.
Débora: pelo jeito ela não gosta de namoros.
Camila: A Nayra tem passado por momentos difíceis e não está conseguindo superar, eu também vou indo essa discussão  me desanimou.
Leandro: Ok.
Camila: Paulo você pode me levar para casa?
Paulo: claro, vamos nessa.
Camila: Tchau gente.
Débora: Até.
Leandro: Até segunda, depois precisamos conversar sobre os dois...
Camila: Ok...

Eles foram embora enquanto isso Débora e Leandro conversam...

Débora: Nossa amor essa Nayra é realmente estranha...
Leandro: Porque?
Débora: Ela quase bateu no Eduardo...
Leandro: Como você ouviu a Camila dizer eles tiveram um atrito e ela acha que ele a julga demais.
Débora: Nossa, mas ele também né? Achava que você e ela estavam juntos e me fazendo de trouxa, viu só até ele achou isso.
Leandro: Ele não sabia que se tratava de mim, ele tinha comentado comigo que achava que ela estava de namoro com um cara e na certa acho que ela falou de mim pra ele e ele deduziu isso sei lá.
Débora: Nossa, mas ela ficou possessa de raiva, bom mais vamos dançar mais um pouco...
Leandro: Desculpa amor, mas eu também fiquei meio sem graça com essa discussão e quero ir embora.
Débora: Ah não Leandro, mal dançamos...
Leandro: A gente pode dançar a noite toda outro dia em outro lugar, mas eles são meus amigos e eu fiquei meio triste por eles.
Débora: Aposto que se fosse com você eles não iriam ligar muito.
Leandro: Pois eu já penso o contrário, o Eduardo é o meu melhor amigo e você sabe disso muito bem e não vou permitir que você fale assim dele.
Débora: Você está brigando comigo por causa de um amigo?
Leandro: Não estou brigando com você, eu apenas estou dizendo que minha amizade com o Eduardo é muito importante e que não gosto que você desdenhe disso.
Débora: Então eu não sou tão importante assim pra você?
Leandro: Eu não quero discutir amor, pra você não ficar triste dançamos mais uma música e vamos embora por favor.
Débora: Ok, assim está melhor.

 photo participedotopcomentarista1.png

13 comentários

  1. Adorei! Você constrói muito bem os diálogos, parabéns!

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  2. Não vou ler e correr o risco de ter spoilers dos capítulos anteriores.
    Já salvei os cap no pc e vou começar a ler assim que tiver um tempinho. Estou bastante curiosa quanto a história...

    ResponderExcluir
  3. Vou começar a ler do início.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  4. Fico impressionada com os textos que os blogueiros postam.
    Na maioria das vezes são ótimos.

    Acho que cada um poderia escrever um livro. :)

    Eu já não tenho muita paciência pra escrever... rsrs

    Beijos,
    www.livrosqueinspiram.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsrsrs ah muito obrigada se deus quiser ano que vem eu consigo publicar o meu!!!

      Excluir
  5. Cada dia melhor. Simplesmente adorando essas idas e vindas *0*
    Bom, devo confessar que a construção dos diálogos é belissima, minha amiga!
    Muitos escritores não possuem esse talento! rs

    Beijos
    http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nossa flor, com minha falta de tempo acredita que pulei um capítulo? Fui lá agora ler o 13 e fiquei tipo UÉ GENTE MAS QUANDO ISSO ACONTECEU? Aí voltei e percebi que não tinha visto esse kkkkk. Eu e minha cabeça! Enfim, estou amando cada vez mais essa novela!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ainda procurando o 1º capítulo para poder começar esta leitura.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. No ultimo episodio foi aquela dança de tirar folego de qualquer leitor, agora você me vem com esta reviravolta onde todos os personagens brigam entre si, um pelo mal entendido e outro por achar que estava julgando seu amigo. Bom acho que no próximo episodio esta historia vai ficar mai quente. Super ansiosa para saber mais.

    Beijokas Ana Zuky

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!