Novela Literária - Recomeço - Capitulo 9


Recomeço - Capitulo 9 - Classificação + 13

Então ela desceu para tomar café e encontrou com Eduardo e logo lembrou que ontem ele queria falar alguma coisa com ela, mas que tinha perdido a coragem, mas ela ficou muito curiosa em saber o que ele tinha a dizer já que os dois mal se falavam, mas não queria também dar o braço  a torcer uma vez que os dois realmente não se davam tão bem...

Nayra: Bom dia!!!
Eduardo: Bom dia.
Madalayne: Bom dia querida, já vou trazer o seu café.
Nayra: Vou tomar café aqui mesmo, aquela sala é muito fria e grande demais.
Madalayne: Ok, fique a vontade.
Eduardo: Eu já vou sair pra não te atrapalhar.
Nayra: Não se incomode por mim, pode ficar se quiser...

Eduardo ficou surpreso mesmo com o tom de descaso que Nayra usou, viu que ela não se incomodava tanto com sua presença e resolveu permanecer lá...

Eduardo: Tudo bem eu fico sem problema nenhum.
Nayra: Na verdade eu quero que você me leve em um shopping, mas não aqui perto, sei lá eu quero poder sair desse centro próximo dessa casa, eu quero conhecer a cidade, quero te aproveitar como motorista e quero conhecer tudo.

Eduardo teve vontade de sorrir a até sorriu pelo canto da boca, mas Nayra não percebeu, mas ele gostou da idéia, pois como motorista já estava se sentindo entediado, mas precisava da grana.

Eduardo: É só me dizer a que horas quer sair e pra onde devo te levar.
Nayra: Bom quero sair depois do café, mas como sabe não conheço nada por aqui, hoje vou querer que a Camila vá comigo claro se ela não tiver outro compromisso, só estou esperando ela acordar.
Eduardo: Fazer compras é com ela mesmo, nunca vi uma pessoa gostar tanto de comprar.
Nayra: rsrsrsr, é verdade foi a primeira coisa que ela me chamou pra fazer, compras!!!!
Eduardo: Ela é uma figura, vai ser uma boa amiga pra você tenha certeza disso.

De repente os dois ficaram surpresos consigo mesmos, pois não estavam acreditando que poderiam estar conversando sem stresse e sem uma tensão no ar, e de repente os dois riram juntos e depois ficaram se olhando, Nayra imediatamente desviou o olhar quando Camila apareceu na cozinha....

Camila: bom dia!!!! Posso participar dessa reunião??
Nayra: Bom dia dorminhoca, venha e tome seu café.
Eduardo: Bom dia!!!
Nayra: Então, quer sair pra fazer compras hoje comigo??
Camila: Que pergunta, mais é claro que eu quero!!!!
Nayra: Então, eu não quero ir nesses shoppings que tem aqui perto, eu quero ir para o outro lado da cidade, cansei de andar aqui por perto.
Camila: Aposto que esse foi o seu incentivo né Eduardo.
Eduardo: me deixe fora dessa, foi ela que disse que cansou de andar de carro até a próxima esquina.
Camila: tudo bem podemos ir para a zona norte de São Paulo tem shoppings muito bons por lá e se prepare Eduardo pra carregar várias sacolas.
Eduardo: é para isso que serve os motoristas, estou indo preparar o carro.
Camila: Humm é impressão minha ou você resolveu viver seu conto de fadas.
Nayra: Se eu posso porque não a única coisa que eu não quero desse conto é o príncipe encantado esse eu dispenso.
Camila: Mais é a melhor parte do conto de fadas e você quer jogar fora?
Nayra: Como eu disse eu dispenso, se quiser pode ficar pra você.
Camila: há há há engraçadinha. Agora me conte porque tomou mais essa decisão?
Nayra: Bom eu já ia mesmo te chamar pra fazer compras comigo, eu tenho um dinheiro guardado e reservei um pouco para as compras, mas a Stefanny apareceu hoje de manhã no meu quarto dizendo que meu pai havia deixado uma pensão para minhas despesas básicas de R$ 800,00 reais noooosssaaa , eu nem imaginava já achei que teria que procurar um emprego, mas como eu não sei fazer nada ia ser bem difícil.
Camila: As vezes acho que você não pensa Nayra, onde com o dinheiro que sua mãe tem você iria procurar emprego feito uma desesperada?
Nayra: Eu não quero depender dela pra tudo.
Camila: Você vai sempre depender dela a partir de agora, esse patrimônio é seu querendo ou não.
Nayra: Ta eu já sei o que você não sabe foi que ela me deu um cartão de crédito sem limite pode uma coisa dessas?
Camila: Pode eu também tenho um!!!!!!
Nayra: caraca eu sempre tive tudo o que eu quis, meu pai me dava cartão de crédito, mas com limite ele dizia que eu tinha que aprender a dar valor ao dinheiro por mais que eu o tivesse.
Camila: E ele está certo, mas dá uma sensação maravilhosa você ter um cartão sem limite não dá?
Nayra: é verdade, não preciso de muita coisa, mas tenho planos pra esse cartão.
Camila: o que você vai aprontar?
Nayra: quando eu estiver com a idéia formada você vai saber.
Camila: Ok
Nayra: Eu vou subir pra pegar minha bolsa e daí a gente já vai.
Camila: Só mais uma coisa.
Nayra: O quê?
Camila: é impressão minha ou você e o Eduardo estão de bem?
Nayra: Não sei, estou achando tudo muito estranho, mas estou deixando rolar, acredita que sorrimos juntos? Coisa que pensei que jamais fosse acontecer.
Camila: Bom o que eu posso dizer tudo isso é um milagre!!!! Mais você vai ver o Eduardo é um doce.
Nayra: primeiro ele começou azedo rsrsrs, vou pegar minha bolsa já volto.

Elas saíram super animadas pediram que Eduardo as levasse no shopping “D” Elas conversavam animadas sobre bobeiras apenas, Eduardo olhava para Nayra com um certo carinho e alegre por vê – la sorrindo, ela não percebeu nada, mas Camila estava de olho em tudo, percebeu que rolava um certo interesse por parte de Eduardo a qual ele por orgulho não queria reconhecer e isso era nítido pelo fato de eles estarem começando a se entender. Chegaram ao shopping e Camila quis saber o que  Nayra pretendia comprar primeiro, ela disse que precisava de umas calças jeans que ela era fascinada, uma vez que suas coisas tinha sido roubadas precisava de umas dez e Camila ainda disse que era pouco, e Nayra repassou pra ela que não se importava de repetir o figurino, e que também precisava de alguns shorts, blusinhas, pijama e muita lingerie, Camila adorou e estava super animada com as compras, eles chegaram ao shopping 11:00 e Eduardo já estava ficando tonto com tantas sacolas, depois de umas 4 horas só de compras sem parar elas estavam com fome e resolveram comer no Mac, daí Eduardo disse...

Eduardo: Bom garotas vou aproveitar que vocês vão almoçar e eu também vou nessa.
Camila: Não senhor você vai almoçar com a gente.
Eduardo: Não, a senhora Stefanny não permitiria.
Nayra: quanto a mim não tem problema.
Eduardo: Ok, mas eu pago.
Nayra: esteja a vontade.
Eduardo: Você não se importa de almoçar com seu motorista?
Nayra: Eu já tomo café com você o almoço não será problema.
Eduardo: Tudo bem então já que vocês insistem.
Camila: Nós insistimos sim
Eduardo: Tudo bem vocês é que mandam.

Eduardo não queria aceitar, mas diante de tanta insistência não teve como recusar o que ele mais gostou apesar de ser estranho foi Nayra querer sua companhia sem se importar de ele ser um motorista ou não, porque se fosse em outro lugar isso jamais iria acontecer e se perguntou se a senhora Stefanny iria gostar de saber que sua filha andava saindo com seu  motorista, ele estava realmente feliz por ela querer sua companhia mesmo mostrando indiferença e queria aproveitar a situação para se desculpar, mas iria esperar um momento onde Camila não estivesse presente, resolveram ir no Mac, Nayra disse que estava com saudades de comer lá, pois a comida da casa da Stefanny era chique demais para seu estômago o que fez Eduardo e Camila rirem muito.
Depois que eles comeram Camila foi ao banheiro e Eduardo quis aproveitar a oportunidade pra falar com Nayra....

Eduardo: É eu... eu... quero te dizer uma coisa,  mas meu orgulho não deixava e como agora acho que nós estamos começando a  nos entender acho que está mais do que na hora de acertarmos tudo.

Nayra sentiu um frio na barriga percebeu que Eduardo estava a olhando de um jeito diferente e sentiu certo medo e queria sumir dali, mas porque ela não estava preparada para esse tipo de situação, mas como não podia fazer isso ela resolveu ficar e ouvir o que ele tinha a dizer de repente não seria nada demais e ela estava se precipitando a toa....

Nayra: Pode falar...
Eduardo: Eu quero te pedir desculpas pelo o dia no aeroporto, eu não tinha o direito de te julgar e nem de ofender a memória do seu pai, eu sei que não justifica, mas se eu posso explicar meu motivo de ter reagido daquele jeito, é que você me aparentou ser mimada e chata, toda filha de gente rica é assim, desculpe eu te julguei mal.

Nayra percebeu que pra Eduardo estava sendo muito difícil estar reconhecendo de que errou e estava admirada e também viu que ela devia pedi – lhe desculpas também...

Nayra: Ok, desculpas aceitas, mas não é porque muitas garotas filhas de gente rica são chatas que eu seria também, talvez fosse, se tivesse sido criada nesse meio de glamour e graças a meu pai eu fui salva desse mundo tão fútil, não que eu não seja um pouco rsrsrs, mas também te devo um pedido de desculpas por ter te humilhado e te ameaçado.
Eduardo: Na verdade eu mereci e acho que você foi até foi razoável.
Nayra: É que na verdade aprendi com meu pai que mesmo que as pessoas realmente mereçam não podemos humilha – las, mas no seu caso mexer com a memória do meu pai logo naquele dia foi um insulto muito grande.
Eduardo: Mais um vez desculpas, imagino a dor que você sentiu e que ainda sente, eu sou órfão de pai e mãe e desde então meus outros familiares sumiram.
Nayra: É deve ser horrível viver sozinho, você mora mesmo lá na casa da Stefanny?
Eduardo: Quando consegui esse emprego eu ainda morava na casa dos meus pais era muito grande e como só a tinha de herança resolvi vender e aplicar a grana, foi daí que surgiu o emprego de motorista e eu me mudei pra cá.
Nayra: Então faz pouco tempo que você trabalha aqui?
Eduardo: Não, já faz 2 anos...
Nayra: Entendi.

Houve um silêncio entre os dois e Camila apareceu o quebrando...

Camila: Nossa esse banheiro daqui é pequeno e lotado.
Nayra: Dá pra você parar de reclamar Camila.
Camila: E então o que vamos comprar agora?
Nayra: Vai ter um baile de máscaras na academia Patrícia Morgado e eu preciso comprar um vestido e uma máscara.
Camila: Como assim um baile não estamos sabendo de nada né Eduardo?
Nayra: Bom foi a Stefanny que me disse hoje de manhã.
Camila: Bom a madrinha é a presidente da confederação as informações são de primeira mão e quando vai ser?
Nayra: Bom ela não me disse a data, mas vai ser no final do mês.
Camila: Ótimo, vou aproveitar e comprar um vestido pra mim também. Você vai ao baile né Eduardo?
Eduardo: Sim, se for igual aquele outro estarei lá com certeza.
Nayra: Bom então vamos indo porque ainda preciso fazer outra coisa depois daqui que horas?
Eduardo: São 16:00 horas.
Nayra: Não vai dar tempo, temos que ir, preciso ir ao parque do Ibirapuera tenho algo a fazer lá.
Camila: Não pode ser outro dia?
Nayra: Não, a gente compra o vestido outro dia temos tempo.
Camila: Tudo bem.
Nayra: A não ser que você queira ficar e o Eduardo vem te buscar depois.
Camila: Não eu vou pra casa, depois a gente compra o vestido, vou aproveitar e passar na academia e pegar o formulário de inscrição pra você daí quando você chegar você preenche ok.
Nayra: Ok, vamos então.

Eles foram, Eduardo se sentiu bem na companhia das meninas ela eram divertidas e ficou surpreendido com Nayra, pois ela estava segurando bem as pontas a achou forte e decidida, Camila estava só prestando atenção nos dois e sabia que ali estava rolando alguma coisa, da parte de Eduardo era certeza, mas com Nayra ela tinha que tomar mais cuidado era evidente que ela tinha passado por um sofrimento amoroso, mas ainda não sabia bem o que aconteceu porque Nayra não tinha sido muito especifica, mas queria descobrir o problema para poder agir ela queria vê – los juntos. 

Eduardo levou Nayra até o parque e ela pediu pra ele deixar as compras em cima da cama dela e depois ele iria levar Camila na academia. Chegando no parque Leandro a viu e foi falar com ela...

Leandro: Oi Nayra, pronta pra mais um ensaio?
Nayra: Oi Leandro sim, cadê a Débora?
Leandro: Não pode vir hoje, ela está com problemas em casa.
Nayra: Há entendi, pelo menos tem os outros monitores né?
Leandro: Sim, bom tenho uma novidade pra você.
Nayra: Legal, qual é?
Leandro: Falei com meu amigo e ele topou ser seu parceiro pra audição.
Nayra: Que bom!!! Realmente é uma ótima notícia, nem falei com minha prima e nem vou falar já que você conseguiu pra mim, muito obrigada Leandro, você está sendo maravilhoso.
Leandro: Eu te disse que você pode contar comigo.
Nayra: Bom eu vou me trocar ok
Leandro: ok.

Passou a tarde e eles estavam ensaiando bastante, eles aproveitaram que o pessoal foi embora e continuaram ensaiando, Leandro viu que Nayra estava bem decidida naquilo que estava fazendo e que ela estava aprendendo rápido, Nayra não percebeu a hora passar e se esqueceu de que Eduardo estava esperando por ela  e já era 20:00 da noite e ela e Leandro riram....

Nayra: Nossa nem vimos o tempo passar já é noite.
Leandro: E o parque está quase fechando.
Nayra: Então nem vou me trocar, meu motorista deve está me esperando desde as 18:00 horas.
Leandro: Bom quero te dizer que estou realmente impressionado com você, você aprende as coisas bem rápido e leva muito jeito pra dançar.
Nayra: Obrigado, quando a gente faz a inscrição são eles que determinam o que vamos apresentar?
Leandro: Isso mesmo, eles te dão três ritmos e deles você escolhe dois.
Nayra: Tomara que eu tenha sorte de pegar o que quero dançar.
Leandro: E qual é estilo que você mais gosta?
Nayra: Eu amo salsa e Raga, apesar de que Raga é uma dança sexy e eu tenho vergonha de dançar, mas gosto também de tango.
Leandro: Outra dança sexy não tão quanto Raga, mas tem sua beleza também. Tem uma boate na zona norte que eles tocam Raga, zouk e salsa se quiser podemos ir lá qualquer dia desses.
Nayra: Não sei, eu tenho vergonha.
Leandro: Então como você vai fazer sua audição? Não basta só essas aulas que estou te dando, não basta você criar uma coreografia perfeita com seu parceiro, você tem que freqüentar os lugares onde toca esses ritmos e dançar com pessoas diferentes, pra que a dança tome de conta de seu corpo e mexa com seus sentidos, a audição serve pra isso, apesar deles repararem procedimentos técnicos ele também vão prestar muita atenção no seu domínio sobre o ritmo e ainda existe a possibilidade deles te colocarem de repente pra dançar com outra pessoa.
Nayra: Nossa é tudo muito complicado.
Leandro: Por isso a Academia Patrícia Morgado é a melhor de São Paulo e bastante disputada, entenda Nayra uma vez lá dentro nenhuma porta será fechada pra você enquanto você exercer a profissão de dançarina.
Nayra: Ai Leandro e agora? O que eu faço com a minha timidez?
Leandro: Você tem que trabalhar isso dentro de você eu já percebi que você se abre mais quando o lado oposto demonstra que você pode confiar, por exemplo comigo você fica mais relaxada porque você já tem uma certa confiança em mim, vou te ajudar a diminuir sua timidez e não tira – la totalmente porque ela é seu charme.
Nayra: Muito obrigada Leandro, mas é melhor irmos embora daqui a pouco aparece alguém nos expulsando daqui de dentro rsrsrsrs.
Leandro: É verdade rsrsrsrs, ainda vou passar na casa da Débora pra ver se está tudo bem.
Nayra: Diz a ela que mando um beijo.
Leandro: Eu falo sim, vou por esse lado tchau.
Nayra: Até amanhã...

Nayra foi correndo encontrar Eduardo no estacionamento do outro lado imaginando que ele estaria com raiva dela pela demora e não sabia o que justificar, mas daí enquanto andava pensou que não tinha que justificar nada pra ele, apesar do dia bom que tiveram juntos, ainda não tinha confiança nele...

Nayra: Ai Eduardo eu me esqueci  do tempo...
Eduardo: Tudo bem, eu sou seu motorista tenho que te esperar.
Nayra: Mas você perdeu aula.
Eduardo: Hoje eu não tenho aula só amanhã.
Nayra: Menos mau, vamos?
Eduardo: Ok.

 photo participedotopcomentarista1.png

17 comentários

  1. Estou gostando de acompanhar a história. Mas é maldade deixar a gente com a maior curiosidade para saber o que acontece em seguida! rs
    Parabéns. =)
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Essa eu posso ler! Adorei o texto, os diálogos inteligentes, tudo! Parabéns e continue com esse trabalho maravilhoso.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei o capítulo, você está conduzindo muito bem a história, parabéns! :)

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  4. Hey querida!

    Tenho que te elogiar de novo pela ótima historia! Quando a Nayra vai descobrir que o parceiro é o Eduardo? Acho que darei boas risadas com as reações deles!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu já estava com saudade de acompanhar a história da Nayra! Estou muito ansiosa para saber se ela consegue entrar na escola de dança *-*

    ResponderExcluir
  6. Estou adorando a história.. está cada vez melhor!! Você escreve muito bem (:
    Realmente, como já disseram, dá a maior curiosidade de saber o que irá acontecer.. rs
    Beijos (:

    ResponderExcluir
  7. Amiga eu não posso falar muito da sua história porque eu não estou acompanhando desde do inicio, mas prometo que depois pegarei para ler tudo e ai sim darei a minha opinião sincera sobre ele viu? Me desculpa se ainda não li, mas andei também na correria por causa das minhas leituras, visitas e postagens das editoras. Ahhh vc sabe como é ! hahahaha

    Mas olha querida, queria te avisar que postei uma resenha novinha em meu blog
    Dá uma passadinha para ver o que vc acha viu?!
    Se cuida e não esquece que te adoro muito
    bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá Dih.
    Nossa, eu preciso olhar os outros posts para pegar este texto porque eu amei e pena que não veja o resto né?
    Muito bom mesmo, o que vai acontecer? eu preciso saber mesmo rs, sempre termina em melhor parte rs.
    Adorei flor *-*

    Beijos.
    Tamires C.
    http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Nossa, que legal
    não conhecia sua novela... mas vou ler os outros posts, para poder acompanhar...
    sempre quis escrever.. mas tenho tanta dificuldade, não consigo colocar as ideias assim, como voce fez
    xoxo
    Isis - minhaestantecolorida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Dih,
    Seus textos são excelentes, não consigo parar de ler :P
    hahaha, o que vai aconteceer?

    Posta a continuação, logo!! haha

    beijos
    Adriano || GeraçãoLeitura.com
    http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Que feio a Nayra deixar o Eduardo esperando lá no carro, bixinho!
    Está cada vez chegando mais perto a hora da apresentação da Nayra, quero saber tudinho o que acontece até lá!

    ResponderExcluir
  12. O que eu mais gosto é como a leitura flui, fica gostoso de ler, e você deixa um suspense no ar que me deixa doida rsrsrs. Estou amando muito!

    Bjs flor!

    ResponderExcluir
  13. Estou amando ler e conhecer esta historia! E ler de pouquinho em pouquinho somente me faz adorar ainda mais =)
    Beijos♥

    ResponderExcluir
  14. Ahhhhhhhhhhhhhh será que ela consegue entrar na escola? Espero que sim =D
    Gosto dessas histórias, é novela mesmo KKK no aguardo do próximo capítulo!

    ResponderExcluir
  15. Ai JESUS
    Sou muito curiosa e esperar pelo próximo capítulo é osso!
    Está de parabéns!
    Arrasando!

    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  16. Ai, gente... Colocou dança na história, já tem todo meu amor. <3
    Sou bailarina e apaixonada por dança (além dos livros) e já me encantei pela Nayra, além de me identificar também. Quero logo essa apresentação!

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!