Entrevista com a autora do livro Cores de Outono - Keila Gon - #3

Olá pessoas!
Tudo bem com vocês? 
Hoje eu trouxe uma entrevista com a autora parceira do blog Keila Gon, uma pessoa super legal, admirável e que eu a cada dia que passa aprendo a gostar muito mais. Pois ela por si só já é uma encantamento em pessoa.

ME: Oi Keila, em primeiro lugar gostaria de te agradecer pela oportunidade e confiança de se tornar autora parceira do blog. Gostaria de dizer que admiro demais a sua escrita e que você é um doce de pessoa que adoro conversar e quero sempre manter contato independente da parceria que temos.

KG: Digo o mesmo Diana! Oh e me desculpe a demora em responder suas perguntas, sei que extrapolou a paciência... e sei também que ando sumida... mas está realmente uma loucura aqui... indo e vindo no texto para encaixar os detalhes kkkk estou indo a loucura, você sabe, ainda tem casa, filha e marido no pé...kkkkk Oh Lord!

ME: Magina Keila, sem problemas. Imagino como deve ser a correria. E a entrevista ficou pronta no dia exato que eu queria postar. Então não perdi a paciência não rsrsrsrs.



ME: Como foi a construção da personagem Melissa e Vincent?

KG: A Melissa e o Vincent nasceram da vontade de criar romance... Sério, sou uma romântica incurável, chegada nos tipos complicados. (risos)
Muitas pessoas reais, personagens de desenhos (sim, leram certo, desenhos) filmes, livros e algumas músicas inspiraram estes dois personagens. E juntar tudo isso foi muito divertido. A Melissa é um mix de personalidades reais, de pessoas que eu amo... e claro, tem um pouco de mim, (principalmente no gosto musical e na teimosia). Na construção de sua personalidade, quis deixar o medo e o amor em doses iguais... Aproximá-la da realidade, na confusão e nas dúvidas. Ninguém nasce heroína... as mulheres aprendem a ser guerreiras, com mancadas, acertos, dificuldades e vitórias. E ela vai crescer muito ainda, espero (risos).
A Melissa foi divertido, mas o Vincent... Ahhhhh... Foi MMMMMMMUUIIIIIIITTTTTTOOOO Bom construir esse Bad Boy! (risos) Ele também foi inspirado em pessoas reais (com medos, arrependimentos e dúvidas... MUITAS dúvidas), mas também em personagens de desenhos (sim, mais uma vez os desenhos), músicas, filmes e livros (Ah Diana, e você, como eu, é apaixonada em um deles... fonte de inspiração eterna! Ah Mr. Darcy... ahahhaha). E o gostoso de escrever sobre alguém bipolar é ter liberdade para deixar o sarcasmo dar alfinetadas... sabe aquele lado malzinho que muitas vezes tem tolerância zero? Então...(risos) Ele com certeza é meu alter ego!

ME: Você colocou alguma coisa real nesse livro? Tipo algo que veio acontecer com você ou alguém próximo?

KG: MUITAS VEZES. Muitas cenas foram inspiradas no cotidiano, em lembranças pessoais ou de histórias de pessoas próximas... Vixe é tanta coisa que vou listar algumas... outras tenho que manter em sigilo (risos)
*A atração ao caos da Melissa, por exemplo... Misturou experiências pessoais e lembranças de uma amiga próxima (Desculpa amiga Dani Codognho, mas a cena do laguinho ainda me tira risadas ahahhahha).
* As aventuras nos bosques da montanha são lembranças da infância com minha irmã, (Rosana Castelane, ou , para os amigos do face, CamomilaRosa do “ CamomilaRosa e Alecrim”, ela é a minha querida Tata), na verdade, ela é uma grande fonte de inspiração real... Para muitas cenas do livro.
*A inabilidade ao volante é minha mesmo (risos).
* As panquecas com mel são as preferidas da minha filha... e os desenhos do Herói alienígena também... Ela adora o Stitch!
*Afundar na lama... gente, aconteceu e acontece muito, fazer o quê...
* Jasmim é o meu perfume, adoro!
* Minha irmã é mais chocólatra do que eu. Fato.
* O brigadeiro é muito real (risos)
* A inscrição (faça o certo não o fácil) no iPod também... Veio gravado quando ganhei do marido... Ohhhhh
*”Cinco Minutos”... acho que esse não preciso falar... mas é especial para mim.
*Ouvi muitos “causos” do meu falecido avô paterno quando era criança... lá nas montanhas de Minas... e a história do “homem da capa preta” foi um dos que nunca esqueci.
* Rose existe. É minha melhor amiga, ela ficou lá em Minas. Beijos Rose!
* O Kit Kat é paixão da amiga Dani Codognho... Totalmente viciada.
* A cidade de “Campo Alto” é fictícia, mas sua fotografia é muito real... quem conhece Campos do Jordão e Santo Antonio do Pinhal pode confirmar. E vou muito a estas duas cidades, principalmente à “Campos”, meus pais moram lá.
*O bistrô foi baseado em um restaurante de Amsterdã, o “Three Sisters”
E para finalizar... Choquem-se...
*O moletom cortado a tesoura, a camiseta velha e as meias coloridas... não são invenção...fazer o quê (risos)
Bom... melhor parar aqui...ahahahhahh a lista é grande demais!



ME: Como chegou a ideia de transformar seus escritos e imaginação em um livro de fantasia e romance?

KG: Escrevi por diversão, nunca tinha escrito antes e nem sabia se ia dar certo. Mas depois a coisa cresceu... cresceu... Quando minha mãe e irmã leram, veio o primeiro incentivo. Depois foi a vez da amiga Dani Codognho, que também leu a versão original da história com mais de 600 páginas (isso que é amizade)... com o apoio deles, fiz os ajustes (ou zilhões de correções, se assim quiserem chamar ) para tornar o texto viável para publicação.

ME: Quando você começou a escrever cores você já tinha uma ideia formada sobre ser uma série?

KG: Não. A princípio seria apenas um livro. Mas a história cresceu muito e concluímos (eu e minha irmã... ah não disse, mas ela e meu cunhado são meus críticos particulares) que seria mais fácil dividir. Oh Lord... e nem fale, é tanto detalhe que fica difícil escolher o que fica e o que sai, o que aumenta e o que diminui... é complicado, trabalhoso ... MAS MUITOOOOO BOM!!!!!!!!!!!!! (risos)

ME: Como foi a escolha do nome “Cores de Outono?”

KG: Ui... essa é longa (risos) Bom, lá vai...
Da Teoria das Cores de Goethe... sem sombra e luz, não poderíamos ver as cores. Daí nasceu a trilogia e grande parte da metáfora da Saga.
As estações vieram para complementar a metáfora... Eu amo o outono, principalmente em Campos do Jordão... adoro as cores dessa estação e não imagino outra época para começar a história. Principalmente porque a história deles não é um começo, mas um recomeço... Vou explicar, falando em simbologia... o outono pode ser traduzido como o começo do fim. E aí veio o nome do primeiro livro “Cores de outono” representam o “RECOMEÇO” para os personagens. Seguindo a linha de pensamento, onde primavera é felicidade, em “Sombras da primavera”,  eles, os personagens, vão ter que enfrentar sombras (dificuldades), para encontrar a felicidade. E, por fim, em “Luz de inverno”, onde o inverno é o fim, será o “ÀPICE” de suas vidas. Onde os personagens completam uma jornada de descobertas, e iniciam uma nova... o ciclo da roda da vida.
Aí vem a pergunta... Cadê o verão? Bom, eu não sou fã do verão.  (risos). Sério gente, passo muito mal... acho que nunca fui fã das altas temperaturas (mais risos)



ME: Gostaria que você desse um breve relato de como foi a sensação de ver o seu livro  resenhado nos blogs.

KG: Identificação. Lembra quando disse que escrevi “Cores” por diversão? Então, é como ler uma opinião do seu livro favorito... sabe quando as pessoas falam de um livro que você é apaixonada e você diz “isso isso!”... Então. (risos) Sério, depois que a ficha caiu, me dei conta do número de pessoas que gostaram da história... e pode ter certeza é MARAVILHOSO dividir sua paixão!

ME: Cite dois livros que você leu em 2013 a qual você gostou muito e porque?

KG: Ahhh maldade... dois?
“O destino do tigre”... ah gente, são MEUS tigres (risos).
“O Farol do Porto da Paz”... fazia tempo que um nacional não me emocionava tanto!

ME: Nos fale um pouco quem é a Keila Gon?

 KG: Ui... lá vamos nós...(risos) Gente, é muito difícil falar assim...(risos)
Bom, sou uma sonhadora incurável. Romântica apaixonada. E muito teimosa! (risos) Amiga fiel. Odeio injustiças. Sou desatenta por natureza e vivo atrasada. Amo viajar! Muito!!!! Adoro conhecer lugares novos! Mas na maior parte do tempo, gosto de ficar quieta. AMO as montanhas, um dia vou morar lá... “este é” meu grande sonho. Tenho paixão por livros e desenhos... (principalmente a Bela e a Fera), café e brigadeiro. Gosto de café reforçado...Brunch, não de almoço. Não uso marcadores, marco orelhas nos livros (sei, isso é horrível). Sinto sono mas vivo lutando com ele... e normalmente viro a noite para ler um livro que gosto. E quando gosto, não consigo parar... não leio rápido, sou compulsiva. E isso é diferente (risos). Aprendi a não ter medo. Mas isso não quer dizer que não tenho vergonha. MORO de VERGONHA, DE TUDO! E apesar de parecer intimidadora, sou boazinha por dentro ahahhahhahah.

ME: Para quem ainda não leu o livro, o que o leitor pode esperar de Cores?

KG: “Cores de outono” é a introdução de uma saga que será dividida em três partes. Esse primeiro volume apresenta personagens, suas histórias, encontros... e a magia que nasce de seu romance. Mas o leitor também vai descobrir outra magia, bem devagarzinho... (risos)... Nesse outro mundo o leitor se depara com o normal e o improvável, o real e o fantasioso. E tudo o mais que uma mente sonhadora quiser acreditar. Sempre imaginei que poderia haver algo mais, além do que nossos olhos podem ver e esta saga vai brincar muito com isso. Este mundo, perceptível a quem quiser ver é repleto de fantasia, mas também perigos... como nosso mundo, sem utopias. E mostrar esse o outro lado da magia foi muito divertido!

ME: Vi que você postou uma foto bem legal no facebook, gostaria de saber como anda a escrita de “Sombras da Primavera” e se já tem alguma previsão de lançamento.

KG: Em breve... Sei que é vago, mas os detalhes me fazem ir e vir na história muitas vezes. E mudar capítulos. Mas estou mergulhada nele, fiquem tranquilos... A louça está acumulando na pia, filha e marido já encontraram o caminho da secadora e sabem discar para o DELIVERY. Assim, espero acabar logo e ter notícias em breve! JURO QUE O BREVE SERÁ BREVE (risos)
Mas pra ficar um gostinho...
Bom... Vocês já viram o primeiro capítulo de “Sombras” no final de “Cores”, mas deixei um gostinho do terceiro capítulo no blog do livro...



ME: Qual o seu tipo de leitura preferido?

KG: ROMANCE /FANTASIA... SEMPRE!

ME: Você considera que a nossa literatura está em grande fase de crescimento? Sim ou não? E por quê?

KG: Sim, pelo número de lançamentos que vejo nas livrarias, como qualquer leitor. O que falta é acabar o preconceito. Principalmente o MITO que literatura nacional é chata... sabe trauma de escola? Pois bem, até os clássicos podem ser apaixonantes gente! JURO!

ME: E para finalizar, vamos fazer uma rapidinha coloque o que vier na mente.

Desejo: felicidade.
Fé: sempre.
Cor: azul.
Mês: março.
Uma Palavra: amor.
Uma frase: Não faça à outros, o que não gostaria que fizessem a você.
Um pensamento: “Pessoas boas merecem coisas boas”
Importante: verdade.

ME: Quero te agradecer por ceder ao Blog Minhas Escrituras essa entrevista, quero que saiba que ter você como autora parceira é uma honra e que eu estou morrendo de vontade de ler cores de novo. Esse livro foi maravilhoso de se ler, muito obrigada por me apresentar essa obra. Ahhh não podia deixar de comentar sobre o Mr. Darcy meu grande amor... Adorei a entrevista, você foi maravilhosa e ri bastante, mais uma vez obrigada. Xero!

KG: Eu que amei as perguntas Diana!! Sério! Desculpe mais uma vez a demora e obrigada pela paciência!!  Desejo muito sucesso para o MINHAS ESCRITURAS, sempre!
BEIJOS de coração e muitossssssss XEROSSSSS de Jasmim!!!!!!!!!!!!

E ai pessoas o que acharam? Deixem seus comentários.... Xero!

16 comentários

  1. Ótima entrevista, parabéns! Gosto quando o escritor se baseia em coisas da sua vida ou pessoas que conhece. Em regra os personagens ficam definidos de forma mais intensa, o que é ótimo!


    Abraços, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso realmente conta muito Isa... e eu gosto disso tb. :)

      Excluir
  2. A autora é uma fofa!!! A dorei a entrevista.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Estou realizando o sorteio de um livro em meu blog, não deixe de conferir!

    http://fleur-du-matin.blogspot.com.br/2013/08/sorteio-n-1.html

    ResponderExcluir
  4. Eu não conheço a obra da autora, mas gostei da entrevista e já estou adicionando o livro na minha listinha de compra :)

    bjs

    http://letrasdanana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariana assim que der leia pois você vai amar... Xero!!!

      Excluir
  5. Adorei a entrevista! Cores de Outono é um dos livros nacionais que mais tenho ouvido falar - e bem - ultimamente, e mesmo não gostando muito de romances, fiquei com vontade de ler esse livro. E, poxa, gostei de conhecer a escritora, de saber a forma como ela desenvolveu os livros e os personagens! Ótima entrevista!

    Abraços!

    Peças de Oito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh que legal que a entrevista te despertou a leitura... mas acredite é maravilhoso... Xero!!!!!

      Excluir
  6. OI Dih,

    Ameeeei, amei amei. Milhoes de vezes amei a sua entrevista.
    A Keila é top demais. Um doce de pessoa e essa entrevista, mega linda e reveladora não podia passar despercebida.

    Acabei conhecendo coisas que não sabia e que nao havia me atentado a descobrir, enfim *-*

    Adorei mesmo Dih.
    beijos
    http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh muito obrigado meu irmão querido... :)

      Excluir
  7. JÁ li o livro da Keila é D+
    Louca para ler o segundo.
    Beijos
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ohhhhhhhhhh Dih!
    Obrigada pelo carinho Flor,
    Eu adorei a entrevista! Obrigada pelo carinho e vamos voltar aoa trabalho para Sombras chegar LOGO! kkkkk
    BEIJOS BEIJOS BEIJOS!
    Keila Gon

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Magina minha querida... você merece isso e muito mais.. você é um doce e uma pessoa que aprendi a gostar e admirar... Xero!!!

      Excluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!