Resenha #373 - O Segredo da Caveira de Cristal - Mallerey Cálgara

Livro cedido pela editora
Título: O Segredo da Caveira de Cristal #1
Autor (a): Mallerey Cálgara
Editora: Mundo Uno
Páginas: 326
Nota: 4/5 

Oie, tudo bem com vocês?

Venho hoje com mais uma resenha nacional, algo que tem se tornado cada vez mais comum no meu cotidiano e isso tem me deixado bastante feliz, principalmente porque até o presente momento, todas me surpreenderam de uma maneira positiva, e O Segredo da Caveira de Cristal entrou para esta lista.
...Quatro caveiras estavam dispostas em círculo e, imóvel, empunhavam suas espadas, aguardando ordens para atacar. Entre elas, duas crianças lutavam bravamente para possuir a caveira principal, a Caveira de Cristal...
O livro narra em terceira pessoa, um mundo fantástico situado na maior parte do tempo no reino Heilland. Os habitantes após anos e anos de guerra e sofrimento, passavam por uma era tranquila junto ao justo e bondoso Rei Alphonsus, e logo tiveram a feliz noticia que a Rainha Driadh estava grávida de gêmeos. Seu parto foi bastante difícil, pois desde o ventre as crianças pareciam que já travavam batalhas.

O primeiro a nascer foi Sulco, um bebê forte e saudável e o segundo foi Heian, que nasceu fraco e com poucas expectativas de sobrevivência.

Desde crianças os gêmeos já mostravam grandes diferenças em sua fisionomia e principalmente em seu carácter. Sulco é arrogante, mau educado, frio e demonstra grande interesse por magia, enquanto Heian além de ter uma beleza que chamava a atenção, era cordial com todos, doce, alegre e extremamente fácil de fazer amizades.

Em uma visita ao vilarejo que o rei fez junto com seus herdeiros, Sulco fica atraído pela casa do mago Heindall e seu filho Mongho, e insiste em ir até lá para suprir suas curiosidades, algo que aumentou ainda mais após descobrir que o mago possuía a bola de cristal, instrumento que tinha o poder de mostrar o futuro. Sulco só sossega quando Heindall, por mais exitante que estivesse faz a leitura do futuro dos príncipes e o que ele revelou deixou a todos surpresos, especialmente a Sulco.

A noite será de grande festa no castelo, pois os gêmeos completam quinze anos de idade e com isto o rei revela quem será seu sucessor após completar a maioridade, e Sulco tem suas inseguranças reveladas pela bola de cristal, quando o rei anuncia quem se tornará o novo rei será Heian e não ele. Tomado pelo ódio e inveja, Sulco se considera injustiçado pois acredita ser o rei por direito, por ter sido o primeiro a nascer.
Atormentado pelas ideias que fervilhavam dentro de si, causando choque entre a razão e os sentimentos, Sulco passou a desejar meticulosamente suas ações. O coração pulsou com força selvagem, ansiando por vingança.
O primeiro a sofrer nas mãos de Sulco, é Heindall que é morto em um ataque feito no vilarejo. Mongho não estava presente, pois havia sido convidado por Hein a participar da festa no castelo, e com a perda de seu pai e sua casa, é convidado pelo rei a morar junto com eles.

Os anos vão passando, e Mongho se torna melhor amigo e conselheiro de Heian. Uma doença estranha aflige a rainha Driadh causando rapidamente a sua morte. Logo em seguida o Rei Alphonus também adoece gravemente, fazendo com que Hein se torne rei antes do previsto e se case com Driadh - a princesa prometida para quem se tornasse rei, ambos se apaixonam á primeira vista e Driadh não demora a engravidar, porém ela também cai de cama, sofrendo da mesma doença e perde não só o bebê, como não poderá mais ter filhos - o que é uma péssima noticia para todos - exceto Sulco, já que Heian não poderá ter herdeiros e sucessivamente a linhagem de reis fica comprometida.

Desconfiado que esta doença misteriosa que ronda o castelo seja por intermédio de magia, Mongho começa a estudar com mais afinco seus poderes ainda não desenvolvidos, pois ele se sente no dever de descobrir o que está acontecendo no castelo, e durante suas investigações acaba de encontro a uma velha bruxa chamada Nadjra, que acabou tendo um espaço importantíssimo na história, mas que não aprofundarei por que se não posso dar algum spoiller, mas repito ela é MUITO importante hahaha.

Sulco a cada dia que passa, mostra que quer a destruição de todos os reinos, para se tornar o todo soberano, e não demora muito para mostrar suas garras a todos. E por outro lado Mongho e Driadh, bolam um plano arriscado porém bastante inteligente para salvar o castelo.
O reino, até onde seus olhos alcançavam, estava dividido pela mesma parede invisível que atingira o castelo, causando o caos entre os aldeões.
Eu particularmente gostei muito da escrita da autora, a narrativa é bastante fluída, e me chamou a atenção que a Mallery contou uma história que por ser uma fantasia, poderia ser bastante complex, ela escreveu de uma forma muito simples e de fácil entendimento. 

Ela não só nos apresenta reinos totalmente diferentes, como também eles tem um dialeto próprio criado pela autora, que é usado pelos personagens, e tem sua tradução do rodapé da página. 

A história tem uma evolução de amadurecimento no decorrer dos capítulos, que se iniciam com os personagens bem jovens, e ao final já estão em sua fase adulta. Eu me surpreendi muito com os últimos capítulos de uma forma positiva. Eu não conhecia o livro e nem a sua premissa, e sinceramente não comecei a leitura com grandes expectativas, mas a leitura acabou se tornando surpreendente para mim, e estou bastante curiosa para saber o que vai acontecer em sua sequência, que será um dos lançamentos da editora na Bienal do Rio deste ano.

Em relação a diagramação, a capa é simples porém totalmente condizente com a história, as folhas são bastante amareladas, dando um efeito mais envelhecido ao livro - o que eu particularmente gostei bastante, as letras são de tamanho médio e não localizei erros de revisão.



Espero que gostem e até a próxima resenha!!

Resenha #372 - País Corrompido - Jéssica Anitelli & Allan Cutrim


Título: País Corrompido #2
Autor (a): Jéssica Anitelli & Allan Cutrim
Editora: Amazon
Páginas: 312
Nota: 5/5 - Favorito

Resenha: País Imerso
O olhar de Samara encontrava-se tão gelado quanto o próprio ambiente, como se o inverno que reinava do lado de fora fosse menos frio do que aquele cômodo. Mesmo que já tivesse sido oferecido a ela tempo necessário para analisar o ocorrido, seu corpo e sua mente pulsava por ação.
Olá pessoas, tudo bem?

Nossa, estava difícil resenhar, não só este livro pela sua amplitude de densidade, mas todas as resenhas possíveis. Eu estava com um imenso bloqueio. Ainda me sinto assim, mas estou conseguindo desbloquear aos poucos. Compartilhar isso no Facebook foi de grande ajuda, pois recebi vários apoios e leitores e blogueiros com os mesmos sintomas que os meus.

País Corrompido é o segundo livro da trilogia País, escrito por Jéssica Anitelli e Allan Cutrim. Ainda preciso perguntar a eles (quem sabe em uma entrevista), como foi que eles chegaram a formar esta parceria. Porque quando você lê o livro, fica impossível saber quem escreveu o quê. O que posso dizer foi que a parceria foi muito boa, porque o livro inteiro ficou incrível. 

País Corrompido continua de onde País Imerso parou e confesso que mesmo depois de um ano esperando esta continuação a história estava viva na minha mente, como se eu tivesse lido no dia anterior. Aline continua uma menina forte, mas as perdas e a falta de confiança a transformou em uma menina mais dura e cheia de cicatrizes, baixar a guarda era algo que ela não deixava acontecer por nada e por ninguém. 

Agora que ela estava no acampamento dos rebeldes, ela achava que de alguma forma as coisas poderiam melhorar, mas a luta apenas começava. Ela e seus amigos souberam de mais detalhes e o quanto os rebeldes eram mais organizados do que pareciam e como eles estavam concentrados na cidade e entre os militares. 

Com  exército em seu encalço, os treinamentos a que foram submetidos serão colocados a prova para a sua sobrevivência e os demais que estão indo nesta viagem. Aline, estava enfrentando um verdadeiro desafio como líder, ainda que não tivesse este papel concretizado, mas ela é uma garota movida a desafios e sempre que podia, a sua opinião era ouvida, mesmo que ela se sentisse insegura em alguns momentos. 

Só que mesmo com todo este treinamento recebido e ela sendo a melhor de sua turma, ela não estava preparada para as verdades que iriam aparecer, sobre tudo que este governo opressor escondia. Aline descobrirá coisas que jamais imaginou que aconteciam e lidar com toda esta realidade, seria um imenso desafio. Mas não só isso, Aline tinha muitas coisas para viver ao longo desta caminhada e lidar com tudo isso e ainda com seus sentimentos, conflitos internos e descobrindo mais sobre si mesma, não seria nada fácil. 

Gente, eu não sei o que dizer bem desta leitura, mas só posso dizer que foi uma das melhores leituras que fiz este ano, sério! Este livro não virou meu favorito por acaso. Eu fiquei sem eixo, perdida e completamente louca com tudo que aconteceu. A primeira coisa que falei para os autores foi que, eles acabaram comigo. Eu finalizei este livro completamente se ar. Sem chão. E sem saber o que esperar do próximo e último volume. Este segundo livro foi melhor que o primeiro. Eu senti na pele cada coisa que estas pessoas viveram. E sinceramente falando, foi cruel e extremamente dolorido ler os acontecimentos em algumas cenas. 

Claro que o livro nos trouxe um pouco de descontração, afinal de contas, é necessário para manter a nossa sanidade e nossa mocinha Aline, que lutava com seus pensamentos e suas confusões internas, não queria dar o braço a torcer pelo que sentia, porque confiar a alguém seus sentimentos, não era fácil para ela, ainda mais diante da situação que todos viviam ali. Mas, um pouco de trégua, fazia bem ao corpo e mente, mas o momento bom não durava muito tempo, porque sempre eles eram surpreendidos, com a busca incessante do exército.

Escolhas não são fáceis e quando você faz para si, pode enfrentar as consequências e sem medo do que pode vir, mas quando envolve a vida de outras pessoas, é dolorido imaginar, que pode ter escolhido o caminho errado. Eu me surpreendi com cada página que li. Meu coração até sangrou algumas vezes, com as atrocidades que os seres humanos movidos ao poder e até ao medo são capazes de fazer. 

Fico imaginando o porque de tanta crueldade. O porque a pessoa sentem prazer de causar dor ao próximo de uma maneira, que causa até nojo. Sério, em alguns momentos, me senti enojada com algumas situações. Será que posso considerar traição a nação, ou fidelidade? São muitos questionamentos, que somente lendo o livro você vai poder pensar e tentar entender o porque disso tudo. 

Atualmente vivemos uma crise como nunca vista em nosso país, e todas vezes que lia algo neste livro isso vinha na minha mente tão vivo que me causava tontura.  Ai você se pergunta, e por que você amou? A história é crua, não tem firulas. Ela mostra uma realidade que não está tão longe da nossa. Eu pude visualizar bem como poderá estar o nosso futuro se as coisas continuarem da forma que estão e o fato de ter amado a história, significa que ela foi bem escrita, ela foi crível, ela trouxe uma realidade muito próxima e que não estamos muito longe. É como se fosse uma preparação. 

Então eu digo a vocês, sejas felizes hoje, vivam intensamente o hoje, diga para seu próximo, seu familiar, que os ama. Demonstre seus sentimentos agora, não deixe nada para depois. Não deixe nada para o amanhã. Porque do jeito que as coisas estão caminhando, a gente pode não ter uma outra chance, uma nova oportunidade. 


Não posso falar da diagramação porque li em E-book, mas posso dizer de todo o cuidado de revisão que os autores tiveram, pois não percebi nada. A fonte estava bem distribuída e a leitura de fácil entendimento. Eu só desejo muito que esta série vá para alguma editora, porque estes livros merecem estar em todas as estantes possíveis!!

Então, lhes convido a conferir esta série. Quem curte distopia e quer ler algo diferente, mesmo dentro do clichê distópico, esta série é para você.

Obrigada Jéssica e Allan por trazer este livro, que foi melhor que o primeiro e que me trouxe várias reflexões e um turbilhão de sentimentos, até lágrimas rolaram no meu rosto. Se a intenção de vocês além de nos fazer pensar, mas sentir na pele, pelo menos comigo isso fez um efeito bem real. Amei.!!!!
-Então você explica para ela que nós estamos morrendo, todos nós, e que o que ela veio buscar aqui, nós não seremos capazes de oferecer.
O silêncio tomou todos os presentes, e o chão sob os pés de Aline pareceu ruir.
Espero que tenham gostado. Um xero no coração de vocês e até a próxima.

Tag #47 - Mistery Blogger Award


Oi pessoas, tudo bem???
Finalmente consegui trazer essa tag super legal que a Luiza (Balaio de Babados) me indicou a qual gostei demais, poxa Lu, obrigada pelo seu carinho, eu realmente não esperava, mas é recíproco. Eu estive bem ausente do blog estes últimos dias e peço desculpas. Uns probleminhas ai e que logo serão resolvidos. 

Bom, mas  falando de coisas boas, vamos saber o que seria esse selinho Mistery Blogger Award?
O Mistery Blogger Award é um prêmio para blogueiros incríveis com postagens engenhosas. Seu blog não só cativa; ele inspira e motiva. Eles são um dos melhores e eles merecem todo reconhecimento que eles conseguem. Este prêmio também é para blogueiros que acham diversão e inspiração em blogs e fazem isso com tanto amor e paixão. (Okoto Enigma)
Para este selo temos algumas regrinhas simples:

*Colocar o logo/imagem do prêmio no seu blog;
*Listar as regras;
*Agradecer a quem o nomeou e fornecer um link para o seu blog;
*Mencionar o criador do prêmio;
*Contar a seus leitores três coisas sobre você;
*Nomear até 10 pessoas;
*Notificar os seus indicados comentando em seu blog;
*Pedir a seus candidatos que respondam cinco questões de sua escolha, perguntas estranhas ou engraçadas;
*Compartilhar um link para sua melhor postagem.

Três coisas sobre mim:

*Adoro batata, amo mesmo... ela crua, frita, cozida, assada. De todas as formas eu amo.

*Eu me apaixono muito fácil e como consequência sofro, porque nem sempre é recíproco, mas da mesma forma que isso acontece rápido, o sentimento vai rápido também. Pode parecer louco, mas parece que estar gostando de alguém, me dá algum sentido para acordar em dias mais tristes. 

*Eu não consigo falar em público. Tipo ser o centro das atenções e todos estarem olhando pra mim, as palavras não saem e eu dou crise de pânico, começo a passar mal e a chorar.

Respondendo as perguntinhas da Lu:

1-Se não tivesse nascido no Brasil, que lugar do mundo queria ter nascido?

Bom não sei bem, talvez em Cuba ou na Colômbia, porque amo as músicas e as danças de lá.

2-Qual seu gênero literário favorito? E o que passa longe?

Eu amo distopia, amo de paixão mesmo! Sempre que dá eu estou lendo.
Não gosto de Auto ajuda, não desce.

3-Do que você tem mais medo?

Da forma de morrer, não gosto nem de pensar.

4-Qual maior mico que você já pagou na vida?

Quando caí no meio de uma reunião onde tinha mais de 50 pessoas participando. Quase cavei um buraco para eu entrar. 

5-Qual sua melhor lembrança da infância?

De como eu era livre. Eu aproveitei cada momento desta época, mesmo com as dificuldades.

Minha melhor postagem:

Eu gosto muito de publicar sobre a coluna "Suas Escrituras" mesmo que demores, eu sempre gosto de trazer textos escritos por pessoas anônimas ou não.

Visito ainda poucos blogs, mas o suficiente para adquirir um carinho mais pessoal com alguns, eis as minhas indicadas:


Mas preciso citar, meus dois outros cantinhos que amo visitar e que tenho um carinho imenso pelas idealizadoras: Balaio de Babados e Leitora Encantada. Não poderia jamais deixar de citá-las, meninas vocês são demais <3

Minhas perguntas:

1-Qual foi a maior loucura que você já fez na bienal do livro ou numa livraria?
2-Se pudesse viver em um mundo descrito nos livros qual seria?
3-Qual seu crush literário?
4-O que te faz abandonar uma leitura?
5-Já se apaixonou por um vilão? Qual?

Por hoje é só... um xero! <3

Resenha #371 - Do Éden à Luxúria - Ananda V

Título: Do Éden à Luxúria (Trilogia dos Imortais #1)
Autor (a): Ananda V
Editora: Arwen
Páginas: 443
Nota: 5/5 (Favorito)


Oiee, tudo bem com vocês?

Conforme prometido, trago hoje a resenha nacional, do livro Do Éden à Luxúria, da nossa autora parceira Ananda Veloso, E EU AVISEI QUE SERIA UMA RESENHA EMPOLGADA !!! hahahaha
Sentia-me como alguém que passara toda sua vida trancafiada em um porão e que agora estava prestes a conhecer os monstros reais deste mundo, e não apenas aqueles que habitavam sua imaginação.
A história é narrada em primeira pessoa, pela visão de Melissa Saccer, uma jovem de dezessete anos, que mora em Blaine, e ela está passando por situações estranhas e difíceis de compreender. Tem pesadelos horríveis e constantes, porém ela não consegue se lembrar exatamente com o que sonha, e com isso tem dificuldade em descansar e se concentrar no dia a dia.

Ela tem dois fiéis amigos, a Megan que é o oposto dela, uma tipica patricinha americana e Darly meu crush que é na minha concepção o cara perfeito para ela shippei com força. Dois ótimos personagens que tem grande importância no desenrolar da história.

Depois de muita insistência da Megan, a Melissa resolve ir com ela em um bar um tanto inóspito e cheio de gente barra pesada chamado Devil's Throat. E Melissa descobre que pesadelos podem se tornar realidade.
Ir ao Devil’s Throat arruinaria minha vida de maneira permanente.
Porém ao mesmo tempo, algo bom surge na vida de Melissa, mas precisamente algo bom, alto, forte, de cabelos negros e olhos azuis, também chamado por William.

William é o perfeito cavalheiro britânico, ele ajuda Melissa de escapar de uma roubada no bar, é educado, respeitador, e completamente apaixonante e ainda por cima ... Melissa descobre que ele é seu vizinho na pensão onde mora (é muita sorte para uma protagonista só, né minha gente???), e aí um romance nasce, e ao mesmo tempo cada vez mais, coisas inexplicáveis surgem na vida de Melissa.
O sangue acumulava-se sob a pele de minha trêmula mão fechada em punho, que ardia nas zonas avermelhadas.
Espere

Eu soquei esse cara?
Melissa é um personagem que eu gostei desde a primeira página, diferente das personagens que eu vejo na maioria dos romances sobrenaturais, ela é nervosa, briguenta (bate em homem hahaha), bebe, fuma, é independente e auto-suficiente (ás vezes até demais). Sua vida mudou totalmente quando ele resolveu abandonar a casa da mãe e do padrasto, devido ao comportamento abusivo do padastro e da submissão de sua mãe – o que fez me recordar de uma forma sutil, a Síndrome de Estocolmo. Eu me identifiquei muito com a forma dela expressar seus sentimentos, quando cito que ela ás vezes é auto-suficiente até demais, é porque ela é fria, dentro das loucuras que ocorrem ao seu redor (acho que eu pirei mais do que ela), porém isso é uma das características de sua personalidade e com o decorrer da leitura, a gente entende porque ela é assim.
Se apaixonar era o caminho mais bonito para a demência. Uma droga em que todos nós um dia seriamos viciados.
A paixão de Melissa por William se torna avassaladora e intensa , porém ele é um forasteiro, misterioso que ás vezes some e aparece do nada, não fala nada sobre sua vida, e eu sinceramente não consegui crushar com o William, porque eu fiquei desconfiada dele o tempo inteiro hahahaha, e se eu estava certa ou não sobre a minha desconfiança, somente lendo o livro para vocês descobrirem.
Inebriada, sobrepujada, arrebatada, enfeitiçada.
A autora deixou a história muito bem amarrada, eu lia louca de curiosidade para entender o que estava na verdade se passando a Melissa, pois fora as visões, pesadelos, força, a Melissa começa a desenvolver poderes psíquicos. Suas visões começaram a se tornar realidade, ela é perseguida, pessoas morrem, seus amigos correm risco de vida, e se vocês acham que ele dependeu de alguém para ajudá-la a descobrir o que acontecia, vocês estão enganados. Ela deu a cara a tapa de se virou sozinha praticamente na história inteira.
-   Hora de contra-atacar. Prepare-se(...). Você mexeu com a garota errada.
Eu me surpreendi muito com a leitura de uma forma positiva, há muito tempo que eu queria ler esse livro, e ele segue uma linha de romance sobrenatural que tem tudo o que eu gosto, ele é um New Adult aonde os personagens principais são em sua maioria adolescentes entrando na fase adulta, mas o livro não tem um linguajar digamos que “infantil”, os jovens não são taxados de perfeitinhos e que ao meu ver isso os deixou mais humanos e a história ainda mais interessante, os últimos capítulos do livro tem um ritmo frenético que foram extremamente bem escritos pela autora ( eu surtei e ela sabe hahaha)
Eu não tinha tempo para pensar, nem para ficar em choque ou lamentar. Corri a toda velocidade em direção a casa ...
Infelizmente a edição física está esgotada, e eu fiz a leitura em E-book, o que não atrapalhou em nada o ritmo da minha leitura (e olha que eu sou lerda para ler digital), mas caso seja lançado uma segunda edição com certeza que vou adquirir, porque quero tê-lo na minha coleção, como também os próximos dessa trilogia linda EU PRECISO SABER O QUE VAI ACONTECER NO SEGUNDO MINHA GENTE, a capa é maravilhosa, tem traços góticos que me chamam muito a atenção , são extremamente condizentes com a história, e não localizei erros de revisão durante a leitura. 

E EU NÃO RESISTI E ROUBEI UMA FOTO MARAVILHOSA DA AUTORA PARA DIVULGAÇÃO DA DIAGRAMAÇÃO. FOI MAIS FORTE DO QUE EU !!!



Por hoje é só, espero que gostem e até a próxima resenha.

Você é mais forte do que qualquer um de nós.

Resenha #370 - O Erro - Elle Kennedy


Título: O Erro
Série: Amores Improváveis #2
Autor(a): Elle Kennedy
Editora: Paralela
Páginas: 277
Nota: 5/5

Resenha: O Acordo

Esta resenha não contém spoiler do livro anterior,  porque a história é independente :).
Logan acaricia de leve minha pele, e tenho que fazer um esforço consciente para não ronronar feito um gato pidão."O que está fazendo:", sussurro.
"Você estava me olhando como se quisesse um beijo." Seus olhos azuis ficam semicerrados. "Então, estava pensando em fazer isso."
Olá pessoas, tudo bem?

Elle Kennedy é uma clamada autora. Ela tem vários livros publicados lá fora. Aqui, até onde eu sei a editora Paralela nos trouxe a série Amores Improváveis, que começa com O Acordo, a qual eu amei de paixão e fiquei completamente viciada na escrita dela. Hoje eu trago para vocês, o segundo livro da série. Vem comigo!

John Logan (mais um Logan na minha vida) vai aproveitando seus dias da melhor maneira que pode, afinal sua liberdade tem um prazo que ele não está nem um pouco ansioso para que chegue. Mas, infelizmente o tempo passa rápido e este dia se aproxima cada vez mais.

Ser um destaque do time de hóquei da universidade era muito bom, porque além de fazer o que ele gosta, aquilo lhe trouxe popularidade entre as mulheres, mas  com as coisas do coração não dá para brincar e ele terminou gostando da namorada de seu melhor amigo e aquilo o deixa confuso e perdido, porque isso jamais poderia ter acontecido.
"Espera... você tá saindo com uma caloura?" A expressão de Tuck é indecifrável, mas tenho certeza de que posso ouvir um tom de alívio em sua voz.
"Nada haver. Não estamos saindo."
"Ótimo", comenta Dean, balançando a cabeça energicamente. "Meninas mais novas são muito dramáticas." 
Assim que decidiu esquecê-la, Logan não dispensou nenhuma festa e estava sempre em todas. A cada festa que comparecia, estava com uma mulher diferente. E foi numa dessas procuras da vida que ele bateu na porta do alojamento de Grace.

Grace Ivers uma jovem linda, inteligente e virgem. Ela tem como melhor amiga a Ramona. Agora colegas de quarto na faculdade, Grace passou a vida à sombra dela.  Não que ela reclamasse disso, pelo contrário, elas se davam muito bem, apesar de serem tão diferentes.
Estou cansada de ser cautelosa. E boazinha. O semestre está quase no fim. Ainda preciso estudar para duas provas e escrever um trabalho de psicologia, mas quem disse que não posso tirar um tempinho para me divertir também? (Grace)
Grace sempre foi muito resolvida com sua vida e suas escolhas, mas agora ela estava na faculdade e ela queria aproveitar cada segundo desta nova fase. Grace sempre teve dificuldades com os rapazes, e a culpa disso, é parte de sua tagarelice. As palavras saem de sua boca de forma exagerada e as vezes ela não tem controle e isso acontece a maioria das vezes quando tenta se aproximar de algum rapaz.

E em plena sexta-feira a noite, em um dia normal que estava no alojamento assistindo um filme de ação que tanto gosta, eis que alguém bate na sua porta e ela quase desmaia internamente quando ninguém mais ninguém menos que John Logan, está em sua porta.
Beijar Logan é a coisa mais incrível que já experimentei. Esqueça a viagem em família para o Egito quando eu tinha nove anos. A glória das pirâmides, os templos e aquela esfinge idiota, não são nada comparados à sensação dos lábios desse cara nos meus. (Grace)
A partir daí a história começa a rolar e o que posso dizer que esta série Amores Improváveis é completamente viciante. Se eu já amo Hannah e Garrett imagine como não fiquei completamente apaixonada por Grace e Logan. 

Grace é uma personagem tão real, que eu senti que pudesse ser eu. Na verdade ela pode ser você, ela pode ser qualquer menina que está no seu primeiro ano de faculdade. Ela é simples. Ela não tem dramas familiares. E nem passados vergonhosos. Ela só quer descobrir a vida e descobrir a si mesma.

Por mais que ela viva a sombra de sua amiga Ramona, o que me irritou e muito em alguns momentos, Grace quer mais que isso, ela quer andar com suas próprias pernas e escolhas. Sem ter que passar pelo o aval de sua amiga. Sinceramente eu não gostei desta amizade. Acho Ramona uma aproveitadora e que abusa disso para conseguir o que quer da amiga. 

Logan, é um cara marcado. Ele tem um pai alcoólatra e isso mexe demais com a cabeça dele. Mas, ele não comenta muito sobre isso e se mantem fechado a respeito. Sinceramente é nítido que ele erraria com alguma coisa, mas jamais pensei que o erro dele fosse aquele e juro para vocês, eu quis muito bater nele.

Xinguei ele de babaca um monte de vezes. Quando comecei a leitura, sabia que sua imaturidade somado ao seu jeito tonto de ser causaria um erro, mas sinceramente fiquei muito louca da vida, com o erro idiota que ele causou e totalmente desnecessário.  

Grace é um amor de menina, eu adorei a sua personalidade. Fora que eu bem que queria conhecer a mãe dela. Uma mulher fenomenal, por assim dizer. 

Apesar de tudo, Logan vai tentando concertar seu erro com Grace, mas não está sendo nada fácil. Ela tem uma personalidade forte e sabe o que quer. Depois da decepção que passou ela se tornou mais forte e nada pode abalar sua auto estima tão facilmente. 

Em contrapartida. Logan vai lutando com seu irmão para cuidar de seu pai, pois a responsabilidade que vem com a doença é enlouquecedora para os rapazes. Quando chegamos a idade de decidir o que queremos para a vida inteira não é nada fácil. Mas, ter que tomar a decisão de esquecer um sonho por uma necessidade maior é muito potente também. Logan e seu irmão, traçaram o futuro deles em cima dos cuidados de seu pai e isso levantou um grande questionamento: O que seria justo?

Eu amei essa história de verdade. Desde do inicio fui arrebatada. Achei que não fosse curtir tanto, mas me peguei lendo tão rápido que quando percebi havia terminado. É assim que acontece com a escrita viciante de Elle. Não sei se acontece apenas com esta série, mas é claro que pretendo ler outras obras da autora, para saber se continuo me identificando. O que eu sei foi que demorei demais para ler este livro e logo vou pegar O Jogo para ler. Preciso de mais doses desta série haha. 

Outra coisa que e gostei muito foi de rever os outros rapazes que estarão nos próximos livros e ver Garret e Hannah. A amizade entre os quatro meninos é muito boa e eles se entendem de um jeito bem inusitado, mas que é muito divertido de se ler.


A diagramação do livro está simples e segue a mesma linha no livro anterior. O título é completamente condizente com o enredo e as folhas são amareladas e a fonte em tamanho médio para o conforto do leitor. Encontrei raros erros de revisão, mas nada que atrapalhasse a leitura. No mais indico esta série de livros e adoraria que a Netflix trouxesse em série de TV eu ia amar haha.

Esta história está bem escrita e desenvolvida. Os personagens são marcantes  e mexem com a gente, porque eles parecem tão reais que podem ser bem um melhor amigo ou amiga de qualquer um de nós. Eu me diverti demais lendo, ri muito com a Grace, que menina ótima, quero uma amiga dessas pra mim.
Sua boca envolve a minha num beijo tórrido.
Pertencimento. É a única forma de descrever a onda de sensações que me invade. Seus lábios pertencem aos meus. Suas mãos seguram meu rosto, e um calor me inunda, seus polegares acariciando meu queixo. Logan me beija com um contraste chocante de ternura e sede. (Grace)
Espero que tenham curtido pessoas e até a próxima!! Xero!

Leituras de Julho!!!


Olá pessoas, tudo bem???

Mais um mês passou e as leituras estão caminhando. Até agora eu já li 34 livros e estou bem feliz por este número. Tenho lido livros maravilhosos, saindo algumas vezes de minha zona de conforto e claro sempre aumentando a minha listinha de futuras aquisições. Meu paginômetro atual está: 102.973. Fontes do Skoob a rede social dos amantes da leitura. Sintam-se a vontade para me adicionar: Diana Canaverde e eu irei adorar!!!

Resenha - 5/5
Compre neste link: http://amzn.to/2hsJQBr

Eu amei a leitura deste livro, me senti presa nos acontecimentos e apesar dele ser curtinho, a história foi bem desenvolvida, mas como todo livro tem a sua continuação, teve algumas pontas soltas, mas nada que tenha me deixado abalada. Afinal já teve algumas respostas que eu fiquei chocada e nem imaginava. 

Resenha - 5/5
Compre neste link: http://amzn.to/2u9l13d

Caramba, não sei nem o que falar de o quanto eu amei a leitura deste livro. Eu fiquei completamente envolvida com os personagens. Eles me causaram um turbilhão de emoções e eu amei cada folha que li. As Palavras que a autora trouxe nesta história, mexeram com todos os meus sentidos.

5/5
Compre neste link:  http://amzn.to/2v4oNYT

Ah esse livro. Nem tenho o que falar . A leitura me prendeu do início ao fim. Tudo que li de positivo nas resenhas, encontrei neste livro e muito mais. Grace e Logan, estão no meu coração. Preciso ler o próximo logo.

3/5
Compre neste link: http://amzn.to/2wcmAKW

Eu estou gostando muito desta série, mas ela tem seus altos e baixos rs. Neste mês foi sofrido para Mia, apesar de algumas coisas boas, parece confuso, mas foi exatamente isso. Este mês não me cativou da maneira que eu esperava, mas está valendo.

5/5 - Favorito!
Compre neste link: http://amzn.to/2vnr7wT

Ahhhhh melhor livro ever nacional que li este ano!!!! Cara que livro!!! Semana que vem tem resenha dele aqui... Gente que ama distopia e que vê a nossa crise nacional, necessita ler este livro... ele é perfeito. Mas não esqueçam que ele é o segundo da trilogia País.

Por hoje é só... essas foram as minhas leituras, achei que fosse ler menos, mas até que estou na média. E vocês? Quantos livros já leram até agora? Xero!

Bibliotecas pelo Mundo #6 - Espanha

Oiee, tudo bem com vocês?

Venho hoje com o novo destino para nossas viagens, e apertem os cintos porque está viagem será incrível !!

Prontos para embarcar??


A biblioteca que mostrarei hoje para vocês é a Biblioteca Y Galan e tem morada em Salamanca na Espanha, e é considerada patrimônio histórico da humanidade pela Unesco.

Ela não é uma biblioteca tão antiga assim, foi inaugurada em 1987, e hoje é uma biblioteca voltada para o público infantil.


Infelizmente eu não achei nada, nem em espanhol sobre a história desta biblioteca, então infelizmente vou ficar devendo a vocês informações mais completas, mas como ela é muito bonita, achei que vale a pena mesmo assim compartilhar com vocês, vamos unir nossas moedinhas e viajar para lá para podermos conhecer um pouco mais haha.

E quero deixar aqui o meu desabafo pois achei essas estátuas muito macabras!!

Espero que gostem e até a próxima viagem !!

Fonte de pesquisa:
http://bibliotecas.aytosalamanca.es/es/bibliotecas/gabrielygalan/
http://www.cazadoresdebibliotecas.com/2014/05/biblioteca-gabriel-y-galan-salamanca.html